Sexo em troca de um cachorro quente.

Renato Vargens

A revista Época de 29/06/09 trouxe uma forte reportagem sobre adultos que se relacionam com prostitutas infantis.

Como todos sabemos a prostituição infantil é epidêmica em regiões carentes. E infelizmente existem milhares de crianças que vendem o corpo por um cachorro-quente, por drogas, por um prato de comida. Há alguns anos vi na capital pernambucana, “turistas” de várias partes do mundo, sentados à beira-mar, tomando água de coco, prontos para dar o bote em nossos pequeninos. Também ouvi dizer que na zona oeste da cidade do Rio de janeiro, nossas meninas são exploradas sexualmente por R$ 1,99.

Uma Pesquisa divulgada pela “Secretaria Especial de Direitos Humanos em Janeiro de 2005, denunciou a exploração social e comercial de crianças e adolescentes em 937 municípios brasileiros”. Segundo dados recentes do ministério da justiça, a exploração sexual infantil está presente em 16,88% dos municípios brasileiros. O estudo também nos mostra que o quadro é ainda mais grave no Nordeste, onde em 32% das cidades há forte exploração sexual de crianças e adolescentes.

Para piorar a coisa alguns dos nossos juízes tem negado ser crime pagar por sexo com menores. Segundo a Época os primeiros magistrados a lavar as mãos foram os do tribunal do Mato Grosso do Sul. Os segundos são do Superior Tribunal de Justiça (STJ). E a conseqüência é previsível: o Brasil acaba de ser criticado oficialmente pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância e Juventude (Unicef). “É uma aberração, uma interpretação equivocada e absurda do Estatuto da Criança e do Adolescente”, diz Ariel de Castro Alves, do Conselho Nacional dos Direitos das Crianças e Adolescentes.

Para lembrar e entender a história: em 2003, José Luiz Barbosa - Zequinha Barbosa (campeão mundial em 1987 na corrida de 800 metros rasos) - e o ex-assessor Luiz Otávio Flores da Anunciação pagaram R$ 80 a duas meninas de 12 e 13 anos, que trabalhavam como prostitutas. E fizeram sexo num motel.

O tribunal do Mato Grosso do Sul absolveu os réus simplesmente porque não foram eles que iniciaram as meninas na prostituição. O juiz estadual afirmou que “as prostitutas já esperam os clientes na rua e não são mais pessoas que gozam de uma boa imagem perante a sociedade”.

Para nossos digníssimos magistrados, crianças prostitutas estão fora do Estatuto da Criança e do Adolescente. O STJ só condenou os réus por “portar material pornográfico“. Eles fotografaram as meninas nuas.

Caro leitor, confesso que me assusta saber que as crianças e adolescentes deste tupiniquim país sofrem de exploração sexual. Apavora-me o fato de que os magistrados desta nação em vez de defenderem nossos meninos e meninas de mentes pervertidas, os absolvem mediante justificativas inequívocas.

A prostituição infantil afronta o Criador. O Deus da Bíblia e da história jamais aprovou tamanha imoralidade. Abusar de crianças e adolescentes, bem como explorá-las sexualmente agride os padrões de santidade estabelecidos pelo Senhor.

Isto posto, rogo ao Todo-Poderoso que intervenha em nosso país acabando com esta prática que tanto nos envergonha.

Renato Vargens

7 comentários:

Nosso pais é conhecido lá fora como o paraiso do sexo, turistas compram o pacote já incluido tais programas, voces viram semana passada a sena onde o Obama e o presidente frances foram flagrados com olhares maliciosos a uma moça brasileira ( carioca ) de 17 anos presente numa solenidade em Aquila ?, pois é nosso povo é visto desta forma, mas quero aqui também exaltar e elogiar o que tem feito o Senador Magno Malta para o combate a pedofiflia e a caça está boa, cadeia neles.

GILBERT RAPOSO
13 de julho de 2009 20:38 comment-delete

Eu tenho um verdeiro nojo de atitudes como a dos magistrados do Mato Grosso do Sul citado no texto.Pimenta nos olhos do outro é refresco!!!Esses caras de pal deveriam no mínimo sentenciar condenando os réus,fazendo com que as autoridades competentes possam dar toda proteção as famílias das vítimas,são as lacunas da constituição que me incomodam.A corte suprema em Brasília deveria funcionar para aplicar penas em irregularidades por parte de magistrados loucos em seus despachos ou sentenças absurdas,seria muito bom ,mas não vai rolar nunca!!!Até porque,os buracos negros da nossa carta magna "segura muita onda pra eles".Um outro problem é que políticos e empresários importantes do Brasil estão no "bolo doido" da prostituição.A casa de prostituta governada por sacanas,que nada mais é do que as Assembléias federais estão cheias de homens e mulheres imorais ocultando os atos ilícitos,ficando inerte a tudo, porque querem levar vantagem em tudo !!Só oração e atividades pra cima deles!!!
QUE DEUS NOS GUARDE!!!

13 de julho de 2009 21:08 comment-delete

Mateus conservou uma frase muito dura de Jesus."Quem escandalizar um desses pequeninos que acreditam em mim, melhor seria para ele pendurar uma pedra de moinho no pescoço e ser jogado no fundo do mar".
Escandalizar os pequenos significa: Ser motivo para que os pequenos percam a fé em Deus e abandonem a comunidade.

13 de julho de 2009 22:00 comment-delete

Em quanto os nossos governantes não envestirem macissamente na educação, Nosso iremos continuar sendo o pais do carnaval ,futebol e sexo !!!

14 de julho de 2009 11:13 comment-delete

eu acredito que não posso chamar de ´´pessoas´´ aqueles que cometem esse ato.é nogento um homem pagar pra possuir um pequeno corpo que mal sabe se defender,muitas vezes aliciado pela fome , pela miséria.é preciso que tais pequeninos sejam levados a escola , a preservação do seu corpo sim e de sua mente , a atitude de tais governantes me deixa cada vez mas certa de que o mundo esta chegando ao ´´fundo do poço´´ onde uma vida vale menos de r$2,00 ,isso é inaceitável são crianças e tem que viver como crianças e a nossa sociedade prefere incriminá-las ao invés de defendê-las,com muita tristeza em meu coração tenho que dizer a ´´vida foi banalizada e o ser humano cada vez mais repuguinante ,esse mas um dos casos desse brasil que negligência a vida humana .rogo a deus que olhe por nossas crianças hoje e sempre .

14 de julho de 2009 12:15 comment-delete

olá!
aprecio os seu trabalho e sempre percebo um alto nível de discernimento bíblico..

quero apelar a este discernimento bíblico e expor o seguinte:
a revista época trouxe uma forte reportagem
o irmão Renato trouxe uma forte imagem na postagem que pode e, de fato, ativa a imoralidade de muitos irmãos que passam por lutas nessa área

sem mais
em amor

Cesar

8 de maio de 2011 22:07 comment-delete

olá!
aprecio os seu trabalho e sempre percebo um alto nível de discernimento bíblico..

quero apelar a este discernimento bíblico e expor o seguinte:
a revista época trouxe uma forte reportagem
o irmão Renato trouxe uma forte imagem na postagem que pode e, de fato, ativa a imoralidade de muitos irmãos que passam por lutas nessa área

sem mais
em amor

Cesar

8 de maio de 2011 22:08 comment-delete