sexta-feira, junho 18, 2010

José Saramago morre aos 87 anos. Acabou a cegueira.

Por Renato Vargens

 O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote. De fato, foi uma grande perda para a Literatura mundial.  Sem a menor sombra de dúvidas Saramago foi um dos maiores escritores de todos os tempos. Contudo, Saramago  não cria em Deus. Certa feita ao ser questionado se a doença havia mudado a sua percepção de Deus, o famoso escritor , respondeu perguntando  "por que mudaria?", acrescentando que foram os médicos e a sua mulher que o salvaram.  "Por que precisamos de Deus? Nós o vimos? A Bíblia demorou 2000 anos para ser escrita e foi redigida por homens", declarou. Além disso,  ele ainda disse que a Bíblia é um "desastre", cheia de "maus conselhos, como incestos, matanças". Saramago também afirmou que foi o homem quem inventou Deus, o Diabo e o purgatório, que "hoje está desqualificado".
 
Pois é, Saramago acabou de descobrir que o Senhor Deus está vivo. A cegueira por ele fabricada  durante toda a sua existência, definitivamente acabou. O grande pensador, agora verdadeiramente enxerga que o Senhor criador dos céus e da terra reina soberanamente e que há de julgar todos os homens segundo os seus delitos e pecados.
 
Renato Vargens
PC@maral disse...

Fica claro, não adianta afirmar que Deus é isso ou aquilo, que Deus é invenção dos homens, que Deus não existe. Inevitavelmente chegará o momento em que estaremos diante Dele, quer eu creia ou não, quer eu queira ou não “todo o olho o verá” (Ap 1:7 ). Mesmo que eu lute e combata durante minha vida inteira a existência de Deus, chegará o dia em que serei colocado em Sua presença para ser julgado, “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.” (2 Co 5:10). Deus oferece a Sua salvação à todos e a oportunidade de que cada um se reconcilie com Ele, infelizmente, muitos viram as costas e rejeitam a oferta feita pelo Senhor. Como diz o pastor Renato Vargens em seu texto: Saramago acabou de descobrir que o Senhor Deus está vivo.

Que pena que tenha sido nessas circunstâncias.

Daniel disse...

Um excelente escritor. Se ele acreditava na sua crença ou não, aí é outro assunto. A mania de muitos crentes é achar que se tal pessoa não crê na sua crença, está fadada ao inferno ou sei lá o que. Cada um é cada um. Enfim. Uma pena.

augusto elias disse...

Confesso que eu não sabia da declaração do Saramago.Justamente algo desse tipo eu pensei há alguns meses sobre as pessoas que não acreditam em Deus e que passam a acrediatar após a morte.Lembrei da passagem do Lázaro.Acredito que todos tem um mesmo fim,o escritor português que não acreditava em Deus,como os que acreditam no Senhor Jesus,envolvidos em uma "religiosidade" intensa,falando mal dos irmãos a semana toda e depois pregando a palavra.Tem um mesmo fim,acredito eu também para aqueles que vivem dentro das igrejas e vivendo nos mesmos pecados de antes,enganando a si própio,mas a Deus não enganam.E aí vai para os que cobiçam a mulher do próximo,para os que cometem adultérios e que tem os olhos direcionados para onde não devem olhar.A chance de termos uma vida eterna é agora,pois após a morte sem Jesus o capiroto vai receber de braços abertos e quente.

Guiomar Barba disse...

Ele nunca viu Freud, mas por certo acreditava nele piamente
Nunca viu Nietzche, por certo citou ele muitas vezes
Ele não acreditava em Deus, mas agora... que susto! Existe a eternidade.

Neto disse...

Amado irmão,

Logicamente é uma tristeza saber que ele morreu. E que infelizmente foi nessas circunstancias. Outra coisas tristissima é de saber que ele, sendo inteligentissimo, usava desculpas tão esfarrapadas e ilógicas pra defender a não-existencia de Deus.

Que Deus tenha misericordia.

Irmão, lí a sua enquete "Como você se converteu?", e confesso que faltou uma opção MUITO IMPORTANTE e que não deveria faltar: "Lendo a Bíblia".

Um abraço, Deus abençoe.

Thais disse...

Por que, pergunto eu, vocês acham que alguém vai começar a acreditar em Deus depois que morre? Morreu acabou - e mesmo que não acabe, será que ele volta pra contar pra vocês como é Jesus? Ninguém precisa de Deus ou qualquer outra entidade divina pra sobreviver, e esse fanatismo louco que as pessoas têm é que é algo irracional e ilógico. São desculpas baseadas na religião que eu considero como esfarrapadas. Matar em nome de Deus? Desde quando isso é ser religioso e ter o tão falado amor ao próximo que vocês pregam?

