Mapeamento Espiritual? Isso é Bíblico?

Pr. Renato Vargens

Boa parte das mensagens pregadas nos púlpitos das igrejas evangélicas no Brasil nos apontam o quão adoecidas se encontram nossas comunidades. Isto porque, as pregações de muitos dos nossos pastores tem sido rasas, sem substância, empobrecidas teologicamente, cheia de modismos, unções, decretos e comportamentos judaizantes. Junta-se a isto, o fato de que vivemos numa época em que o destaque sobre a batalha espiritual se faz presente nos mais diversos rincões evangélicos.

Infelizmente as ênfases distorcidas sobre batalhas espirituais têm levado crentes sinceros a viverem uma vida, onde o pânico e o medo se fazem presentes. Um método muito comum usado pelos adeptos da batalha espiritual é o mapeamento espiritual da cidade. Segundo os pregadores do movimento em questão, a igreja precisa conhecer a região onde está plantada. Para tanto, torna-se necessário estudar a história do lugar onde se deseja evangelizar e discernir a entidade espiritual que atua na região. Em outras palavras, isso significa aprender a história da cidade, bem como, as características econômicas, políticas, sociais e morais que lhe são próprias. Feito isso, faz-se uma identificação com o demônio que poderia lhe atribuir estas qualidades, amarrando-o em nome de Jesus.

Diante disto lhe pergunto: Que Cristianismo é esse? Que evangelho é esse? Que doutrinas são estas? Ora, esse não é e nunca foi o evangelho anunciado pelos apóstolos. Antes pelo contrário, este é o evangelho que alguns dos evangélicos fabricaram! Infelizmente, a Igreja deixou de ser a comunidade da palavra de Deus cuja fé se fundamenta nas Escrituras Sagradas, para ser a comunidade da pseudo-experiência, do dualismo, do misticismo e do neo-maniqueismo! Por favor, pare, pense e responda: Por acaso, a Bíblia nos relata o apostolo Paulo escrevendo aos crentes da igreja primitiva a fim de exortá-los a fazer um mapeamento espiritual das cidades onde moravam? Por acaso o Senhor Jesus nos ensina no sermão do monte a descobrirmos os nomes dos demônios que oprimem uma nação, a fim de que os amarremos? E Pedro? Você o vê em suas epístolas exortando os cristãos a descobrirem os pontos nevrálgicos de uma cidade a fim de que vençamos satanás?

Caro leitor, as Sagradas Escrituras em momento algum nos ensinam estratégias mirabolantes de batalha. Junta-se a isso o fato de que em nenhum instante, o Novo Testamento nos concede respaldo teológico para o ensino do mapeamento espiritual. Além disso, o Senhor Jesus Cristo, em nenhum episódio, nos orienta a mapear regiões, ou descobrir nomes de demônios e amarrá-los. O que nos cabe fazer é obedecer integralmente suas ordens pregando o evangelho integral do Senhor Jesus Cristo a toda criatura, crendo que ele é poderoso para a salvação de todo aquele que nele crê, como também para expulsar da vida dos homens toda sorte de espíritos malignos.

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado.” (Mt29: 18,19); “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. ( Mc 16:15).

Soli Deo Gloria

Renato Vargens



6 comentários:

vi os links relacionados , eles estam viajando com essa de mapeamento .E pior, tem graficos que não dizem coisa alguma pura crendice!!!

5 de junho de 2009 16:58 comment-delete

Excelente matéria. Glória a Deus que te deu sabedoria. Paulo nos exorta a não saírmos da simplicidade do evangelio que no foi pregado. Infelizmente muitos pregadores estão se esquecendo disso.
"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo."2co11:3
E aidna: "Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens." Galatas 1:11

Ene
5 de junho de 2009 17:23 comment-delete

Pastor, será que existe demarcação territorial para falar do Reino de DEUS ?, loteamento espíritual ?, Satanás e seus demonios já estão vencidos, agora estejamos nós em santidade ao SENHOR.

GILBERT RAPOSO
5 de junho de 2009 17:47 comment-delete

Paz!
Acho que não há nada de errado em traçar metas pelas quais orar.
Não sou adepto dese método, mas não vejo nada de mal em mapear uma região e orar por ela. Já vi muitas casas de umbanda e outras seitas cairem perante essa estratégia.
Abraço, Deus abençoe!

Anônimo
6 de junho de 2009 13:55 comment-delete

Quero me colocar a disposição de qualquer pessoa que a exemplo do Dougllas encontre dificuldades em compreender os gráficos e demais informações sobre este assunto contidas no blog.

8 de outubro de 2009 13:48 comment-delete

OLÁ, PASTOR RENTATO! AQUI É O WILLIAM, TUDO BOM? PEÇO QUE ENTRE NO BLOG E SE POSSÍVEL, DÊ SUA OPINIÃO SOBRE O MESMO. EU PUBLIQUEI UM TEXTO SEU. ME DESCULPE POR NÃO TER PEDIDO ANTES. PEÇO SUA AJUDA. O BLOG É textosdareforma.blogspot.com
abs.

6 de janeiro de 2010 16:24 comment-delete