sábado, agosto 06, 2011

Não julgue o livro pela capa!

Por Renato Vargens

Por acaso você já se deu conta que somos pessoas extremamente preconceituosas? Já percebeu que possuimos um grande facilidade de excluirmos do nosso círculo de relacionamentos aqueles que pensam, sentem ou se vestem diferente da gente?

Pois é, lamentavelmente somos experts no assunto de julgar as pessoas pela sua aparência. 

Por favor assista o vídeo abaixo e me diga se não tenho razão!


Renato Vargens

PS: O video abaixo foi postado originalmente no Pulpito Cristão.

Filipe Luiz C. Machado disse...

Olá, Renato.

Embora concorde plenamante sobre que não devemos julgar o livro pela capa, o vídeo em questão expressa o evangelismo arminiano de nossos dias - sempre voltado para o entretenimento como forma de alcançar os ímpios.

Deve-se entender que a igreja nunca foi e nunca será relevante para o munddo, pois odeia o que a igreja ama e ama o que a igreja odeia. Se os ímpios são atraídos para as igrejas por causa do entretenimento, então é isso que a igreja colherá: homens e mulheres viciadas em um Jesus [genérico] que entreta-as e lhes dê "algo para fazer nas horas vagas".

Certamente que o jovem "cristão" do vídeo julgou o jovem baterista pelo seu estereótipo, contudo, o jovem baterista também demonstrou o tipo de evangelismo que é feito hoje em dia: centrado no homem e não em Deus.

Em Cristo,
Filipe Luiz C. Machado
www.2timoteo315.blogspot.com

gg disse...

Acompanho suas reflexões, sempre interessantes, mas dessa eu gostei particularmente, não só pela simplicidade da mensagem como pela realidade que observo nas igrejas em geral.

Comentando o comentário do Filipe Luiz, não creio que o jovem que convida esteja centrado no homem; creio, sim, que essa é uma das formas de nos chegarmos, inicialmente, às pessoas - pela música e louvor. A graça de Deus é multiforme, os chamados também. Somos seres tão complexos...

Muito legal!
Abraços

Johnnÿ Sleazer disse...

Discordo em parte do comentário do Filipe, pq me deixa como se eu não fosse um cristão de verdade SÓ pq eu curto rock e me visto à caráter, uso o rock SIM como meio de falar a palavra de Deus e nunca deixarei de usar, pq REALMENTE SEI q Deus me mandou fazer isso, agora q de fato muita gente "evangeliza" de formas erradas (como eu vi num evento ontem numa igreja aki perto), ai sim, concordo

Bruno disse...

Gostei demais do vídeo, creio q a mensagem dele não passa por quem é Arminiano ou Calvinista, foi só um convite e claro a gente pensa q o vestido normal é quem a locução porém não é isso! Concordo com o Pr. Renato, julgamos demais e acabamos por ser responsabilizados por não apresentar ao pecador o seu pecado e os desígnios de Deus.

Anônimo disse...

GOSTEI !!!

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Sou guitarrista, e CERTAMENTE sou severamente julgado pelo meu jeito de tocar. Acontece. Nem mesmo JESUS, que foi o único cara normal a andar nesta Terra, conseguiu agradar a todos (e ele nem tentou...). Quanto mais eu!!!!

thiago quadros disse...

sou extremante underground, envolvido com missões urbanas, sou missionário pela jocum, não oferecemos entretenimento e sim um evangelho verdadeiro centrado na pessoa de Cristo, muitas e varias vezes, sou julgado pela aparência, quando muitos com a melhor das aparências, tem o pior caráter possível,algumas pessoas acabam por se abrir com mais facilidade pra uma pessoa com quem ela se identifica, e na maioria das vezes, a igreja não se identifica com os excluídos, os sem aparência, estão ai, pra ganhar os sem aparência...

Davy Jones disse...

Não vejo problema em tentar me comunicar com as pessoas para transmitir a mensagem do Evangelho, mesmo que isso signifique usar gírias ou me vestir como eles se vestem (se isso não for incômodo ou ridículo para mim, é claro!).
Isso não me faz liberal ou arminiano!

Luiz Fernando Carvalho disse...

Amados,
Realmente quando a "mensagem evangelística" é do tipo "faremos algo legal lá em nossa igreja", isso não reflete a verdadeira pregação do evangelho.
Não devemos convidar alguém para assistir "algo legal", mas para ouvir o evangelho!
Conheço os argumentos de muitos (e já pensei assim...) que podemos usar muitos "recursos" para "atrair" as pessoas... mas é o próprio Deus quem conduz as pessoas ao Seu Filho. E isso é feito pelo Espírito Santo, que usa a Palavra de Deus, a sua espada, convencendo os homens do "pecado, da justiça e do juízo".
Não é por acaso que há muitos nas "igrejas" mantendo seus gostos e desejos "antigos": nunca vieram a Cristo, mas aos "programas legais". E permanecem lá por conta destes programas...
Sim, não devemos deixar de anunciar o evangelho, a qualquer que seja a pessoa. Mas devemos anunciar a Cristo, e não os "programas legais".
Em Cristo.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only