terça-feira, julho 07, 2009

Carta aberta aos teólogos e pastores da prosperidade.

Renato vargens

Prezados teólogos e pastores da prosperidade e confissão positiva.

No dia 10 de julho o mundo comemorará os 500 anos do nascimento do reformador João Calvino. Aliás, desculpe, imagino que vocês nunca tenham ouvido falar do famoso reformador francês, até porque, se tivessem conhecido um pouco de sua história, jamais estariam ensinando em seus púlpitos absurdos como quebra de maldições, possessão demoníaca de crentes, a teologia da prosperidade e confissão positiva.

Caros profetas da riqueza, diferentemente de vocês, que fundamentam suas doutrinas em seus próprios umbigos, Calvino considerava a Bíblia como a base final de todas as suas idéias. Suas pregações em vez de sensacionalistas e manipuladoras estavam repletas de verdades bíblicas. O famoso reformador costumava pregar duas vezes a cada Dia do Senhor e, em semanas alternadas, todos os dias. Isto soma a algo perto de trezentas pregações ao ano, um total espantoso, especialmente quando descobrimos que ele também ensinava quase todo dia na Academia de Genebra. Calvino quando pregava o Novo Testamento o fazia sobre o original grego, quando pregava sobre o Antigo Testamento, usava o original hebraico. Todavia, para vocês teólogos da opulência, isto é um verdadeiro absurdo não é verdade? Até porque, segundo vocês, existe uma nova revelação sobre os profetas de Deus o que dispensa as Sagradas Escrituras.

Prezados mercantilistas da fé, ao contrário de vocês, Calvino acreditava na prosperidade como conseqüência do trabalho. Ele nunca decretou ou determinou a bênção ou enriquecimento dos filhos de Deus, coisas essas que vocês ensinam com esmero. Aliais, vocês são experts em declarar isso não é verdade? Vocês escondem o dinheiro na Bíblia, compram aviões, pedem dinheiro desavergonhadamente na televisão, publicam bíblias da prosperidade, e muito mais.

Caros utilitários da fé alheia, que tal aproveitar esta data emblemática e aprender um pouco sobre a reforma protestante? Tenho absoluta certeza de que ao lerem as histórias de Calvino, Lutero, Zwínglio, e as contraporem as Escrituras Sagradas, vocês serão confrontados pelo Senhor e abandonarão suas teologias espúrias, adoecedoras e anticristãs.

Por favor pensem nisso!

Naquele que reina e governa sobre tudo e todos!

Pr. Renato Vargens
Roberto Pizarro disse...

Prezado Vargens.

Após tão bem acertada exposição, comentário, nenhum, apenas parabeniza-lo por tão oportuna mensagem.
Em Cristo.
Pizarro

Jailson Freire disse...

Excelente!
Parabéns. Deus o abençoe!

o observador disse...

Pr. Renato, a Paz do Senhor.
É uma pena que sejam poucos os que pregam corajosamente contra essa doutrina maligna.
A regra é dizer que não devemos julgar, e assim esses lobos travestidos vão fazendo estrago no rebanho.
Parabéns pela coragem.

Renato Vargens disse...

Obrigado Roberto e jailson pelas palavras.

Augusto Elias disse...

Pastor Renato
Sensacional!!!! Agora entendo melhor,apesar de ter tido a oportunidade de perguntar ao senhor porque esses cavagestes,mercantilistas,enganador do povo que dirigem seus progamas,que são donos de, rádios "profetas" não chamarem o senhor para alguma palestra,debate ou pregações.
Que Deus nos guarde!!!

Dougllas knnor disse...

excelente.. suas palavras são as minhas .... a paz !!!

Pereira disse...

Excelente post Pr Renato, parabéns e que o Senhor continue a lhe dar graça e coragem para denunciar os falsos profetas modernos, que vestidos de lôbos tem levado toda a lã do rebanho e feito um desserviço para o Evangelho. Mas creio que eles serão envergonhados e que o verdadeiro Evangelho triunfará. O Senhor conta com homens como você. Abraço.
Com sua permissão vou reproduzir no meu humilde blog.

Renato Vargens disse...

Prezado pereira, tenha liberdade de reproduzir o meu texto em seus blog.

Abraços,

Luiz Carlos disse...

Parabéns!!!

Ricardo Luiz Carreira disse...

com certeza precisamos de mais homens que pensem e tenham coragem de agir assim. buscai primeiro o reino de DEUS. e as demais coisas lhe serão acrecentadas. e não o inversso amem.

Anônimo disse...

a paz de Cristo pr.renato,essa matéria não é comum o que tais teólogos e pastores reprodusiram para receberem um matéria especial?,aproveitando a oportunidade com todo o respeito aos irmãos do passado pergunto:eles reformaram o que?será que o evangélio de Cristo carecia de algun retoque;da forma como enfatizam parece que sim,não estou comentando a matéria primeiro tem que se entender o motivo da mesma.no mais que Deus o abençoe!!!.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only