sábado, setembro 05, 2009

O que a Igreja ensina e os tele-evangelistas negam

Por Renato Vargens

Inúmeros pastores têm compartilhado as suas preocupações com os ensinamentos ministrados por alguns dos tele-evangelistas. Há pouco, um pastor amigo me disse: "A gente dá um duro absurdo ensinando aos membros de nossas igrejas a sã doutrina para que esses lobos vorazes desconstruam tudo que ministramos, através de seus programas televisivos."

Isto posto, afirmo sem a menor sombra de dúvidas que aquilo que a igreja ensina, os tele-evangelistas negam, senão vejamos:

1º - A igreja ensina que em Cristo o escrito de dívida que constava contra nós foi cancelado; já os tele-evangelistas ensinam que os crentes precisam se libertar das maldições hereditárias.

2º - A Igreja ensina que Jesus é o Senhor; os tele-evangelistas que Deus é o gênio da lâmpada mágica.

3º - A igreja ensina que as Escrituras nos bastam; já os tele-evangelistas de que o mais importante são as experiências.

4º - A igreja ensina que devemos orar segundo a vontade de Deus; os tele-evangelistas que devemos decretar a bênção.

5º - A igreja ensina que aqueles que buscam o reino de Deus, todas as coisas lhes serão acrescentadas; os tele-evangelistas de que em Cristo seremos ricos.

6º - A igreja ensina que Jesus Cristo é Deus; os tele-evangelistas de que ele é fonte de vitória.

7º - A igreja ensina sobre a trindade; os tele-evangelistas o unicismo.

8 º -A igreja ensina sobre a mordomia cristã; os tele-evangelistas de como extorquir dinheiro do povo.

9º - A igreja ensina sobre um Deus soberano que governa sobre todas as coisas; os tele-evangelistas de que Deus pode ser surpreendido por catástrofes e tragédias.

10º - A igreja ensina que os nossos cultos devem ser cristocêntricos; os tele-evangelistas de que devem ser antropocêntricos.

11 º A igreja ensina que adorar a Deus é humilhar-se pedindo perdão pelos pecados; os tele-evangelistas de que adorar é saltar de alegria nos famigerados shows gospel.

12º - A igreja ensina de que não devemos perder tempo com o diabo; os tele-evangelistas de que devemos entrevistá-los.

13º - A igreja ensina a simplicidade do evangelho; os tele-evangelistas a zooteologia, onde cães, leões, águias e outros bichos mais se fazem presentes nas manifestações de louvor a Deus.

14º - A igreja ensina que os ritos sacrificiais e as festas judaicas foram abolidos definitivamente por Cristo na cruz do calvário; Os tele-evangelistas judaizaram a fé.

15º - A igreja ensina que o maligno não nos toca; os tele-evangelistas de que basta dar legalidade que o diabo faz um inferno na vida do crente.

16º - A igreja ensina sobre discipulado; os tele-evangelistas sobre coronelismo e cobertura espiritual.

17º - A igreja ensina que avivamento se faz presente através do choro e arrependimento; os tele-evangelistas que avivamento é barulho.

18º - A igreja ensina o perdão, os tele-evangelistas o ódio.

Pois é cara pálida, dias difíceis os nossos! Que Deus tenha misericórdia da sua grei!

Pense nisso!

Renato Vargens
Anônimo disse...

Pr. Renato,

Gostaria de sugerir a leitura do blog do Pr. João Antonio de Souza Filho.

http://www.pastorjoao.com.br/analise_igreja/mc_eanumerologiaaservicodaprosperidade.htm

Que o Senhor o abençoe com graça e paz.

ELiana

Ana Maria Ribas Bernardelli disse...

Pr. Renato Vargens: Há algum tempo acompanho os seus artigos e sempre aprendo com eles. Este post, contudo, me parece preocupante porque ele generaliza e coloca num mesmo nível as verdades e os equívocos,aplicando o mesmo rótulo indiscriminadamente a todos os pastores que usam como veículo a televisão.Será que todos os tele-evangelistas adotaram a mesma cartilha? E será que fora da televisão não haverá por acaso pastores que pregam as mesmas digressões? Essa é a minha indagação. Um abraço!

