Você entende o evangeliquês?

Por Renato Vargens

Este varão é canela de fogo. O pregador da noite é fogo puro. Aquela irmãzinha que caiu no rétété. Deus desenrolou o mistério pro vaso? Eita manto, né? Não dá mole não que o chicote queima, irmão! Ah! graças a Deus que eu conquistei a minha rebeca! Sim, porque jovem solteiro é treva, irmão! Tá amarrado! A abençoada é uma jovem crente! Consegui fugir dessa Jezabel que era laço! Julgo desigual não vale! É benção. Misericórdia! Oh glória! Somos cabeça, não cauda. Determine a benção! Quando eu era do mundo... Queima! Geração apostólica. Amém ou não amém?

As expressões acima são algumas que ouvimos de nossos irmãos em Cristo. Dependendo do grau de relacionamento com os “crentes” o indivíduo que com ele se relaciona não entende absolutamente nada do que se é falado. O que dizer então das canções ministradas em nosso culto? Incendeia Senhor a sua noiva, Incendeia Senhor a sua igreja. O sangue de Jesus me purifica, toque no altar, e por aí vai.

Pois é, como dizia o filosofo Chacrinha quem não se comunica se trumbica, e vamos combinar uma coisa? No que tange a comunicação estamos mal das pernas. Termino essa crônica lembrando a canção de João Alexandre que diz:

“No show da fé milagre é tão natural
Que até pregar com a mesma voz é normal...
Nesse evangeliquês universal...
se apossando dos céus...
Estão distantes do trono, caçadores de deus ao som de um shofar
e mais um ídolo importado dita as regras para nos escravizar."


Pense Nisso!
Renato Vargens

P.S: Se você conhece outras expressões do evangeliquês, compartilhe-as publicando-as neste blog, assim você ajudará algumas pessoas a entenderem o que se fala em nossas igrejas.

21 comentários:

Aqui no nordeste, usa-se muito a expressão: "Voçe foi tirado do
lamaçal de pecado". Esta e outras expressões são comumente usada para
evangelisar. Usa-se tambem "nós que viemos do egito, e fomos libertos
para viver com Cristo". josias pimentel

Anônimo
1 de junho de 2008 12:35 comment-delete

Aqui em Goiânia,falam-se muito:´
"SÓ JESUS NA CAUSA"
Agora pra mim a pior frase que um crente fala,porque não vigia,e não quiz tirar da sua boca,é a seguinte:
"NOSSA SENHORA".
Isso pra mim é o fim,está precisando ter um renovo no seu vocabulário evangeliquê e ler mais a bíblia,ate porque Jesus falava bem simples e por parabóla,para que todos que estava ouvindo-o era para ender a mensagem que Ele estava pregando.
Vamos ter cuidado no falar,nas vãs retições,no linguajar,vamos ser diferente como Jesus era aqui na terra,não precisamos de frases chamativas pra atrair a atenção das pessoas,o que devemos fazer e a diferença,ai sim atrairemos as pessoas p/o caminho da salvação,mas com frases que levam as pessoas a refletir que precisam do Salvador,e que estas frases do evangelique sejam riscadas do nosso vocabulário,para não sermos motivos de chacotas de ninguém,e sim referencia de crentes que tem um vocabulário simples e cheios de virtudes,igual o de Jesus e de muitos homens como Paulo e Pedro que ganharam muitas almas p/Cristo,com palavras que edificaram e restauraram vidas,e libertaram cativos,palavras que deram vidas a moribundos,palavras e frases como a que Jesus disse p/o cego de Jericó,palavras que Jesus disse p/o salteador la na cruz,"AINDA HOJE NOS VEREMOS NO CEÚ, isso sim que são vocabilário correto na boca de um verdadeiro cristão.
Shalom!
Nivany / Goiânia - Go

1 de junho de 2008 16:11 comment-delete

Muito interessantes suas ponderaçoes pastor e essa ultima nao é diferente...muito oportuna.
Mas o que o nosso irmao postou acima é uma realidade quantas pes
soas que dizem crentes acabam fa
lando nossa senhora ou até mesmo
ave maria.....realmente precisamos
ter um melhor controle daquilo que
falamos.Parabens pastor por suas postagens inteligentes e edifican
tes que nos fazem pensar.

1 de junho de 2008 17:09 comment-delete

No interior de São Paulo eu já ouvi a expressão "tá na carne" quando o crente tá nervoso ou fez algo tido como 'mundano'; ou ainda, "cobre com Teu sangue". O pior é a forma de se referir aos diferentes tipos de evangélicos conforme a sua crença em relação ao Espírito Santo e os dons: "pent" para os 'batizados' no Espírito Santo e "trad" para os 'frios' históricos.
Tá muito comum, também, ouvir "repita comigo" nas mensagens e aí a pessoa é levada a repetir alguma sentença mesmo sem ter tido tempo para examinar o que está sendo 'obrigada' a falar.

