sábado, agosto 29, 2009

Mulheres que fazem diferença!

Por Renato Vargens

Susana Wesley foi uma grande mulher. Certo dia, uma de suas filhas quis fazer algo que, embora não muito ruim, não era correto. Ao tentar demonstrar à filha que seu desejo não era bom, sentiu que a mesma não ficou plenamente convencida. Mais tarde, Susana e a filha sentaram-se perto da lareira que, naquele momento, estava apagada. Virando-se para a filha, e apontando para o local do fogo, disse: Pegue aquele pedaço de carvão que está bem em cima. Eu não quero mamãe, respondeu a menina. "Pode pegar, continuou a mãe, o fogo está apagado, não queimará você. Eu sei que não me queimará, respondeu a filha, mas minha mão ficará suja. Exatamente, disse Susana Wesley. Aquele prazer não lhe queimará, mas a deixará suja.

Caro leitor, por acaso você já percebeu que nem sempre o melhor caminho é brigar ou discutir? Infelizmente ao contrário de Suzana Wesley, que escolheu educar através do diálogo, muitos pais tem descarregado em seus filhos suas frustrações e inquietações agindo de forma descompensada, gritando e berrando com eles, exigindo mudança imediata.

Ora, a experiência pastoral me mostra que não são poucas as vezes que na vida polemizamos desnecessariamente com aqueles que amamos. Quantas vezes não fazemos um “cavalo de batalha” em questões banais e insignificantes? Por acaso já percebeu que quando você trava algumas “brigas ou discussões” com seus filhos na maioria das vezes você não chega a lugar nenhum?

Prezado amigo, o diabo nosso adversário é astuto e perspicaz em ações e atitudes. Cuidado com suas arguciosas ciladas. Ele sabe que desviando os seus olhares do foco, conseguirá tornar sua vida amarga e sem sabor, além obviamente de lhe proporcionar fissuras em suas relações interpessoais.

Isto posto, afirmo que como Suzana Wesley, precisamos de sabedoria para lidar com nossos filhos e filhas, até porque, agindo assim alcançaremos sucesso em nossa missão.

Pense nisso!

Renato Vargens

Blog Gomes Cristão disse...

É verdade pr. Renato. Principalmente com nossos filhos, as vezes fica difícil, saber falar ou calar na hora certa. Devido ao nosso forte desejo de não querer vê-los errar.

Adriana Rangel disse...

Ola Pr Renato!
Quero parabeniza-lo pelo seu blog, muito edificante.
Conte com as minhas visitas, amizade e oracoes..
Deus o abencoe!

tudo de bom disse...

amigo pastor realmente seu blog tem nos edificado muito principalmente este texto pois sempre fugimos quando o assunto é educar filhos que Deus continue lhe dando esta direção.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only