sábado, maio 02, 2009

Uma palavra de ânimo para as mulheres que sofrem em seus casamentos!

Renato Vargens
Em nossas igrejas observamos um número significativo de esposas cujos maridos não são cristãos. Na verdade, neste “Brasilzão” de meu Deus, existem um número impressionante de mulheres tementes ao Senhor, que nutrem em seus corações a expectativa de verem seus esposos rendidos aos pés de Jesus.
Há alguns anos atrás, fui pego de surpresa por uma destas esposas que juntamente com seu cônjuge adentraram ao meu gabinete pastoral dizendo: - Pastor, temos um assunto muito sério para lhe contar. Naquele instante, preocupado com o casal em questão, e com o que poderia ser tão sério, lhes respondi:
- Por favor, sintam-se a vontade, estou pronto a lhes ouvir, podem falar. Sem titubeios, o esposo visivelmente emocionado falou: - Pastor Renato, quero entregar minha vida a Jesus!
Amados, essa frase ecoou como canção em meus ouvidos. Até porque, a pessoa que isto falava, até então era absolutamente antagônica a mensagem do evangelho. Quantas vezes no decorrer dos anos, pude ver em seus olhos, sarcasmo, bem como criticas e incredulidade, no entanto, naquele instante, envolvido por ambiente doce e suave, pude enxergar o surgimento de um novo homem. Queridos, era nítido que a graça de Deus tornara-se irresistível aquele rapaz! Numa fração de segundos lembrei-me de quantas vezes sua esposa orou, quantas lágrimas derramou, quantas orações fez, quantos clamores, quantos gemidos emitiu!
Talvez minha irmã você esteja passando por momento difíceis, é possível que o desânimo esteja tentando arrombar a porta de seu coração; quem sabe você esteja a ponto de desistir de seu casamento? É possivel que ao ler este texto, em seu coração você esteja dizendo: Pastor, tenho orado tanto, já não tenho mais forças, estou a ponto de enlouquecer!
À luz da Palavra que nos ensina que o nosso Deus é Deus de milagres, quero incentivá-la a não abandonar o barco, a continuar crendo contra a esperança, como também esperar pela intervenção do Senhor em sua família.
Lembre-se, Deus é poderoso para mudar a sua história!
Quem sabe o seu marido seja o próximo a encontrar-se com o Senhor?
Espere em Deus, confie nEle e o mais Ele fará!

Renato Vargens
Gilbert Raposo disse...

Pastor Renato, frequento lares no dia a dia e tenho observado que
uma boa parte de nossos irmãos não
estão perseverando, lutando, enfim
esperando no SENHOR, mas estão optando pela separação, e não é um
numero pequeno de crentes não, é assustador, é de comover vendo lares desfeitos, principalmente de
pessoas que vão a igreja, oremos ao SENHOR.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Dougllas knnor disse...

para esse assunto so digo essa palavra de conforto para quem esta passando por esse abistaculo na vida matrimonial
SALMOS 139 :16
Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles.

Essa palavra nois diz que tudo esta predestinado por Deus. E se vc esperou no senhor pela sua esposa ou esposo (a) com certeza ja esta escrito no seu livro a sua vitoria !!!!

Augusto Elias disse...

A persistência no caminhar da vida critã siguinifica vitórias "lá na frente".Ninguém vence por conta própia,tem que haver a intervenção daquele que tem o domínio do universo nas mãos.Conheço uma mulher que viu o seu cônjuge sair de casa por vícios,adultérios e todo tipo de prostituição.Ela orou alguns anos, choramdo aos pés do Senhor, e o mestre Jesus interviu com autidade e poder na vida dela! Hoje, por honra e glória do Senhor, o esposo está de volta para os braços dela e dos filhos,como também , convertido ao evangelho de Cristo.Isso a ponta para a persuasão diante das lutas crendo no Senhor que ele fará tudo no tempo certo.Amém.

jalmir disse...

Pastor Renato com a sua inteligência e o seu QI desenvolvido o senhor poderia pôr um comentário sobre as pessoas q se decepcionam com o homem (ser humano) que não acham mais saídas para seu quadro, ainda que conheçam à palavra de deus?

Augusto Elias disse...

