sábado, maio 31, 2008

Sexo sem-vergonha!


Renato Vargens

Esta geração tem banalizado de forma substancial os relacionamentos sexuais. Em nome da liberdade advoga-se que cada um deve relacionar-se sexualmente com quem e com quantos quiser. Para estes o sexo é um grande parque de diversões, onde o amor não precisa necessariamente se fazer presente, na verdade, o que vale é sentir prazer.

A Revista Veja publicou em 12 de março de 2003 que cada vez as mais mulheres estão aderindo a uma prática que já foi exclusiva dos homens: o sexo casual. A revista em questão fala a respeito de uma moça, estudante de publicidade que se considera uma menina "totalmente normal" e não vê nenhum problema em manter relações sexuais com alguém que acabou de conhecer. "Para fazer sexo, basta eu ter vontade", define. Ela conta que certa vez flertou com um desconhecido no balcão do check-in de um vôo para o Nordeste. O vôo foi cancelado e a companhia acomodou os passageiros em um hotel. "Fomos para o quarto e passamos a noite juntos". No dia seguinte, não trocamos telefones, nada. Foi pura atração física.

Para piorar as coisas, a mais recente moda é ter sexo sem compromisso com um amigo. O nome dado a essa prática é "Fuck Buddy". Em outras palavras isto significa dizer que os jovens estão fazendo sexo com pessoas muito próximas: os amigos. Os praticantes do fuck buddy dizem que se envolver com pessoas conhecidas facilita a situação, porque ambos se respeitam e se conhecem intimamente.

Pois é, comportamentos como estes afrontam os pressupostos bíblicos e cristãos. Deus não criou o homem para viver em um estado de libertinagem. Diante de tempos tão difíceis como os que vivemos torna-se indispensável que a igreja evangélica se posicione audaciosamente contra a promiscuidade que tanto nos apavora. Para tanto, é absolutamente necessário que regressemos a Santa Palavra de Deus, fazendo dela nosso referencial de vida, como também nosso baluarte de vida e santidade.

Como cristãos, não devemos nos curvar diante da imoralidade que tem destruído parte da sociedade brasileira. Como discípulos de Senhor, temos por missão anunciar a esta geração, Cristo, o qual é único capaz de satisfazer o vazio da alma humana.

Pense nisso!

Renato Vargens
nuno disse...

Muito oportuna sua ponderaçao, sobre sexo sem vergonha.Infelizmente aquilo que Deus criou está sendo banalizado
desrespeitado tudo em nome de um
amor que na realidade nao passa
de paixao..Parabens por mais essa
ponderaçao.

Anônimo disse...

Não querendo apoiar os homens, mas acho que nisso quem leva desvantagem mesmo é a mulher. Perguntei um amigo se ele iria casar com a garota que ele estava mantendo um relcionamento. Ele me respondeu, "deusmilivre, eu quero casar com uma moça de família."

Lanes disse...

IRMÃO,
o mundo está de cabeça para baixo, mas como está escrito que vai piorar mais ainda, vamos torcer para que fique só nisso.
Não é culpa da pobreza, nem da falta de educação. São os pais, os únicos culpados; em nome da modernidade,deixam os seu filhos fazerem o que querem, sem nenhuma orientação, para não serem chamdos de quadrados.

Ana Paula disse...

Gente, não é uma indagação, sexo bom com um amigo não deveria dar em casamento?

Do que a juventude foge? O que a mídia quer tanto apoiar? Serão apenas alternativas para que em alguns momentos da vida todos estes sintam saudades daquilo que seus avós tiveram um dia (isto se tiveram algo realmente bom e não apenas formal).

Esta prática é meramente perda de laços. Falta de compromisso, medo de se relacionar mesclado a um pouco de egoísmo do ser humano, já que todo laço inclui aceites e renúncias!!

Uma pena ver a mídia divulgando algo apenas por ser polêmico, pois acredito que se tivessem disposição para fazer uma matéria contrária ainda encontrariam quem valorizasse e quisesse o relacionamento a moda antiga, rs! Talvez a juventude precisasse ouvir isto!!

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Ora, vem, Senhor JESUS.
Reescrevendo,...
SENHOR JESUS, VEM LOGO, PELO AMOR DE DEUS!!!!

VAMOS NOS CONVERTER!!!!

Marcel Diniz disse...

MANTER BONS COSTUMES?

NÃO SE CURVAR PERANTE PRAZERES?

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Amiguinho, o sexo casual não é nada mais que a prova pura da evolução da sociedade, e a verdadeira amostra que a humanidade está pondo em prática o melhor ensinamento que já saiu da bíblia: amai ao próximo.

Sou totalmente a favor do sexo casual e fim do taboo de toda essa supervalorização do sexo, como se ele fosse algo grandioso, atenção para os conservadores por aí: NÃO É.

Sexo é tão comum e casual que já virou piada, negócio financeiro e por aí vai. Na verdade, acredito que tentar mantar o sexo como algo grandioso e sagrado é um retrocesso que pode inclusive gerar violência, por exemplo: um marido tipicamente conservador que descobre que sua parceira o trai, NO MÍNIMO vai querer uma briga feia; Já um marido que faz troca de casais regularmente e etc, quando descobre que sua parceira o trai na grande maioria dos casos, apenas vai procurar mais sexo com outro alguém.

De qualquer modo, me sinto escrevendo ao vento, pois sei que você provavelmente jamais irá postar este comentário aqui não é mesmo? Para você necessário manter as ovelhas alienadas, a grande massa de manobra para persistência da violência e pregação de valores que funcionalmente não existem

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only