Após casamento gay, Suprema Corte pode aprovar poligamia

Por Renato Vargens
O portal Gospel Prime publicou a notícia de que após a aprovação do Casamento Gay nos EUA a Suprema Corte poderá a aprovar a Poligamia,  (Leia aqui) o que para mim não é nenhuma surpresa. 
O Juiz John Roberts, um dos 4 votos contrários à legalização do casamento gay na Suprema Corte dos EUA, afirmou que a decisão pode abrir espaço para a legalização da poligamia. O magistrado alegou que os mesmos argumentos a favor de tais uniões poderiam ser usados para legalizar a poligamia.
A lógica é que se um casal homoafetivo alega que “sofreria o estigma de saberem que sua família é, de alguma forma, inferior”, por que o mesmo raciocínio não se aplica a uma família formada por três (ou mais) pessoas criando filhos?
Correntes do mormonismo, seita que pregava a poligamia até ela ser criminalizada nos EUA, comemoraram. A nova legislação sobre igualdade de casamento já permitiu que mórmons fundamentalistas do estado de Montana entrassem com pedido de uma certidão de casamento civil para o marido e a segunda esposa.
Longe do aspecto religioso, o influente site sobre política americana Politico.com publicou uma extensa sobre o tema, defendendo a prática como o “próximo passo do liberalismo social”. O argumento central é que os homossexuais já viviam maritalmente antes da legalização. Ou seja, adeptos do ‘poliamor’ também deveriam lutar pelos seus direitos e quebrar o ‘tabu’. É apenas uma questão de tempo até que cheguem na Suprema Corte.
O casamento gay viveu um processo similar, sendo gradualmente aceito em um estado depois do outro até finalmente ser aceito nacionalmente.
Segundo uma pesquisa do Gallup sobre valores morais, a poligamia era considerada moralmente aceitável por 7% da população em 2003. Na reedição da pesquisa em 2015, o percentual saltou para 16%.
Caro leitor, definitivamente percebemos que os conceitos judaicos-cristãos aos poucos vem sendo desconstruídos na sociedade. Sem a menor sombra de dúvidas, um abismo tem chamado outro abismo. Aos poucos o conceito bíblico de família vem sendo relativizado. Hoje, para a sociedade, o casamento não é mais entre um homem e uma mulher, amanhã a poligamia será aceita, depois só Deus sabe o que nos aguardará.
Renato Vargens

7 comentários:

Realmente, estão querendo destruir definitivamente a família tradicional! Jesus esta voltando!!

http://kellyluque.blogspot.com.br/

5 de julho de 2015 17:01 comment-delete

Renato,

Acho que como você mesmo comentou, tem gente vivendo nesta situação mesmo não havendo lei. Havendo lei sobre poligamia, mesmo sendo "torta" no quesito moral, ela tentará proteger estes relacionamentos que já existem.
Imagine duas mulheres casadas com o mesmo marido, tendo filhos etc. Uma casada no papel e a outra não. O marido morre, uma recebe assistência (aposentadoria, herança, etc) porque legalmente é a casada, já a outra não.

Agora, lamento em saber que tem gente que se sujeita a dividir marido com outra, ou dividir esposa com outro.

Não consigo imaginar possibilidade de felicidade num casamento poligâmico. Não tem como fugir do que aconteceu com Jó e suas duas esposas: Ele não satisfazia as duas, não conseguia ser pai para todos os filhos, as mulheres competiam entre si, os filhos competiam entre si...

Um verdadeiro inferno em forma de família!

Agora sobre tua frase final, acho que as próximas distorções vão ser legalização da pedofilia e da zoofilia.

Não adianta. Desde que existe homem caído nesta terra, há aberrações dos mais variados modos. Apenas estão colocando no papel e citando por parágrafos o que há tempos o homem tem feito de forma calada.

Que Deus ajude Sua Igreja a pregar o Amor de Cristo que constrange o pecador dos seus pecados e regenera as vidas pelo operar do Espírito Santo!

Abraços.

HP
6 de julho de 2015 05:29 comment-delete

Caro HP,

Se estiver lendo, vale recordar que em outra conversa, eu havia dito que isso abriria margem para ser aceito outras formas de relacionamento.

6 de julho de 2015 10:11 comment-delete

Louvo a Deus pelos fatos que andam acontecendo nesta última hora. É estarrecedor, preocupante e vergonhoso. Porém, é Bíblico! Um bom aluno da Escola Bíblica Dominical, frequentador assíduo dos cultos de ensino ou aluno de uma boa academia teológica, sabe que tudo isto são alguns sinais de que, o mundo caminha para a condenação e que, Jesus Cristo está voltando. Batalhemos pela fé que uma vez nos fora dado, em breve deixarem este mundo de pecados.

6 de julho de 2015 13:31 comment-delete

"Jacó".
Não Jó.

HP
6 de julho de 2015 15:01 comment-delete

Sim, eu concordo contigo Rafael, mas apenas acho que estão colocando no papel o que o homem tem feito às escondidas desde a queda.

Deus te abençoe.

HP
6 de julho de 2015 15:04 comment-delete

Embora muitas profecias ainda não se cumpriram, é incrível notar, como o palco esta sendo montado precisamente para o cumprimento das mesmas!

8 de julho de 2015 07:52 comment-delete