A única solução para a violência do Rio de Janeiro

Por Renato Vargens 
O Rio de Janeiro tem sido foco da atenção de todo Brasil em virtude da guerra travada no complexo de favelas do Alemão.

Lamentavelmente a fama dos bandidos cariocas é a pior possível. Os relatos publicados pela imprensa são de assustar os mais frios dos homens. Infelizmente as histórias de traficantes  que decapitaram seus inimigos se multiplicam aos borbotões.  Junta-se a isso o fato de que a cada semana ouvimos casos de chacinas onde crianças barbaramente são assassinadas, isso sem  falar nos crimes descabidos e hediondos que diariamente ocorrem nos sinais de trânsito, onde cidadãos de bem pagam com a própria vida o descaso do Estado.

Caro leitor, o estado  de depravação e pecaminosidade desta gente é absolutamente desesperador. Na minha perspectiva, pessoas como estas,  são irrecuperáveis! Por mais que o Estado queira, não lhe é possível regenerar pessoas deste nipe, mesmo porque, Individuos assim, chafurdam "alegramente" no pecado escravizados a um comportamento recheado de iniquidades cujo principal prazer é a morbidez.

Isto posto, acredito que a única maneira de um bandido experimentar uma definitiva recuperação seja através da ação do Espirito de Deus. Ora, Somento o Espírito Santo tem poder para regenerar o homem. Somente o Espírito de Deus tem condições de metamorfosear a natureza humana.

Prezado amigo, a regeneração é um ato exclusivo de Deus, como também  uma demonstração maravilhosa de Sua onipotência.  Mediante a pessoa e agência do Espírito Santo, Deus regenera ou dá o novo nascimento àqueles que estão mortos em seus delitos e pecados. Este novo nascimento é operado no pecador pela obra onipotente do Espírito de santidade. Este é um ato divino e onipotente; portanto, segue-se que o próprio pecador não pode fazer absolutamente nada para assistir em sua produção. A regeneração da alma é exclusivamente a obra de Deus. Ela não é de forma alguma atribuível ao desejo ou esforço do seres humanos caídos, pecadores e espiritualmente mortos (João 3:5-8; Efésios 2:8-10; Colossenses 2:13)

Regeneração não é uma mudança de mente ou propósito fabricado pelo  pecador ou por métodos educativos do Estado.  Regeneração é a criação de um novo coração ou de uma nova vida interior através do Espirito Santo.

Diante disto, ouso afirmar que a solução para o Rio de Janeiro encontra-se no Evangelho da Salvação Eterna. Sim! Eu Creio nisso! Creio no poder do Evangelho! Creio na eficácia da Cruz de Cristo, creio na ação do Espirito Santo, creio no arrependimento de pecados, creio na transformação do pecador.

O reformador francês João Calvino acreditava que devemos fazer uso total das oportunidades que Deus dá para evangelizar. "Quando uma oportunidade para edificação se apresenta, devemos perceber que uma porta foi aberta para nós pela mão de Deus a fim de que possamos introduzir Cristo naquele lugar e não devemos nos recusar a aceitar o generoso convite que Deus nos faz."

A luz desta afirmação acredito que mais do que nunca cai sobre nós a responsabilidade de pregar e anunciar Cristo. É tempo de pregarmos o arrependimento de pecados e a fé em Cristo para a Salvação do homem.

Cristo, somente Cristo, pode converter o coração de pecadores em santos, somente o Espirito Santo tem poder para transformar  bandidos em homens de Deus.

Pense nisso!

Renato Vargens

4 comentários:

Amigo Renato,

Concordo plenamente com a tua afirmação. O Evangelho (cf Paulo) "é o poder da salvação de TODO aquele que crê." Como Paulo também precisamos nos refugiar na consciência de que nosso Soberano, pelos méritos de Jesus, pode transformar o mais rebelde, o mais arrogante e sádico. E dele fazer uma nova criatura.

Essa não é nossa hora, não é hora das soluções superficiais e humanistas, não é hora da instituição filantrópica, e talvez nem da instituição que chamamos (erroneamente) de "evangélico" ou de "igreja" (já que pouco expressa um entendimento do evangelho ou do senhorio de Cristo). É sim, hora do sobrenatural, é hora do Soberano ser reconhecido e de receber de volta a glória a tanto tempo usurpada por homens.

Que sejamos os embaixadores apaixonados e lúcidos que, como Paulo, entendem que a solução definitiva é a reconciliação com o Pai.

vbh
1 de dezembro de 2010 17:21 comment-delete

Boa tarde Pr. Renato Paz. Concordo plenamente que a igreja de Cristo tem a missão na terra de pregar o evangelho, interceder, orar para que o Espírito Santo convença sobre o pecado a justiça e o juízo (Jo 16.8),e também dar testemunho da santidade e do amor de Deus. Porém não devemos esquecer que o mal tem muitas formas e atúa em toda a superfície da terra e não somente nessas favelas. A maneira como o mal atúa a través desses traficantes é explícita, fora das leis humanas e digamos chocante mas existem outras formas de o mal atuar que não escandalizam tanto, estão mais disfarçados não obstante os efeitos podem ser devastadores. Um dos piores males senão o pior é a hipocrisia nas igrejas, a falsa religiosidade que nosso Senhor Jesus tanto combateu. Também não esqueçamos que a Palavra nos ensina que nos últimos tempos a iniquidade irá aumentar. “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia (1 Corintios 10:12)”.

1 de dezembro de 2010 18:05 comment-delete

Num debate da rádio melodia participava um pastor que é policial militar, e ele presenciou a prisão do zeu, e disse ter a oportunidade de falar de DEUS assim: Qual seu nome ? R: Elizeu, sabe que quem pôs este nome em você acharia que serias um servo do altissimo ? R: um longo silêncio, Preste atenção, DEUS te deu uma chance de estar vivo e ser preso sem um arranhão, reflita e aproveite se for seu desejo pois sua vida pode mudar. novamente um longo silêncio, meus irmãos acho que nem sempre é o diabo, não é o social, mas o caráter de má indole, ou seja, a escolhar pessoal porque observei nas filmagens da vila Cruzeiro e o Alemão muitas igrejas espalhadas, então JESUS está a porta para quem quizer deixar ele entrar.
Quero aqui dar parabéns a todo aparato que trabalha nesta operação de tomada de mais um local que era do crime.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

1 de dezembro de 2010 19:25 comment-delete

Jesus Cristo é solução para tudo, mas apenas para os que o aceitam.
Não creio que essa solução sirva para o Rio de Janeiro não.
Os brasileiros em geral, com essa historinha de paz, deixam tudo acontecer e não fazem nada. Deixaram os governos e polícias que existem para por ordem nas coisas de mãos atadas. Tem que prender bandidos com buquês de flores. E ainda tem os direitos humanos e os advogados que não deixam os criminosos serem punidos como deveria, e a Bíblia mesmo diz: "Para que seja extirpado o mal do arraial", enfim, os homens querem ser mais bonzinhos do que Deus. Deu no que deu.
Infelizmente, os homens amam mais as trevas que a luz.
E a salvação não é para todos.
Aliás, muitas igrejas "super poderosas" surgiram exatamente nas favelas do Rio de Janeiro.
É incrível ele ainda não ter dado jeito naquele lugar.
Zenaide

Anônimo
2 de dezembro de 2010 07:38 comment-delete