Dougllas knnor disse...

excelente!!!

Leonardo Gonçalves disse...

Pastor Renato,

Este é um daqueles textos que, apesar de lúcidos e extremamente verdadeiros, desejaríamos jamais escrever.

Mas o que podemos fazer? Calar em nome de uma paz ecumênica, enquanto os lobos devoram o rebanho, fazendo-se passar por cordeirinhos? Penso que não denunciá-los é pecar por omissão.

Porém, o que me alegra é saber que em meio a tanta picaretagem gospel (e católica, espírita e ateísta - ser pilantra não é coisa só de evangélico), existem muitos servos de Deus verdadeiros, com zelo de Deus em seus corações e movidos pelo amor à verdade.

Alegro-me em poder conhecê-lo, e em ser tão edificado através das leituras em seu site. Me sinto honrado em ter suas matérias publicadas em nosso blog.

Que Deus, em Cristo, te abençoe. Abraço!

Leonardo Gonçalves
blog Púlpito Cristão

Anônimo disse...

Simplesmente perfeito!
Encerrando meu dia com esta pérola sua, eu só posso louvar ao Senhor nosso Deus, porque ele é bom demais!
Boa noite
Mary Schultze

Renato Vargens disse...

Prezada Ana Maria,

Obrigado pelo seu comentário!

Não estou generalizando, até porque afirmo no texto que não são todos e sim alguns do tele-evangelistas. (veja por favor no primeiro parágrafo) Se perceber, escrevi também um texto cujo título é "os evangélicos, o domingo e a TV gospel, onde eu faço diferenciação entre os tele-evangelistas.

http://renatovargens.blogspot.com/2009/09/os-evangelicos-o-domingo-e-tv-gospel.html

Um grande abraço,

Pr. Renato Vargens

Anônimo disse...

Por Leonardo Gonçalves, do Púlpito Cristão (www.pulpitocristao.com )

Hoje pela manhã, enquanto conversava com o pastor Renato por telefone acerca de projetos missionários, evangelismo pioneiro e outras coisas edificantes, que compartilho com gente que tem a mesma fé, acabamos por entrar no desagradável tema dos tele-evangelistas. É uma vergonha o que alguns telepastores, teleapóstolos e tele-evangelistas estão fazendo com as Escrituras. Eles estão esculhambando com tudo o que, em dois mil anos de história, Jesus, os apóstolos e homens de Deus ao longo da história, ensinaram-nos. O legado do cristianismo, seu altruísmo, a renúncia, o amor e a cruz, tudo isso jaz olvidado. Por outro lado, os mantras gospel, os retetés, a venda de indulgências, o sal grosso e a arruda, as correntes empresariais, a fogueira santa, os milagres que produzem auto-promoção, a teologia da prosperidade, os dentes de ouro, o cair no Espírito e a adoração extravagante estão super em alta!

Como canta o brother João, esses tele-evangelistas estão "ressuscitando a lei e pisando na graça, negociando com Deus". Eles não evangelizam. Na verdade, o que eles fazem é desevangelizar. É duro reconhecer isso, mas os inimigos do evangelho já não são apenas ateus, agnósticos e sectários; eles estão dentro dos nossos arraiais.

Alguns, no afã de justificar as atitudes dos seus telepastores prediletos, fazem uso do jargão: "A igreja é o único exército que mata os seus próprios soldados". Estes, definitivamente não enxergam. São incapazes de entender que quem vende o evangelho não é digno de ser chamado irmão; é um infiel, um falso profeta, um servidor do deus deste século. Eles não são soldados do nosso exercito; há muito abandonaram as fileiras de Cristo e se bandearam para o lado oposto.

Faço eco à voz do pastor Renato Vargens. Chega de tele-evangelismo barato. Basta de promessas inúteis, de unção apostólica, de moveres extranhos e barganhas com Deus. Quem vende o seu ministério (seja por 7 ou 900 reais), não pode ser chamado de servo de Deus.

