Por Renato Vargens

Diante o fato de inúmeras pessoas estarem falando nas redes sociais sobre a importância de um Estado laico, julgo que seja interessante que façamos uma clara distinção entre laico e laicismo.

Como todos sabem, Estado laico, secular ou não confessional é aquele que não adota uma religião oficial de modo que não existe envolvimento entre os assuntos de estado e fé. Entretanto, o fato do Estado não ter uma religião oficial não o caracteriza de Estado antirreligioso. 

O laicismo, ao contrário caracteriza-se pelo Estado que assume uma postura de intolerância religiosa, ou seja, a religião é vista de forma negativa e pejorativa. Nessa perspectiva enquanto o Estado Laico defende a livre expressão religiosa, o laicismo tenta a todo custo calar a boca dos religiosos não permitindo com que estes emitam opiniões. O que tentam imprimir no Brasil, não é o Estado laico com o qual concordo. Antes pelo contrário, a ideia do Estado e dos partidos políticos e instalar um estado antirreligioso.  

Pense nisso! 

Renato Vargens


Por Ivandro Menezes

Nos dias 22, 23 e 24 de agosto de 2014, aconteceu na cidade de Guarabira, no estado da Paraíba, a primeira edição da Conferência Mundo, na qual reunimos a cabruêra com um cabra macho demais, o pastor e conferencista Renato Vargens, para falar sobre os caminhos e descaminhos da fé evangélica brasileira, tomando como base a Reforma Protestante e a sua relevância para os nossos dias. Em uma conversa franca, apaixonada e apaixonante, o pastor Renato tece uma análise crítica da igreja brasileira, revela o seu temor e aponta os bases e o caminho para sairmos da total irrelevância e caminhar para sermos relevantes e, sobretudo, saudáveis. Então se avexe em divulgar esse pequeno trechinho que preparamos para você e se programe para no dia 10/09 conferir a íntegra desse papo arretado de bom! 

Clique (aqui) e ouça o TEASER do pastor Renato Vargens no "Cabracast"

SOBRE OS CABRACAST

Os CabraCast nasceu do inusitado encontro de um cabra paraibano, Ivandro Menezzes, e outro pernambucano, Heder Judson, numa pequena cidade do sertão pernambucano, onde ambos vieram trabalhar. Inconformados com as falácias pregadas no meio evangélico e movidos por uma vontade de denunciar, refletir e pensar a fé e a espiritualidade decidiram juntar a cabruêra - um bando de cabras da peste - para pensar, debater e refletir sobre temas diversos. Além dos dois cabras, eles recrutaram do sertão pernambucano o nosso vitrinista, Rafael Souza, que cuida de toda a parte visual do site.

SITE: http://oscabracast.com.br
FEED: http://oscabracast.com.br/feed/podcast
TWITTER: @OsCabraCast
FACEBOOK: http://facebook.com/OsCabraCast
INSTAGRAM: @OsCabraCast 

Texto de Ivandro Menezes, um dos cabras  arretados do Cabracast


Existem músicas e lixo, poesias e tralhas, hinos e horrores.

Essa canção do Paulo Cesar, líder do LOGOS, contrapondo-se ao gospel tupiniquim  é uma das mais lindas composições de todos os tempos. A versão abaixo é de uma beleza descomunal! A parceria com um outro Paulo Cesar, o Baruk, arranca-nos lágrimas de louvor.

Diante desta graça bendita, resta-nos somente louvar e engrandecer o autor da nossa fé, Cristo.

Verdadeiramente se não fosse por Ele, estariamos ainda perdidos, distantes de Deus e condenados ao inferno.

Bendito seja o Rei dos reis, Cristo, o nosso Salvador.

Renato Vargens

Por Renato Vargens

Tem sido comum ouvir de alguns queridos irmãos que o diabo é o dono da terra e que todo o planeta pertence a ele e que em virtude disso ele pode fazer o que quiser. Ora, há pouco um grupo de pastores da cidade de Suzano emitiu publicamente uma "escritura espiritual de compra e venda da cidade" cujo vendedor era nada mais, nada menos do que o capeta. (leia aqui)

Caro leitor, as Escrituras nos ensinam que a terra pertence ao  Senhor e tudo que nela contem , o mundo e os que nele habitam. (Salmos 24:01). Além disso a Palavra de Deus afirma que o diabo não é soberano e nem tampouco pode fazer alguma coisa sem que do Eterno receba permissão. Veja por exemplo o caso de Jó. O diabo só pode  tocar no homem de Deus porque o SENHOR o permitiu.(Jó 2:6-7)

O salmista afirma que Deus é quem governa o mundo (Salmos 99:01) O ex-primeiro ministro holandês Abraham Kuyper  afirmou com muita propiedade que não existe  um único centímetro quadrado, em todos os domínios de nossa existência, sobre os quais Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: “É meu!“


Caro leitor, as Escrituras Sagradas em momento algum nos mostram um mundo dualista onde bem e mal protagonizam batalhas pirotécnicas cujo final é imprevisível. Antes pelo contrário, ainda que a Bíblia nos mostre as ações ardilosas de nosso inimigo, os quais não devem ser desprezadas, ela jamais trata do diabo como alguém que tem poder para se opor a vontade soberana de Deus.

Por favor, pare, pense e responda: Quem está regendo os acontecimentos na terra, Deus ou o diabo? Quem reina majestosamente no céu, Deus ou o diabo? Quem a Bíblia diz que estabelece e destitui reis, conforme a sua soberana vontade?

Ora, a visão de Deus reinando de seu trono é repetida nas Escrituras inúmeras vezes (I Rs 22.19; Is 6.1; Ez 1.26; Dn 7.9; Ap 4.2). Na verdade, os muitos textos bíblicos possuem a função de nos lembrar em termos explícitos, que o SENHOR reina como rei, exercendo o seu domínio sobre grandes e pequenos. O senhorio de Deus é total e nem mesmo o diabo pode deter seu propósito ou frustrar os seus planos.

Os neomaniqueistas sem que percebam rejeitam o governo de Deus na história, fundamentando sua fé em achismos e impressões absolutamente antagônicas ao ensino bíblico. Nas doutrinas neomaniqueistas, Caim virou Vampiro, portais dimensionais se abriram, trazendo a tona lobisomens, dentre outras lendas e superstições absurdas. Além disso, batalhas hercúleas são travadas a cada dia no mundo espiritual por Deus e o diabo, demonstrando assim o “quão forte e poderoso é o inimigo de nossas almas”.

Caro leitor, Jesus Cristo é o libertador e rei triunfante, é o autor e consumador de nossa fé, o Senhor da gloria. Sobre ele satanás não teve controle, nem tampouco poder. Através da morte na cruz , Cristo quebrou as forças opressoras do diabo, transportando-nos graciosamente para o Reino de Deus Pai. A guerra já foi vencida! Louvado seja o seu santo nome por isso! Satanás não tem poder sobre os eleitos de Deus! Somos de Cristo, e com Cristo viveremos por toda eternidade!

Pense nisso!

Renato vargens