Saramago era inteligentíssimo sim, e foi isso que o fez ver além da religião. Além do fanatismo, além dessa necessidade exacerbada que os religiosos têm de querer ter um deus, ter algo sobrenatural e inexistente a que se apoiar. Infelizmente nós perdemos um grande intelectual, uma grande pessoa, uma grande mente.

Anônimo disse...

Blog desqualificado, sem argumentação. Saramago é rei!

Erick Moreno disse...

Cara, Saramago te disse que "acabou de descobrir que o Senhor Deus está vivo"?

Duvido muito.

Thais disse...

É o mesmo que dizer, depois da sua morte, que finalmente você morreu e não viu, pois nada havia. Ter suas próprias opiniões é valido, mas respeitar a dos outros é mais ainda.

Marcone disse...

Pelo contrário, meu caro, a cegueira, inclusive a sua, só tende a aumentar, suas palvavras são cataratas. Percebe-se que você não tem qualificação alguma pelo o que pode-se ver no que escreveu. Compre um óculos ou uma lupa, pois Saramago diz em uma só letra o que você não dirá pela vida einteira.

"Senhor, livrai-nos dos seu seguidores"

Zé Luís disse...

Os poucos textos que li deste brilhante escritor, Ensaio sobre a Cegueira, e As intermitência da Morte mostraram um escritor brilhante, impar. Sinceramente, voltarei a lê-lo. Diversão garantida.

Não sei se não seria ateu se vivesse inserido no contexto deste homem: uma sociedade extremamente católica, com os ensinamentos que muitos de nós conhecemos tão bem (e tanto abominamos). Uma sociedade que o obrigou a sair de sua terra - que tanto defendeu - por conta de suas preferências - não - religiosas.

Com tantos bons escritores de nosso idioma, ele foi o único que ganhou o Nobel de Literatura.

No mais, um ateu que fala tanto de Deus, Jesus e a bíblia é tão estranho como um adulto fazer carrreira falando de Papai Noel, o real entendimento de um ateu sobre o Criador.

Ou seja: ele sabia vender seu peixe. Grande perda literária.

Anônimo disse...

Espirita: José Saramago, reside agora no plano dos espiritos.
Budista: Saramago encontrou buda e a paz.
Cristão: Uma pena, mas Saramago está no inferno! (he he he)
Hindu: Oh Namah Shivaia...ommmmm
Mistico: Somos todos um, apenas fagulhas de consciencia, a morte é uma ilusão, Saramago não é mais daqui.
Ateu: Saramago foi um grande de homem e suas obras o tornaram eterno...

?????


RIP Saramago.

Anônimo disse...

Saramago foi um grande de homem e suas obras o tornaram eterno.


Aos crentes:

Aguardo provas!!!

Ernani disse...

Mateus 11:25 Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.

augusto elias disse...

Oi Thais.
Amada,se analizarmos as escriuras e nelas confiarmos,digo partindo do princípio da nossa fé,acreditando na palavra de Deus como a nossa bússula,iremos refletir com a passagem de Lázaro ( o texto nos leva a fazer uma análiza).Contudo,não levaremos lembranças desta terra se morremos com Cristo,até porque Deus não permitiria.Agora,ao contrário,não tenho nenhuma dúvida que ficam sim,na lembrança( leia a passagem de Lázaro ).Thais,morreu não acabou não.Sabemos que existem dois caminhos.Sabemos também que o morto não volta,segundo a nossa fé em Deus e nas escrituras sagradas.O pai da mentira é quem criou essa história da volta do morto(espiritismo),até porque a única coisa que ele criou foi a mentira.
Li hoje as declarações do escritor a respeito de Jesus e confesso que fiquei chocado pela falta de fé de um cara tão inteligente e que se inspirava na natureza para expressar os própios sentimentos e não conseguiu enxergar o Poder de Deus em sua volta.Lamento,mas o negócio pra ele pelo andar da carroagem não está bom se continuou com os pensamentos em relação a Deus.

Neto disse...

Olá Thaís!

Algumas perguntas suas:

"Por que, pergunto eu, vocês acham que alguém vai começar a acreditar em Deus depois que morre?"
Porque a pessoa não vai somente acreditar, a pessoa O verá. TODOS os homens de todas as eras prestarão contas de suas ações diante de Deus. Você e eu também.

"Morreu acabou - e mesmo que não acabe, será que ele volta pra contar pra vocês como é Jesus?"
Se a pessoa não volta pra te contar como é "lá", se você não tem idéia de como é lá, então como você sabe que é "morreu acabou?"

"Ninguém precisa de Deus ou qualquer outra entidade divina pra sobreviver"
Não para sobreviver, mas para VIVER de verdade.

"e esse fanatismo louco que as pessoas têm é que é algo irracional e ilógico"
Concordo! Fanatismo louco é algo irracional e ilógico.

