sexta-feira, dezembro 04, 2009

Domingo é a última rodada do campeonato brasileiro, que se dane o mensalão!

Por Renato Vargens
Nesta ultima semana só se ouve falar na rodada final do campeonato brasileiro de futebol. Flamenguistas, são paulinos, palmeirenses e torcedores do internacional vivem a expectativa de serem campeões do Brasil. No outro extremo da tabela, encontramos tricolores, botafoguenses e curitibanos torcendo para que seu time não caia para segunda divisão. Se não bastasse isso, hoje tivemos o sorteio dos grupos para copa do mundo da África do Sul, onde acontecerá em junho de 2010 o maior evento futebolístico do mudo.
Caro leitor, nada como o futebol para fazer o cidadão tupiniquim esquecer o escândalo dos deputados distritais. Infelizmente neste país tudo termina em samba, panetone e futebol.
Confesso que tenho vergonha deste país promíscuo, onde o jeitinho é quem dita às regras. Tenho vergonha dos políticos safados que se locupletam do poder publico, enriquecendo suas contas bancárias lixando-se para as dores dos pobres e miseráveis. Tenho vergonha dos contrabandistas, dos cafetões e cafetinas de colarinho branco, dos que traficam influência, de assassinos, terroristas, corruptos de todos os tipos que transformaram esta nação em covil de salteadores.
Tenho vergonha de viver num país onde governadores e deputados roubam o povo. Tenho vergonha dos legisladores que cerceiam a liberdade de imprensa. Tenho vergonha de habitar na nação cuja taxa tributária é uma das mais altas do mundo. Tenho vergonha dos nossos deputados e senadores que continuam locupletando-se do dinheiro público enchendo a burra de um dinheiro que não lhes pertence.

O escritor Português Eça de Queiros já dizia em 1871 “Estamos perdidos há muito tempo... O país perdeu a inteligência e a consciência moral. Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada. Os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direção a conveniência. Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida. Ninguém se respeita. Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos. Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram. A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia. O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente. O Estado é considerado na sua ação fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo..."
Bom, que bobagem isso não é verdade? Deixa isso para lá, domingo, ah domingo eu vou a maracanã, torcer para o time que sou fã e o resto? Ah o resto que se dane!

Renato Vargens
Cosmovisao disse...

hahahaha... você arrematou brilhantemente!!!
Mas que todo o restante é verdade, isso é!

MARIO HERMES disse...

Se não levássemos em consideração o estilo acadêmico de escrita de Eça de Queiróz, poderiamos afirmar sem sombra de dúvidas que ele é nosso conteporâneo, mora no Brasil, mais precisamente em Brasília e tem uma "leitura" perfeita dos bastidores da Sociedade Brasileira e do tipo de Política que se pratica nesse Brasilzão!
Só para descontrair: nosso Fluminense joga a pemanência na série "A" no domingo; o elenco tem nos dado motivo de satisfação, mesmo não sendo o "time dos sonhos", garra e disposição não tem faltado. Força Tricolor!!!

Gilbert Raposo disse...

É assim a mais de 500 anos, não é ?
Aqui vale aquele ditado popular " Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão ", somos legalmente acharcados pelo próprio governo com seus impostos absurdos, e ai ?

Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

André Carvalho disse...

A Crítica aqui é muito reflexiva e verdadeira, todavia, como advinda dos "João Bastistas" remanescentes da atualidade, que denunciam o pecado e o erro e anunciam a breve volta do Rei Jesus Cristo, acho que esse texto deveria ser permeado e baseado em citações bíblicas, para reforçar a veracidade da Escritura e o real retrato daquilo que foi dito pelo Cristo Salvador.
Abraço a todos

André Carvalho

Joao disse...

Quando se trata de futebol, realmente, o resto se dane, até o evangelho. Costumo dizer aos meus amigos brasileiros que vivem aqui, que se Jesus voltar no tempo duma copa do mundo,muitos brasileiros que se dizem de Deus, iråo ao inferno, pois, nessa altura, o futebol torna-se um verdadeiro deus, onde tudo fica atrás. Já presenciei episódios, em que pastores de varias denominaçoes adiaram, encurtaram ou cancelaram reunioes por causa do futebol.



JOAO MAPIE
MAPUTO-MOÇAMBIQUE

Anônimo disse...

Acho que o prezado João se equivocou totalmente. É como dizer que se não estivermos dentro na igreja (no templo) quando Jesus voltar, estaremos perdidos? Francamente, é melhor pensar um pouco antes de postar comentários...

Carlos Gomes

Joao disse...

Meu irmåo Carlos Gomes, nem tåo pouco me equivoquei na minha mensagem, o que aconteceu, é que o irmåo Gomes nåo entendeu o espirito da mensagem, ficou totalmente fora do contexto, talvez o facto de ter exemplificado, com os meus amigos brasileiros, fez-lhe nåo entender o espirito da mensagem.


JOAO MAPIE
MAPUTO-MOÇAMBIQUE

Anderson Paes disse...

É verdade Pr. Renato, infelizmente o que você disse é a mais pura realidade, temos como governantes gafanhotos devoradores de lavouras, ladrões que usam do poder para roubar impunimente, tirando proveito da miséria do próximo, homens usados por satanás para trazer o sofrimento e a vergonha para toda uma nação.

A única alegria de um povo tão sofrido é realmente o seu futebol, onde eles alimentam uma esperança de ganhar alguma coisa.

Abraços para Todos.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only