Coisas que aprendi em um estádio de futebol.

Por Renato Vargens

Gosto de futebol e sempre que posso vou ao estádio assitir ao jogo do meu Fluzão!

Há cerca de 15 dias juntamente com o meu filho mais velho,  fui ao Engenhão assistir ao jogo do Fluminense contra o América do México pela Copa Libertadores da América. Na Ocasião pude testemunhar os mais variados tipos de manifestações da torcida tricolor, que durante a partida vivenciou os mais distintos tipos de sentimentos.   A experiência em questão me fez pensar na Igreja de Cristo e de que maneira ela se porta diante dos altos e baixos que vida nos impõe.

Percebi que quando algum jogador do time se machuca, todos se preocupam com sua saúde e estado físico.
Percebi que quando o time toma um gol, todos sofrem.
Percebi que quando o time de coração faz um gol todos vibram de alegria.
Percebi que quando o time perde todo mundo perde junto, que quando o time ganha, todos vencem juntos.
Percebi que quando o time vai mal, ninguém vira casaca, nem tampouco muda de time.
Percebi que um jogador pode jogar mal, mas mesmo assim, por amor time a torcida o continua  apoiando.
Percebi que na comemoração de um gol todos se abraçam e celebram juntos.
Percebi que na derrota, todos choram juntos.
Percebi que quando o time fracassa todos fracassam juntos.
Percebi que quando o time é campeão todos vencem juntos.

Caro leitor, quantos lições importantes podemos tirar de um jogo de futebol não é verdade?  

Pois é cara pálida, ao contrário da torcida de um time de futebol a Igreja de Cristo é tão faccionada não é verdade? Somos tão divididos, tão focados em nosso mundinho!

Que Deus tenha misericórdia de cada um de nós e abençoe graciosamente sua Grei.

Nele,

Renato Vargens





7 comentários:

Pr. Renato,

Também amo futebol. Aqui em Recife torço pelo Náutico aí no Rio tenho uma simpatia pelo Flu.
Lembro de uma vez que fui ao Maracanã com meu primo para o jogo Flamengo e Paraná pela Libertadores.
O interessante é que tinha um vascaíno no meu da torcida do Flamengo. Petguntei o que ele fazia ali?
Simplesmente estava acompanhando um amigo flamenguista que estava com a mãe na UTI e fora ao jogo "extravassar" diante da dor que estava enfrentando.
Falei de Jesus para aquele jovem e ele respondeu que aceitava a Jesus e que procuraria uma igreja.
Os legalistas acham que não podemos ir ver um jogo de futebol, mas quando centenas de servos e servas de Deus estão ali. Deus opera como operou na vida daquele jovem.

E aí o Flu precisa melhorar rsssssssssssss

Paz!!

4 de abril de 2011 18:01 comment-delete

Muito bom, isso é uma realidade... parabéns!!!!

4 de abril de 2011 18:49 comment-delete

Muito bom o texto. Realmente, a igreja esta fracionada e não sabe mais o que é unidade. vários pastores levantam seus muros e cerca buscando construir seus próprios reinos.

Oremos a Deus para que Ele mude esse quadro.

Gostei muito do post, só lamento a escolha do time. rsrsrsrsrs.

4 de abril de 2011 19:55 comment-delete

Isso é uma verdade patente, também vou aos estádios, ver o Hexa, que tem 3 libertadores, 3 mundiais, o maior estádio particular do mundo, falta união nas igrejas

4 de abril de 2011 22:02 comment-delete

Como sempre vc me surpreende, é muito poder pensar, e é isso que vc tem me feito fazer, pensar e repensar meus conceitos cristãos!!!!Abraço!!!!

4 de abril de 2011 23:48 comment-delete

Pois é, mas tem muita "igreja" feito algumas torcidas organizadas que quebram o pau com torcedores do time adversário, fazem mutirão e destroem o ônibus dos jogadores, há juiz safado que rouba, há presidente de clube sem escrúpulos, há jogadores sujando e envergonhando o time...
É tudo parecido mesmo! Com a vantagem, que irmãos de duas denominações diferentes podem ficar juntos, mas torcidas rivais é cada um pra seu lado!

5 de abril de 2011 01:08 comment-delete

Paz, pastor!

Sinceramente não suporto futebol. Nunca gostei - muito diferente de três de minhas cinco filhas que adoram. Mas as lições que o senhor nos fez refletir são excelentes!
Parabéns pela feliz ilustração e comparação.

Pr Aécio
http://iberosampa.blogspot.com

5 de abril de 2011 17:31 comment-delete