"Matar em nome de Deus? Desde quando isso é ser religioso e ter o tão falado amor ao próximo que vocês pregam?"
Não é e nunca foi. Jesus mandou que amássemos os nosso inimigos, e que orássemos pelos que nos perseguem. As pessoas que fizeram isso que você disse não eram cristãs de fato.

Acho que seria muito bom se você estudasse o que é o verdadeiro cristianismo. Por exemplo, poderia ler o Novo Testamento e saber o que Jesus de fato ensinou. Seria muito bom.

Um grande abraço.

Tiago disse...

Extrapolação arbitrária. Assim Heidegger classificava as afirmações que buscam razões para a existência em supostos acontecimentos post-mortem.
Saramago nunca precisou do cristianismo. Viveu e morreu como ateu porque sua dignidade não compactuava com a hipocrisia intrínseca ao cristianismo.

Clebson disse...

Saramago foi um grande escritor: incontetavel
declareu - se ateu: fato
Ele esta no inferno ou no Céu: Só Deus sabe.
Aos que creem e aos que não creem, não somos juizes, somos filhos de um mesmo Deus.
nos seus ultimos momentos Saramago pode ter clamado a Deus, e Deus em sua eterna misericordia conserteza o atendeu.
Ao mundo fica a falta de um intelectual brilhante
Aos homens que servem a Deus um desejo de que tenha alcaçado a graça do sacrificio de Cristo que tambem morreu por ele.

Anônimo disse...

Recentemente ouvindo um palestratante falando sobre o Apocalipse em ingles e, aprendi que o diabo é chamado de o grande decepcionador (great deceiver) na tradução para o portugues, diferente da biblia em portugues que coloca o diabo como o grande enganador.

A palavra decepcionar tem o significado de afastar da verdade ( to cause to accept as true or valid what is false or invalid - criar ou causar que se aceite como verdade ou como válido
o que é falso ou inválido).

Com muita dor no meu corção eu me ponho a imaginar a grande decepção ao ver que tudo que ele, José Saramago, pensava como verdade, por uma decisão e escolha pessoal, era, e é, uma grande mentira. Penso que num dado momento ele deve ter dito para si mesmo - Eu estava errado - mas, em um momento que é tarde demais posto que após a morte não há e jamais haverá redenção para o homen.

Que Deus, o único e verdadeiro, tenha misericordia de mim.

Amém

Neto disse...

Gostaria que assistissem esse vídeo sobre provas e argumentos da existencia de Deus.

http://www.youtube.com/watch?v=tyF2VDIGi_g

tania disse...

Que pena!!!!!! Saramago morreu ,não é mais nada, a familia não vai ter nem o o corpo para chorar já que suas cinzas serão espalhadas em dois lugares distantes,misericordia ,que seja bem longe de mim para que eu não possa dela respirar.

E Cadena Jr disse...

"Nínguem afirma: Deus não existe, sem que tenha uma boa razão para que Ele não exista." (CHSpurgeon). Ou seja, Pecado.
Saramago jamais se despiu de seu arrogante orgulho. Achava que seu intelecto o credenciava a lutar com Deus. E após tantas lutas, podemos dizer: - Saramago não era Ateu. Apenas mais um tolo que pensava ser maior do que sua própria existência. Saramago é criação de Deus, tanto quanto suas obras literárias. A diferença é que os livros de Saramago honram e glorificam seu nome, enquanto que ele não fez o mesmo para com Deus. A conclusão é que, hoje as obras de Saramago são dignas do mesmo fogo que provavelmente o atormentam. Para que todos jamais se esqueçam "Soli Deo Glori".

Moysés Tadeu disse...

temos que orar pela conversão das muitas pessoas que se deixaram influenciar por Saramago

Anônimo disse...

Concordo com o autor do texto e com tb com o E Cadena Jr, Saramago não era ateu, era um tolo, querendo aparecer e conseguiu, mas até que ponto ? agora ele sabe aonde o levou a inconsequencia de tentar negar ao Deus Todo Poderoso.

Thiago Rodrigo disse...

Saramago ensaiou a cegueira durante toda sua vida.

Anônimo disse...

Saramago era um homem muito sábio, bom escritor, firme e seguro em suas afirmações e filosofia de vida.

Faça-me o favor de ler as Escrituras Sagradas antes de querer falar sobre Cristianismo, leiam ao menos o livro de Eclesiastes que Salomão (esse sim é sábio) escreveu e alguns dos que defendem essa cegueira entenderão algo sobre o que o Pastor Renato quis dizer.

Repito, não considero o Saramago um tolo diante do que a sociedade julga como inteligente, porém o considero sim um tolo pelas suas atitudes e falácias.

Diego Costa

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only