Fica vermelha cara sem vergonha.

Por Renato Vargens

Há pouco fui convidado para ser preletor de um importante congresso de missões. Lembro que ao chegar ao local do evento fui levado a uma sala onde se encontravam alguns dos conferencistas. De modo rápido e prático cumprimentei os presentes, no entanto, não pude deixar de reparar em um rapaz que estava sentado no sofá. Logo que eu o vi, imaginei que fosse uma pessoa com sérios problemas neurológicos. Para piorar a situação, o rapaz era tatuado, cabeludo e se vestia de uma forma estranhíssima.

Naquela noite dirigi-me ao local de reunião para ouvir a palestra que seria aplicada por um pastor que até então não conhecia. Depois de algumas canções, nosso anfitrião, convidou o pastor fulano de tal para subir a plataforma. Para minha surpresa o preletor da noite era o cabeludo tatuado. Claro que imediatamente fiz caras e bocas pensando com meus botões: Pode porventura vir alguma coisa boa de “Nazaré”?

Cheio de preconceitos preparei-me para ouvir a mensagem. Ao abrir a boca, senti que o cabeludo tatuado era extremamente capacitado ao oficio da pregação. Durante 50 minutos ouvi um sermão inteligentíssimo e com muita graça de Deus. Ao final do culto, fui constrangido pelo Senhor em virtude da minha atitude extremamente preconceituosa. Na verdade, eu havia julgado o rapaz pelo seu jeito e forma de vestir e não pelo seu conteúdo.

Caro leitor, por acaso você já percebeu que em alguns momentos da vida somos extremamente preconceituosos? Pois é, por fatores incompreensíveis achamos que Deus se encaixa somente em nossos costumes e cultura e que em virtude disto ele jamais usaria pessoas de “tribos” diferentes.

Prezado cara pálida, por favor não esqueça que nosso Deus é livre e soberano. E como tal Ele usa quem quer!

A Deus toda glória.

Renato Vargens

11 comentários:

Pr. Renato, me lembro daquele pr. "A R", que respondeu para aquela senhora: "É melhor ser e não parecer doque parecer e não ser". Lembra?
Eu não viví naquele tempo, é lógico, mas parece que as roupas da época de Cristo eram bem diferentes das de hoje. Deixamos de ser santos por isso?
Quem inventou o terno?
Quem disse que o padrão é esse?
Será que no dia do juíso o ímpio que estiver trajando um terno, com um livro de capa preta sob o braço e fazendo cara de piedade, será salvo por conta de sua casca?
graça e paz!

17 de julho de 2009 01:38 comment-delete

Infelizmente, estamos "programados" a emitir "conceitos prévios" de todas as coisas. Quando olhamos o moço de terno, ou a moça de vestido longo e de mangas compridas imaginamos (ou afirmamos!) que esses são sérios, pudicos, etc... quando vemos um tatuado, ou uma musculosa, tachamos com os mais desprezíveis adjetivos.
Mesmo os mais liberais,os mais modernos... ninguém está isento de inconscientemente (ou conscientemente) emitir um julgamento pelo que é visto. Essa é uma prática que devemos evitar, nos policiar CONSTANTEMENTE, afinal, "quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra!"

Fran Ribeiro
17 de julho de 2009 09:04 comment-delete

É a vida... é bonita e é bonita!
Deus age através de pessoas estranhas! A maior prova disso sou eu! hahahahaha

http://marciodesouza.blogspot.com

17 de julho de 2009 09:10 comment-delete

Muita coragem sua expor-se assim.
Vez por outras todos nós passamos por isso - são as 'palmadas' que o Pai nos dá pra tomarmos jeito.

um grande abraço

17 de julho de 2009 09:31 comment-delete

Caro Bruno,

Nosso Pai Celeste é amoroso e nos ensina de forma e modo diferente. E o faz com graça e misericórdia.

Abraços,

17 de julho de 2009 09:35 comment-delete

A doutrina de JESUS só edifica, a do homem é duvidosa e negativa.

17 de julho de 2009 11:39 comment-delete

Nos por muitas das vezes julgamos as pessoas pelo rótulo antes mesmos de conheçermos o conteúdo , isso já e normal para essa sociedade julgadora!!!!

17 de julho de 2009 12:54 comment-delete

Nosso problema e a cosmovisao!! Temos que realmente ver as pessoas como Deus!! Deus amou o mundo!! e vira buscar a sua Igreja.. Da mesma forma eu sentia dos pregadores de praca publica ate um dia para pra ouvir o cara, que com os seus gritos anunciava o evangelho, era ate de espantar mas eu creio ter sido a melhor forma que dele se comunicar afinal de contas so assim que alguns "surdos" o escutava.. e tinha tambem uma senhora que eu denominava "maluca" de BH que saia cantando musicas evangelicas no centro da cidade.. Hoje eu penso qtas almas esse pessoal nao deve ter alcancado justamente porque eles nao ligaram para a tirania das nossas 4 paredes denominada "Igreja onde Deus habita".. Se amassemos o mundo como Deus ama, e pensassemos como Ele ja teriamos possivelmente alcancado todas as tribos!!

17 de julho de 2009 19:22 comment-delete

Que coisa hein!!! Já li vários posts seus e sinceramente, nunca acreditei que poderia vir algo bom de você, pois, tantas mensagens que li de sua autoria criticando os atos de outras Igrejas e pessoas que duvidei de seu caráter cristão e inclusive de seu chamado, pois pensei comigo mesmo: "como pode uma pessoa criticar tanto sendo que precisamos na verdade é de inspirações divinas pra nos ajudar e ainda assim tem pessoas que se preocupam em criticar os outros, já que Justo Juíz é Deus e ninguém mais", por favor, receba meus sinceros desejos que o Senhor continue a te abençoar poderosamente em nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

22 de julho de 2009 16:52 comment-delete

Prezado Filipe,

Minha mensagens são tão ruins que vc não deixa de ler nenhuma, não é verdade?

Obrigado

Renato Vargens

22 de julho de 2009 17:00 comment-delete

Da mesma forma que julgamos muitas vezes as pessoas pela aparência, julgamos talvez Deus como se Ele escolhesse as coisas como nós. A questão ao meu ponto de vista nem é aparecia X ser correta ou não, mas é que na aparência X Deus pode agir de várias formas, tanto em tirar preconceitos, como também ir levar o evangelho para aqueles que se vestem de forma X.
Somos diferentes para alcançar pessoas diferentes e também iguais a nós, mas com o mesmo propósito que é falar do amor de Deus.
Deus é soberano e perfeito no que faz e Ele sabe usar coisas ''loucas'' para o bem, pois Ele vê além da aparência.
Obrigada por dividir esse texto.
Fique na Paz.

1 de novembro de 2010 15:47 comment-delete