Eduardo.

Anônimo
1 de junho de 2008 20:22 comment-delete

Este comentário foi removido pelo autor.

1 de junho de 2008 23:31 comment-delete

Tem muitas outras engraçadas quando você encontra um varão da Igreja e ele pergunta : E ai irmão tá no monte ou tá no vale ? ai vc chega na Igreja o Irmão pergunta , quem trouxe o livro da capa preta em baixo do braço ? Ai o outro responde trouxe sim irmão mais tô passando um vento... ai o outro que isso varão ? vamos destruir esse faraó , vamo botar betume nessa fortaleza , vamo tirar o irmão do egito . Nisso tem um cara de longe obsevando a conversa , o outro fala a minha varoa caiu ... , ai o outro ..Irmão os olhos de fogo está na frente da situação mais vamos chamar o varão da espada para guerrear , o general tá no comando e o soldado tem que marchar e o egito vai ficar pra trás e os carros vão quebrar e o gafanhoto vai sumir e vamos ter que contemplar e é agora , a Irmanzinha vai jogar o joelho no chão e o general vai colocar a mão ... e assim vai a coversa , o cara que tava de longe olhando pensa ... Esses evangélicos são tudo doido , DEus me livre

1 de junho de 2008 23:39 comment-delete

Caro pastor Renato e pessoal. È por isto=(linguagem figurada), que os judeus em sua maioria, não so eles, assim como toda a parte muçulmana não creem em Jesus como sendo o salvador prometido, mas o teem como um simples profeta!!! Davi foi um rei bem rico, logo, suas raizes tambem deveriam ser. Para eles, Jesus deveria ter nascido num luxuoso palacio para se tornar rei, e libertador de todo o Israel.
O leão é considerado em todo o mundo, um rei na verdade, + de todos os animais da floresta onde vive.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
"Você entende o Evangeliquês" do VT????

Joanite

Anônimo
2 de junho de 2008 11:53 comment-delete

É Pr. Renato, o Sr. tem toda razão. Esse "evangeliquez" não tem nada haver conosco.
Algumas igrejas neopetencostais querem ser exclusivos até na forma de se comunicarem entre si.
Eu particularmente considero tudo isso uma infantilidade. Que para os líderes dessas igrejas, é uma oportunidade de manipularem a sua membresia.
Só quem entra quem é da "geração CD", ou seja, crentes que só se alimentam nos cultos, e quando têm acesso à Palavra, é por meio de pregações vendidas em CD (enlatados). Abrir a Bíblia para ler, estudar, analisar é algo raro na vida deles. Por isso criam esses jargões que não tem nenhuma relação com verdadeiro cristianismo.
Infelizmente este é o retrato do cristão, que está exposto no Brasil.

Um abraço!

Gilmar

Anônimo
2 de junho de 2008 13:38 comment-delete

hehe, o Beto relatou muito bem o que ocorre e com muito bom humor!!

Mas este jeitinho de falar "evangiliques" é também o que ocorre com outros grupos que possuem identidade entre si, fechanco-se com suas "gírias".

Precisamos tomar cuidado sim, pois esse jeito chega de mansinho e quando percebemos quem está de fora não nos entende e a comunicação do evangelho sofre!

Valeu Renato!!

3 de junho de 2008 13:49 comment-delete

Soube de mais um: "sapatinho de fogo"

E por aí vai.

Renato Vargens

3 de junho de 2008 13:54 comment-delete

Cantei e toquei muito (contra a minha vontade a canção citada no artigo: "Incendeia, Senhor a sua noiva... E ele vem, e ele vem saltando pelos montes" na igreja que fui membro até a pouco tempo... Achava a canção de mau gosto, ridícula e muito engraçada, principalmente na parte "saltando pelos montes"... Só imaginava um monte de carneirinhos saltando pelos montes...
Mas sempre fui contra a esse tipo de canção inócua e sem sentido... Enquanto canções que edificaram a minha vida, fui impedido de cantar.( até hoje não entendo porque exatamente)Isso é triste, mas por outro lado serve para que a gente entenda que perfeito e claro na comunicação de sua graça mesmo, só o Senhor.
Quanto às expressões, acredito que isso vai de cada "tribo". O ser humano tem essa característica. São reunidos em "tribos" (grupos) e para cada tribo, um linguajar diferente... O meio faz o indivíduo e se o meio em que se está inserido é usado um tipo de dialética, então todos se sentirão bem à vontade usando essa dialética. Na verdade, se sentirão muito bem e devidamente inseridos no grupo. Como os Fankeiros possuem um tipo de gíria, assim também, nós evangélicos também temos um jeito de falar que apenas para lembrá-los, algumas expressões saem exatamente de trechos de textos bíblicos, o que é compreensivo.
Não acredito ser uma atitude amigável criticarmos nossos irmãos por causa disso. É claro que isso também tem a ver com cultura e conhecimento, mas quanto a isso, vejo que o melhor de tudo é que apesar de expressões muitas vezes incompreensivas para a maioria dos humanos (rs), as misericórdias do Senhor são a causa dos que não usam e dos que usam essas expressões, não serem consumidos.

