O site Christian Today publicou que algo maravilhoso  está acontecendo no Tibete, uma região na China considerada como a mais alta do mundo e a casa do Monte Everest, a maior montanha da terra que aumenta mais de 8.850 metros acima do nível do mar. 

Os tibetanos são na sua maioria budistas, mas há também alguns muçulmanos e poucos cristãos, de acordo com fontes. 

O relatório do ano passado da missão Asian Access, que divulga a Palavra de Deus no sul da Ásia, mostrou que um monge budista tibetano se converteu a Jesus Cristo. Ele ouviu as boas novas de uma equipe de missionários, que ofereceram ajuda humanitária para as pessoas do Tibete, após um grande terremoto que atingiu a região.  

Joe Handley, presidente da Asian Access explica que esse ex-monge era muito influente, tendo vivido 30 anos como guia espiritual dos praticantes do budismo tibetano, tornando-se um Lama. 

Mesmo perseguido por ter abandonado a antiga fé ele perseverou e recebeu treinamento, sendo consagrado pastor depois de um tempo. Por causa do seu testemunho, 62 monges também abandonaram Buda por Cristo. 

A Asian Acces explica que nos últimos 12 meses, mais de 200.000 pessoas entregaram as vidas a Cristo no Tibete. 

Com cerca de 3 milhões de habitantes, o país ficou fechado ao cristianismo durante séculos, por conta de leis que proibiam que estrangeiros pregassem qualquer outra religião que não fosse o budismo tibetano. O líder de facto do país era o Dalai Lama, até que na década de 1950, foi invadida e passou parte da China. 

Para Handley, esse avivamento ocorre em parte por cauda do trabalho dos missionários cristãos que chegaram ao Tibete após o terremoto devastador do ano passado. 

“Eles não viram budistas, hindus ou outros grupos religiosos ajudando no meio dos escombros. Mas semana após semana, estavam ali seguidores de Jesus que dedicaram seu tempo e arriscaram suas próprias vidas para servir, dispondo-se a ser as mãos e os pés de Jesus”, assegura. 

O desafio da missão agora é ajudar a plantar novas igrejas no país que é 90% budista e possui um outro grande empecilho: sua geografia. O Tibete fica no alto da cordilheira do Himalaia, lar das montanhas mais altas do planeta como o Monte Everest (8 848 m) e o K2 (8 611 m). A temperatura média anual é sempre abaixo de zero e o acesso as aldeias é extremamente difícil.  

Nota do BLOG 

Enquanto o ocidente caminha a largos passos para a desconstrução dos valores judaicos cristãos, no oriente, Deus pela sua graça e bondade está salvando um número incontável de pessoas. Os relatos de conversão na Ásia, África e Oriente Médio apontam para misericórdia de Deus para com povos dos mais variados.  

Louvado seja o seu nome pela sua graça e bondade. 

Pr. Renato Vargens

Publicado originalmente em Christian Today e Notícias Cristãs
Por Renato Vargens

Eu maio de 2015, eu, Franklin Ferreira, Wilson Porte e outros pastores brasileiros estivemos participando do "weekender"  na Capitol Hill Baptist Church, pastoreada por Mark Dever.

No vídeo abaixo, você poderá poderá assistir um bate-papo super agradável sobre as marcas de uma igreja saudável e daquilo que experimentamos em Washington D.C.

Vale a pena!

Renato Vargens



Antes de qualquer coisa, vale a pena ressaltar que o texto que escrevi refutando a canção "Alto Preço" não possui cunho pessoal, nem tampouco visa desqualificar ou denegrir a cantora Damares. Na verdade, o post visa tratar de aspectos teológicos relacionados à música que do ponto de vista doutrinário, afrontam os ensinos das Escrituras.

Isto posto e esclarecido, vamos a canção:

A música em uma de suas estrofes diz: 

" Eu to pagando, eu to pagando
O preço pra morar no céu eu to pagando
Eu vou lutando, eu vou chorando
Cada detalhe o Senhor está somando
Eu to pagando, eu to pagando
O preço pra morar no céu eu to pagando
Eu vou lutando, eu vou chorando
A santidade tem um preço, eu to pagando" 

Como assim? Pagando para ir para o céu? Ora, afirmar isso é um grave erro teológico, mesmo porque ninguém pode comprar a salvação. Lamentavelmente na canção supracitada, Damares comete o desatino em afirmar que Deus soma os nossos méritos e nós “pagamos o preço para morar no céu”.  

Prezado amigo, vamos combinar uma coisa? Nossos méritos e justiça não passam de trapos de imundície. (Isaías 64:06)   Não existem nada que façamos que possa nos conceder a vida eterna.  Na verdade, somos merecedores do inferno, contudo, Deus por graça, bondade e misericórdia nos concedeu através de seu Filho, Jesus Cristo, salvação. Ademais, vale a pena ressaltar que as Escrituras ensinam que o homem é totalmente depravado, isto é, incapaz de redimir a si mesmo, e que necessita desesperadamente de salvação. Do ponto de vista bíblico afirmar que a salvação se dá por esforço e não por graça é acreditar que alguém pode ser salvo por obras, o que Bíblia diverge e condena. (Efésios 2:1-10)

Pense nisso!

Renato Vargens
Por Renato Vargens  

Segue abaixo mais uma mensagem da série sobre os 10 mandamentos. Desta feita você poderá assistir a exposição que fiz sobre o nona mandamento que diz: "Não cobiçarás". 

Renato Vargens