A verdadeira identidade de Cleycianne

Clique na Imagem para ampliar

7 comentários:

E todo mundo pensando que "ela" era loira. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

13 de maio de 2010 13:57 comment-delete

Affffffffff!!!

Ele tem a imaginação bem fértil!!

13 de maio de 2010 14:04 comment-delete

Somente estou com pena de quem está apaixonado pela "Cleycianne". Que decepção. (°o°)

Anônimo
13 de maio de 2010 15:04 comment-delete

Certo, mas com o nome de Jesus não se brinca. Ele já estaria decapitado se fôssemos extremistas, mas como é Deus quem age, e mostra seu amor para com todos, quem sabe um dia o faz perceber que brincar com o nome de Jesus não é bom?

13 de maio de 2010 15:35 comment-delete

Eu desconhecia a existência da auto-intitulada "diva do Senhor" até que a questão foi levantada em um grupo de discussões que participo.
O Thiago diz que é humor. Eu não achei nada engraçado.
Não é edificante em nada e certas postagens tem um teor quase que pornográfico.
Fez sucesso, mas com certeza, foi uma infeliz idéia...

13 de maio de 2010 18:40 comment-delete

Ora, ora. A brincadeira é péssima. Porém, ele tem razão, o que vemos por aí? Ele simplesmente montou o esteriótipo da maioria dos evangélicos.Vê diabo em tudo, usa jargões, etc.
Só ficou mais feio porque a linguagem é muito chula e gay, eu convivi com muitos gays e amava essa linguagem "rosa chiclete",o fake é uma biba afetada achando que é crente, e da pior categoria, legalista, exagerada e esteriotipada.Lamentável é ver que alguém um dia acreditou que poderia ser verdade, é grotesco o blog, as fotos montadas, isso não existe.
É isso, um nojo!

13 de maio de 2010 20:15 comment-delete

Estou com a Márcia na questao do estereótipo. A idéia é ruim, mas na verdade somos nós que fomentamos essas iniciativas. E há muitas semelhantes:

Quem nao lembra da promoçao: "Venha ao culto e ganhe um play station"? Pois é; aquilo também era fake.

E a água 100% Jesus? Outro site criado para ridicularizar. Mas todo mundo acreditou que era verdade, porque de fato é bem assim que o comércio gospel funciona.

Teve ainda a "missao evangélica paquerar para salvar". Lembro que houve alvoroço na UBE (uniao de blogueiros evangélicos), e muita gente postou mensagens contrarias, todos pensando que estavam diante de uma iniciativa legítima.

Nos três casos, ninguém desconfiou que eram fakes. Por que razao? Porque é exatamente assim que a grande maioria dos evangélicos se comportam.

Cleycianne é um personagem debochado e de mal gosto, mas infelizmente nao está muito distante do que acontece no absurdário gospel.

Paz e bem,

Leonardo.

14 de maio de 2010 11:00 comment-delete