Minha opinião

3 de junho de 2008 16:18 comment-delete

Tem o evangeliquez do outro lado também.
O cara chega e pergunta: Voce é tulipa?
Eu olho pra ele e digo, sou é homem, rapaz vê se me respeita!!!

Wilson S. Bento
12 de novembro de 2009 16:10 comment-delete

É... eu posso falar inglês e não ser de um país que tenha o inglês como lingua mater. Não é verdade?
E por não falarmos esse "evangeliquês" muitos acham que não somos cristãos.

Carlos Gomes

Anônimo
12 de novembro de 2009 18:03 comment-delete

é tremendo irmão!

aleluias!

aff... triste mesmo...

12 de novembro de 2009 18:24 comment-delete

O vocabulário evangeliquês muda dependendo da denominação. As Assembléias de Deus tem o mais falado mas não é tão exclusivista (aliás como em tudo) quanto à Congregação Cristã do Brasil (CCB) que só falam entre eles, a Deus é Amor também tem o seu, que é uma mistura da AD e CCB. Curioso são os pastores da IURD que tem o mesmo timbre e tonalidade de voz do sumo sacerdote Edir Macedo, acho que eles escolhem a dedo. É o marketing da fé.

Antonio
13 de novembro de 2009 23:27 comment-delete

Caiu da graça
A mão de Deus pesou
Deus preparou
Saúda o irmão com a paz de Deus
Ô glória
Aquele é criatura ( quem ñ é da CCB)
A irmandade (os da CCB)
:)

14 de novembro de 2009 21:06 comment-delete

"Terra de cemitério!" Ops...

"Terra de mistério!"

"Esse vaso é do manto!"

"Sangue, fogo e coluna de fumaça!"

"Eita glória"

"Dá lugar, varão!"

Etc

Etc

Etc

10 de abril de 2012 22:29 comment-delete

Muito bom todos os comentário ! Acho que evangeliquez é falta de cultura, de educação... a igreja não é um circo. Canela de fogo, reteté de Jeová...nadando no azeite...que tristeza ouvir isto nas canções evangélicas e o pior, o povo glorificando sem sequer prestar atenção na letra, no conteúdo, na mensagem. Me sinto envergonhada. Falta de leitura biblica, de ensinamentos em escolas dominicais. Sou de igreja pentecostal, mas me sinto profundamente envergonhada...

3 de fevereiro de 2013 23:46 comment-delete

Nao acho falta de respeito nao, ate pq Jesus foi muito simples o que os Judeus queriam era alguém 'top" nos bens materiais como foram os reis anteriores..Porem Jesus veio p romper tudo isso... Não me escandalizo por ouvir : eita manto! Canela de fogo! e outras mais... São pessoas de coração sincero sem eloquência e ou sofisma! Agora eu tenho que me preocupar mesmo é com a minha Salvação... Graças e Paz! A Paz do Senhor!! ... a todos!

19 de junho de 2015 16:17 comment-delete

Saltando pelos montes, quem? Deus? É herético! Colocar Deus como um bobo saltitante, o Senhor é Deus de caminhos retos e certos... O povo brinca muito!

10 de maio de 2017 16:14 comment-delete

Aqui em Curitiba. Dizeres da Deus é Amor.
Aquele é fariseu = é perseguidor
Eita Glória!
Mistério de Jeová.
Espada = bíblia.
Varão e Varoa = homem e mulher que servem á Deus.
Usado demais = servo abençoado na obra de Deus.
Vaso= homem e mulher que realizam a obra de Deus.
Ooh Labareda!= pessoa mto usada nas mãos de Deus.
Monte= local ermo/ retirado que se usa para oração.
Avivado = culto alegre.
Fogo Puro! = culto muito abençoado, ou pessoa abençoada na obra.
Só no óleo = só na oração, passando luta mas tendo mta fé.
Só o sangue do Cordeiro= Mesmo que Meu Deus! ou Misericórdia!...cada coisa.
Sangue e Fogo! = tah queimado, desfeito, repreedido em nome de Jesus!.
A Paz do Senhor bençãos do Senhor. Cada um tem sua maneira de se comunicar melhor com seu irmão. Mesmo assim é bom vigiar com certos dizeres.

5 de julho de 2017 02:02 comment-delete