terça-feira, junho 07, 2011

O único poder capaz de fazer o homem vencer o pecado.

Por Renato Vargens
A observância de preceitos religiosos, uma boa criação, compreensão dos valores éticos e morais, ou até mesmo o conhecimento de filosofias distintas não podem impedir o homem de viver em pecado. Na verdade, ouso afirmar que não existe poder no mundo capaz de fazer com que o individuo abandone uma vida de transgressões e iniquidades.

As Escrituras diagnosticam o pecado como uma caracteristica de todo ser humano. A Bíblia é  absolutamente clara em afirmar que independente de cor, raça, sexo e nacionalidade, nascemos em um estado de pecaminosidade, culpa, e morte espiritual. O ensino cristão é de que não existe um homem neste planeta que possa considerar-se justo pelos seus próprios méritos. Na verdade, a Bíblia afirma que “todos pecaram, e que todos estão destituídos da graça de Deus.” (Rm 3:23), diz também “que o salário do pecado é a morte” (Rm 6:23), e que quem peca, “transgride a lei” (I Jo 3:04), e que o pecado faz separação entre os homens e Deus. (Is 59:02)

Ora, segundo o ensino paulino toda pessoa não regenerada pelo Espírito Santo de Deus está espiritualmente morta, fazendo a vontade da carne, do mundo, além de viver uma vida absolutamente escravizada por Satanás.

Em outras palavras, isso significa que cada um de nós nasceu como um completo pecador. Nossa essência é pecadora, todo nosso ser é pecador, nossa mente, emoções, desejos, e até mesmo nossa constituição física está corrompida, controlada, e desfigurada pelo pecado e seus efeitos. Ninguém escapa desse veredicto. Nós somos totalmente depravados. Efésios 2:1 resume a doutrina da depravação total ao afirmar que os homens estão mortos em delitos e pecados. À luz desta verdade sou obrigado a confessar que a condição humana não poderia ser pior e que nada neste mundo possui poder suficiente para libertar o homem do pecado. 

Diante disto afirmo que a Lei, os preceitos da lei, as regras da moralidade, ou até mesmo os ensinos da religião não possuem poder algum para regenerar o homem. Nesta perespectiva não nos adianta anunciarmos  aos incrédulos pressupostos religiosos ou conceitos de ética e moral, simplesmente pelo fato de que nada disso tem poder para regenerá-los. A prostituição, a imoralidade sexual, a corrupção do ser, a podridão do pecado não podem ser vencidas pelos valores da religião. Em outras palavras isto significa que o prostituído, o viciado em sexo, o ladrão, o mentiroso, o adúltero e todo tipo de pecador jamais conseguirá abandonar os seus pecados através dos nossos discursos religiosos.

Ah! Louvado seja o Senhor Jesus Cristo!  Deus movido pela sua infinita graça e misericórdia nos amou tanto que enviou seu filho Jesus para que morresse na Cruz do Calvário em nosso lugar proporcionando a cada um daqueles que amou PODER para vencer o pecado.

Caro amigo, diante desta verdade inexorável sou tomado pela convicção que a única forma do homem se desvencilhar do pecado é sendo alvo da graça de Deus, tendo os olhos por Ele descortinados, fazendo-o enxergar o imensurável amor de Deus através do sacrificio de Cristo.

O homem quando descobre e entende quem é o Cristo de Deus, é  pervadido por uma enorme gratidão o que o faz desejar servi-lo de toda sua alma, além de ansiar desesperadamente pela sua santa presença, abandonando nas prateleiras do passado uma vida de pecado.

Somente Cristo, por Cristo, e através de Cristo o homem poderá abandonar seu pecado e viver em novidade de vida!

Soli Deo Gloria,

Renato Vargens
Thiago Granha disse...

Exatamente isso Renato!
Aquele que está em Cristo "nova criatura é", as coisas velhas ficam para trás independente do que tenha acontecido.
Somente um contato com o Deus vivo nos faz abrir mão das coisas deste mundo e nos arrepender de todo o pecado. Belíssima matéria, continue sempre assim! que Deus lhe abençoe sempre! Amém

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only