John Wesley, a pregação da Palavra e os pastores do século XXI

Por Renato Vargens

Sou profundo admirador do ministério de John Wesley. Esse grande avivalista contribuiu em muito com o desenvolvimento da fé evangélica. Wesley, em nome de Cristo, enfrentou dificuldades, oposições, perseguições, propagando um estilo de vida piedoso e santo onde o que importava era uma vida separada e consagrada ao Senhor.

Esse grande homem de Deus tratava a pregação da Palavra com enorme seriedade. Em 17/08/1760, ele escreveu uma sincera carta a John Trembath exortando-o a agir diligentemente no preparo e aplicação do sermão.

“O que tem lhe prejudicado excessivamente nos últimos tempos e, temo que seja o mesmo atualmente, é a carência de leitura. Eu raramente conheci um pregador que lesse tão pouco. E talvez por negligenciar a leitura, você tenha perdido o gosto por ela. Por esta razão, o seu talento na pregação não se desenvolve. Você é apenas o mesmo de há sete anos. É vigoroso, mas não é profundo; há pouca variedade; não há seqüência de argumentos. Só a leitura pode suprir esta deficiência, juntamente com a meditação e a oração diária. Você engana a si mesmo, omitindo isso. Você nunca poderá ser um pregador fecundo nem mesmo um crente completo. Vamos, comece! Estabeleça um horário para exercícios pessoais. Poderá adquirir o gosto que não tem; o que no início é tedioso será agradável, posteriormente. Quer goste ou não, leia e ore diariamente. É para sua vida; não há outro caminho; caso contrário, você será, sempre, um frívolo, medíocre e superficial pregador."

Caro leitor, Wesley lidava com a pregação do Evangelho Eterno, de forma santa. No entanto, ao contrário dos dias deste grande avivalista, parte dos nossos pastores têm tratado deste oficio com desdém e despreparo.

Infelizmente é comum ouvirmos alguns pregadores afirmando que Deus mudou seu sermão na ultima hora. Ora, claro que Deus pode fazer o que quiser, até porque, ele é Senhor e Soberano sobre nossas vidas. Entretanto, acredito que os que comumente fazem isto, demonstram não ter efetivamente se preparado para o culto, isto porque, se assim tivessem, teriam sido instruídos pelo Senhor quanto o sermão a ser pregado.

Isto posto, afirmo que o ministro do evangelho precisa se dedicar com esmero a leitura e oração, até porque, agindo assim se livrará da mediocridade tão comum aos nossos dias.

Em tempos tenebrosos como os nossos, mais do que nunca necessitamos de pastores como John Wesley que com maestria dedicava-se a pregar a Santa e Maravilhosa Palavra de Deus.

Que Deus tenha misericórdia de nossa geração.

Renato Vargens


7 comentários

  1. Olá Pr. Renato.

    Pela qualidade de seus textos expostos neste blog e pelo testemunho que você nos transmite através de seus artigos, deixo meus sinceros agradecimentos pela sua preciosa contribuição à defesa do evangelho genuíno de Cristo.

    Louvo a Deus pela sua vida e sua disposição em ser um autêntico Bereiano!

    Parabéns irmão!

    Coloquei seu banner no blog Bereianos, pois todos os frequentadores do mesmo precisam conhecer seus textos.

    Grande abraço, em Cristo!

    Ruy Marinho
    Editor - Blog Bereianos
    www.bereianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Prezado Ruy,

    Obrigado pelo carinho. Estamos juntos na defesa da fé evangélica.

    Abraços,

    Pr. Renato Vargens

    ResponderExcluir
  3. Pr. Renato, bom dia !!!

    Ultimamente tenho meditado sobre o nosso "encontro" com o Senhor, o que cada um de nós apresentará a Ele ....... Penso nesta legião de abusadores que tem deturpado as "boas novas".

    Acho que será mais ou menos assim :
    Pr. X :
    "Senhor veja, criei inúmeras campanhas de oração levei o povo a "superação" pessoal, o Senhor deve ter ouvido, nossos gritos, gemidos, assopros, cacarejos etc, etc. Distribuímos vários "objetos santos" aos que terminaram as campanhas, o povo se sente mais fortalecido, guardando lenços, estrelas, cartazes, etc, etc"
    Senhor :
    "Quem é você ?"

    Apóstolo Y :
    "Senhor, meu nome é conhecido em todo o mundo, qualquer pessoa que veja minha foto, saberá quem eu sou. Me tornei famoso, para levar o Evangelho a todos os continentes. Quando ouviam o meu nome as pessoas corriam para os estádios e eu realizava milagres, curava, alegrava as pessoas. Deixei muitos fiéis(a mim) na Terra."
    Senhor :
    "Quem é você ?"

    Pastor W :
    "Senhor, veja este extrato do banco, viu só .... criei um ministério riquíssimo tínhamos emissoras de rádio, Tv, aviões, etc, etc Isto sem contar nossa influência política. Todos temiam a nossa força."
    Senhor :
    "Quem é você ?"

    Pastor V
    "Onde está o meu trono ? Sou seu filho, Senhor, onde eu sento ?? É claro que o Senhor me conhece ... Sou V sim eu mesmo, eu melhorei e muito as "teorias" contidas na bíblia. Ajudei muitas pessoas com meus livros, facilitei a comunicação entre os cristãos e o Senhor, certo ??? Muitas pessoas deixaram de ler a bíblia para ler meus livros, não é maravilhoso ?? Sou seu filho, exijo meu lugar, onde eu sento ??"
    Senhor :
    "Quem é você?"

    Isto para dizer o mínimo ..... imagine só uma conversinha entre Paulo e estes Pastores, Evangelistas e Apóstolos ...... Não vou nem citar os cantores Gospel, as estrelas "com luz própria".

    Só tenho uma mensagem para estes homens e mulheres :

    "Vocês são : Pobres, cegos e nus."

    Pastor que o Senhor o abençoe sempre !!!

    ELiana

    ResponderExcluir
  4. Eliana,

    Sua sacada foi brilhante!

    Abraços,

    REnato Vargens

    ResponderExcluir
  5. A Paz do Senhor!
    Concordo penamente, antes da nossa vontade temos que buscar a vontade de Deus sobre nossas vidas, mas pra isto, temos que lutar contra nós mesmos para ser santo. E por obediência quando menos queremos orar ou ler a palavra, é quando temos que tirar forças de nossas fraquezas, matar nossa vontade e ser obediente e falar com Deus...

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante da postagem! Estarei acompanhando este blog, um abraço...

    ResponderExcluir
  7. acir ferreira dos santos filho24 de maio de 2012 15:02

    Náo sei falar muito bem nem usar essa arma poderosa que nosso DEUS deixou para nós usarmos mas éra tudo o que eu precisava ouvir esta faltando nestes ultimos tempos a palavra viva que penetra os coraçoes que náo só cura o nosso corpo fisico mas principalmente a nossa alma que venha encher as nossas vidas do amor de CRISTO. hoje os grandes pastores se esquecerão disso gostei muito irmaõs a paz do senhor um abraço

    ResponderExcluir

Caro leitor,

(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. Querendo aprender sobre o direito de julgar, leia estes artigos:

Não julgueis para que não sejais julgados. Como é isso?

Julgando os críticos ou criticando os juízes?

O conselho de Gamaliel e o pensamento Cristão

Nele,

Renato Vargens