Ano 2060 - Carta aberta de um liberal aos seus companheiros espirituais

Rio de Janeiro, 2060, ano em que o "Deus-pai-mãe" consolidou seu multiplo conhecimento na sociedade brasileira.

Amados amigos,

Estou feliz por perceber que muitos cristãos finalmente entenderam que a Bíblia foi escrita em linguagem figurada. A minha alegria é imensa em concluir que parte daqueles que antes defendiam as doutrinas dos ultrapassados reformadores já não o fazem mais. Finalmente entenderam que não existem valores absolutos e que tudo é relativo.

Nosso povo evangélico agora relaciona-se com Deus em todas as suas formas. Buda, Alá e Cristo podem ser cultuados sem preconceitos em qualquer lugar e templo. Graças a este sublime poder do Universo, descobrimos que o tal sacrificio vicário de Cristo não existiu e que a Bíblia não é palavra infalível de Deus.

Estou feliz porque entendemos que Deus é menino e menina, e que podemos chamá-lo de Pai e mãe. Como é bom saber que o inferno não existe, que o diabo nunca existiu, que a volta de Cristo é uma utopia, e que Deus é tão bom que não há de julgar os homens consoante os seus pecados. Aliás, pecado? O que é pecado? pecado não existe, tudo depende de seu ponto de vista.

Deus não julga os homens. Na verdade, Deus é bem diferente daquilo que aqueles ortodoxos cristãos do inicio do milênio acreditavam. Deus é amor, ele não é soberano, ele não sabe o que vai acontecer amanhã. Por acaso vocês se lembram da tempestade tropical que destruiu parte do Rio de Janeiro em 2030? Pois é, ele não sabia que aquilo iria ocorrer. O nosso pai-mãe, entristeceu-se pois foi pego de surpresa pela natureza.

Encerro essa missiva muito feliz porque todos nós finalmente entendemos que todos os homens serão salvos.

Queridos companheiros em nome do amor vivamos a vida alegremente desfrutando de todo prazer que ela pode nos dar.

Prof. Frederico

PS: Crônica fictícia a qual espero que nunca se transforme em realidade.

18 comentários:

Essa é forte demais. Infelizmente esse é o sentimento da maioria. Um Deus a maneira do ser humano, onde pode-se fazer e desfazer que nåo faz nenhuma diferença.


JOAO MAPIE
MAPUTO-MOÇAMBIQUE
jmapie@hotmail.com

11 de fevereiro de 2010 13:55 comment-delete

E a Bíblia provavelmente será substituída por uma versão de capa dura de A Cabana. =)

11 de fevereiro de 2010 14:18 comment-delete

Um DEUS que atende os caprichos humanos ?
Submisso ?
Inconsciente ?
Impotente ?
Ausente ?
Não, não, esse não.
Quero o DEUS Jeová, que deu seu filho para nos salvar, SENHOR sobre todas as coisas.
Aleluia ! Aleluia!
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Gilbert Raposo
11 de fevereiro de 2010 18:23 comment-delete

Nossa, concordo com o Filipe, realmente ao ler esse texto lembrei do livro A cabana, que já li tb.. essa é a religião que as pessoas querem ter, e infelizmente ela já tem tomado espaço no coração de muitas pessoas dentro das igrejas =( A bíblia é a palavra de Deus, contra isso não há argumento!

11 de fevereiro de 2010 18:34 comment-delete

Ueh, parece ate que essa carta foi escrita peloJose Luis de Jesus Miranda da "igreja" se pode-se chamar assim cresciendo en gracia... ou enburrecendo en gracia

12 de fevereiro de 2010 12:19 comment-delete

O texto é muito bom. Os liberais estão praticando o que o autor denucia no texto.

12 de fevereiro de 2010 19:30 comment-delete

Pq professor Frederico???
acaso é uma referência a nietzsche?

4 de agosto de 2010 23:58 comment-delete

Caro Renato,

Infelizmente, é por aí que a maioria está caminhando. O cristão moderno - ou pós-moderno - quer apenas uma porção suficiente de deus para lhe dar bênçãos e impedir de sofrer. Quer um deus democrático que dê liberdade para fazer as escolhas que queira. Um deus compreensivo, que não questione nenhum comportamento, que não exija disciplina ou negação de si mesmo. Um deus inclusivista. Exclusividade? Não! Isso é um retrocesso! Enfim, desejam um deus light.

Entretanto, renova a nossa esperança saber que Deus sempre preservou e sempre preservará o remanescente fiel: aqueles que foram comprados pelo preço do sangue do Cordeiro.

Um abraço.

30 de novembro de 2010 12:23 comment-delete

Paz Pastor,


Espero que até 2060, para nossa alegria, Cristo tenha voltado, e não seja necessário que vivamos esse momento.

Senão, imagina com será, uma proliferação geral de valdomiros, edir, rrs, terra novas etc...

Renato Jr.
http://blogrenatojr.blogspot.com/

30 de novembro de 2010 13:03 comment-delete

Baboseira, sem sentido, muitos como você continuarão vendendo a salvação, oferecendo aos outros, o reino dos céus em troca de sua alma, enquanto o que Jesus pregou, foi um reino, a qual todos deveríamos praticar, e não pagar parceladamente até chegar ao céu...

Mais uma vez, baboseira sem fim, coisa realmente de fundamentalista barato; só uma observação, não sou liberal, mas detesto este tipo de piada que faz com que as pessoas sintam ódio, e não produz alegria.

30 de novembro de 2010 13:24 comment-delete

Robson,
É por causa destes que relativam a fé cristã que tornam válidos os seus comentários.

8 de dezembro de 2010 13:33 comment-delete

E a Bíblia provavelmente será substituída por uma versão nova A Cabana.

15 de junho de 2011 11:54 comment-delete

Como diz o nosso amigo Jay: "Caraca man".

Se eu estiver vivo estarei com 80 anos. Espero que, pela graça e aliança do Pai, meus netinhos estejam firmes. :)

Volta logo, Jesus.

15 de junho de 2011 15:05 comment-delete

adorei ler esse tema.pois concordo plenamente.
DEUS e amor somente

Anônimo
15 de junho de 2011 15:43 comment-delete

Renato Vargens,

O tema é pertinente... Parabens!

abs.
Marcos Sampaio

RECOMENDO AOS SEUS LEITORES:

http://midiaprotestante.wordpress.com/2011/10/14/o-veneno-das-ideias-pluralistas-sendo-injetadas-na-igreja-evangelica-brasileira/

16 de outubro de 2011 16:08 comment-delete

Essa é a Babilônia a que se refere Apocalipse 18.4. É a plenitude da iniquidade que pouco a pouco vai tomando a igreja institucional, ao ponto de ser comparada a Babilônia.
Sobre esse tipo de igreja os portões do inferno já tem obtido vitórias há muito tempo.
Mas a igreja espiritual, invisível aos olhos humanos, é a que não se dobra àqueles portões infernais. Foi a essa igreja - composta apenas de salvos - que o Senhor se referiu em Mateus 16.18. Há muitos desses salvos na igreja institucional, mas já começou a soar o chamado de Apocalipse 18.4 para que se retirem de Babilônia.

17 de abril de 2014 19:12 comment-delete

Só acredito que esse liberal que escreveu a "carta" errou a data. Pelo andar das coisas, podemos reduzir uns 20 anos acho eu. Infelizmente.

17 de abril de 2014 23:23 comment-delete

Só acredito que esse liberal que escreveu a "carta" errou a data. Pelo andar das coisas, podemos reduzir uns 20 anos acho eu. Infelizmente.

17 de abril de 2014 23:23 comment-delete