Meu testemunho sobre o dia do pastor.

 Por Renato Vargens

Ontem foi um dia especial. Confesso a você que ao final do culto fui tomado por uma enorme alegria! Deixe-me explicá-lo porque: No segundo domingo de junho costuma-se comemorar  em todo Brasil o dia do Pastor. Pois é, quem me conhece sabe  que nunca fui muito ligado a comemorações ou festividades deste nipe, no entanto, em virtude do vi e ouvi na noite de ontem ser-me-á impossível esquecer o dia 12 de junho de 2011.

Foi bonito ver algumas pessoas espontaneamente compartilhando com a nossa igreja a importância do Pastor. Foi marcante observar homens que se converteram meninos, que foram batizados e discipulados por mim e que em breve serão pastores, demonstrando publicamente amizade, lealdade, consideração e respeito para com o seu pastor. Foi emocionantesentir ao final do culto o abraço dos irmãos, das senhoras, das crianças e ouvir dos lábios de inúmeras pessoas expressões de afetividade onde as palavras mais usadas foram obrigado e muito obrigado. Foi significativo sentir-se amado pela liderança da igreja, onde mediante  palavras doces demonstravam sua admiração por pastores que pela graça de Deus não se corromperam diante dos modismos e desvios teológicos dos nossos tempos. Foi impactante observar a amizade no sorrisso dos amigos, no afago dos discipulos, nas brincadeiras dos adolescentes, nas palavras de parceiros que caminham ao meu lado por quase 20 anos.

Prezado leitor, diante do exposto, resta-me portanto, agradecer ao Eterno pelo privilégio de ser pastor de uma igreja tão amável e acolhedora como a Igreja Cristã da Aliança.

Muito obrigado Senhor pela sua graça e bondade!

Pr. Renato Vargens

PS: Obrigado também as dezenas de manifestações por mim recebidas no facebook e no twitter.

1 comentários:

Renato,

você como calvinista talvez possa me esclarecer algumas dúvidas.

quando vc diz que você é calvinista isso quer dizer o que exatamente:

Você crê no batismo infantil (discordando de Spurgeon...)?

Você está no lado de Stott ou de Lloyd-jones no que diz respeito ao batismo com o Espírito Santo?
Você é supralapsariano ou infralapsariano?

Você é complementarista ou igualitarista? (papel da mulher...)

Você é amilenista ou tem outra posição escatológica?

Você crê que Deus ama todo pecador que ouve o evangelho e nesse amor deseja a salvação de todo o pecador como defendido por Spurgeon e Ian Murray ou está do ao lado de David Engelsma em criticá-los duramente por essa posição?
http://www.monergismo.com/textos/calvinismo/Hiper-Spurgeon_Engelsma.pdf

Você é cessacionista ou crê na atualidade dos dons?

Você, como alguns calvinistas radicais, considera os não-calvinistas como hereges? Ou tem algum desprezo por eles? Ou sente aversão a quem se opõem a alguns conceitos calvinistas?

Você é determinista (mesmo não sendo fatalista)? Você acredita que a sua oração serve para que??

Você realmente acredita que existe uma total correspondência entre calvinismo e evangelho?? Se não, então pode haver alguns erros no calvinismo... não é??

Você não acha estranho toda essa exaltação (para mim quase veneração) que os seguidores de Calvino prestam a ele?

Resumindo, o que é calvinismo afinal de contas... tirando o TULIP para mim parece que só sobra discordância entre os calvinistas.

andré
13 de junho de 2011 17:09 comment-delete