Voltemos aquele velho sendero, ao cristianismo puro e simples, sem extravagâncias... Apenas Deus em nós, e nós nele, unidos em amor.

Blog Gomes Cristão disse...

Acredito que os que aprendem nas escolas dominicais e conhecem pelo menos um pouco da Palavra de Deus, não se deixa iludir por esses caras.

Renato Jr. disse...

Graça e Paz Pr. Renato, meu xará!

Tenho a alguns dias lido suas postagens, e com imenso prazer tenho encontrado em alguns blogs, pessoas que estão realmente interessadas e preocupadas em pregar o evangelho puro.

Espero passar a comentar mais em teu blog.

Que Deus te abençoe abundantemente em Cristo, e pode com toda certeza contar com o meu humilde apoio na defesa da bíblia e da fé.

Em Cristo!

Renato Jr.
http://blogrenatojr.blogspot.com/

Fabiane disse...

Você disse tudo nesse texto. É realmente impressionante como a sã doutrina te sido tratada por esses pseudos-evangelistas. A Bíblia relata que no final dos tempos haveria muitos falsos profetas e com certeza estamos vivendo esse tempo.

Que Deus continue te usando para alertar o povo Dele. Um Abraço.

http://fahpito.blogspot.com

Anônimo disse...

11 º A igreja ensina que adorar a Deus é humilhar-se pedindo perdão pelos pecados; os tele-evangelistas de que adorar é saltar de alegria nos famigerados shows gospel.

Pasor,nao nos conhecemos,mas meus respeitos.
Quero apenas comentar q pensava q já havia sido perdoado pelos meus pecados,pelo sacrificio de Jesus na cruz do calvario e q Deus nem mais se lembra deles( dos pecados )!!!

Abraços,
Alan

Sú&Alê disse...

olá! somos do blog somos de cristo. venho parabenizar pelas postagens e gostariamos de entender uma coisa: a respeito do 15-A igreja ensina que o maligno não nos toca; os tele-evangelistas de que basta dar legalidade que o diabo faz um inferno na vida do crente.
Não entedemos,pois cremos que se dermos legalidade o malgno pode fazer uma bagunça em nossa vida sim! gostaria de uma explicação se possivel a respeito deste trecho.obrigado! a paz do Senhor!! Sued e Alexandre www.meusenhorvive.blogspot.com

Sú&Alê disse...

olá! somos do blog somos de cristo. venho parabenizar pelas postagens e gostariamos de entender uma coisa: a respeito do 15-A igreja ensina que o maligno não nos toca; os tele-evangelistas de que basta dar legalidade que o diabo faz um inferno na vida do crente.
Não entedemos,pois cremos que se dermos legalidade o malgno pode fazer uma bagunça em nossa vida sim! gostaria de uma explicação se possivel a respeito deste trecho.obrigado! a paz do Senhor!! Sued e Alexandre www.meusenhorvive.blogspot.com

Lucio Mauro disse...

Como é bom conhecer mais um reformado em defesa da fé bíblica.

Abraços,

Lucio Mauro

Fernando disse...

O problema é todo esse como já disseram, Os tele-evangelistas judaizaram a fé. A estrutura que dá dinheiro é a da Lei. A abominação da desolação.

Zilton Alencar disse...

Lamentavelmente, falta pastores verdadeiros em nossa televisão, comprometidos com o verdadeiro Evangelho. Até aonde me consta, o único programa evangelho digno de ser assistido é o VERDADE E VIDA, apresentado pelo rev. Hernandes Dias Lopes; é tão bom que só dura 15 minutos! Uma pena! Enquanto isso, falsos pastores destilam o veneno do falso evangelho em horário nobre de algumas emissoras, e outros passam 24 horas por dia no ar!

Natyerafah Batista disse...

Pois é ...mas hj em dia difícil uma igreja q não ensina algumas destas coisas....pelo menos onde eu moro dizer que não há poder nas palavras pra um cristão hoje em dia é, para eles, quase a mesma coisa que negar a bíblia ta triste viu....

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only