É sempre bom aprendermos cada vez mais da palavra do SENHOR, onde o senhor como pastor, aplica com muita propiedade.Concordo com o Jalmir que seria um assunto muito interessante,mas o fato é o seguinte: quem presta ATENÇÃO NO QUE É FALADO NO PÚLPITO,vai absorver que sempre o senhor chama a atenção para o assunto, no qual fala sobre a decepção do homem para com o homem,jogando a culpa sobre o Nosso Deus todo poderoso,que inclusive vai se afastando da comunhão com os irmãos.Sempre acontece um "pincelada" no assunto.

cleber disse...

Graça e paz.
Pr. Renato, ha uma canção que diz num trecho: "situações nessa vida me fazem sentir, que não sou forte a ponto de até resistír...".
O caso é que algumas vezes nós achamos que podemos, por nossas próprias forças, resistír pressões ou resolver problemas, certas coisas passam do campo "natural" para o "sobre-natural de Deus", ou seja, não nos cabe fazer força,não é possível enfrentar esses problemas sem a intervenção Divina.
Sabemos que no meio do trigo ha joio. A igreja não está izenta disso, trata-se de passoas que pelo fato de serem "crentes" acham que mal algum vai chegar à sua tenda e relativizam possiveis doenças espirituais vivendo uma tempestade existencial dentro do seu casamento, o espiritual está para além do humano.
Devemos ser incansaveis ao orar por nossos conjuges, cobri-los em orações, a bíblia diz que o diabo fica o tempo todo ao nosso derredor, rujindo, esperando a melhor oportunidade para dar o 'bote' e se não estivermos devidamente cobertos pelo sobre-natural de Deus, seremos presas faceis.
O segredo não tem segredo, basta orar sem cessar.

Augusto Elias disse...

Aquele que segue os caminhos de Deus,se encontrando em situações delicadas,onde a tendência de inclinação vai apontar para uma consequência grave na relação conjugal,é preciso em algumas vezes ficar inerte para a reflexão,mesmo que por alguns instantes e se possível anotar as causa e consequências.Sei que a oração é um dos fatores importantíssimo para a ligação com o TODO PODEROSO,mas o que adiante se a ausência na comunhão vem prevalecendo na vida dos irmãos.O nosso Deus quer que estejamos inserido no corpo,mas o primordial é estarmos introduzido praticando além do que podemos imaginar.É definitivamente "buscar o Reino de Deus e a sua Justiça",assim,a relação matrimonial fluirá o desenvolvimento como o Senhor Jesus quer,pois se encaixará no que tange "as demais coisas vos serão acrescentadas".

Anônimo disse...

Gostei muito da mensagem. Obrigado.

Ene

danny disse...

A Paz irmnãos,
estou passando por um problema assim, meu esposo saiu de casa dia 28 de janeiro desde entao não quis me ver nem falar comigo, tenho certeza da minha vitória memso porque a Biblia Diz q DEUS abomina o divorcio em malaquias, tambem me garante q o que DEUS uniu o homem não separe.A Palavra de DEUS é verdadeira, ele é evangelico, conehcer da palavra, mas o diabo entrou em nosso casamento, o diabo colocou nojo em mim, foram feitas muitas macumbas e como eu dei brechas em meu coração o inimigo entrou mas agora estou buscando muito, orando muito, jejuando muito e sei que DEUS me dará a Vitória ... está doendo estar 3 meses longe do homem que me ama e me "tratava" como uma princesa durante os 2 anos e meio de casados e os 6 meses de namoro ,mas a Palavra me garante que a gloria da 2ª casa será maior que da 1ª.
Quem poderá mudar o que DEUS já determinou??Com tudo isso eu me acheguei mais de DEUS, conheci DEUS de verdade, estou tendo mais intimidade, e tenho certeza que com tudo isso eu e meu amrido teremos um ministério para podermos ajudar a outros casais.
Muitas estão sendo mninhas lágrimas e meus germidos mas vou colher os frutos com alegria.

Claudia disse...

Concordo com Gilbert Raposo o número de casamentos de casais cristãos desfeitos é impressionante, direto converso com meu esposo sobre este tema.

Meu esposo quando o conheci era divorciado e a quantidade exorbitante de irmãos, pessoas conhecidas dele que se encontram hoje divorciados é lamentável...., mais lamentável ainda, são os motivos que levaram tais casais ao divorcio; geralmente é a situação financeira e quando ouço essas histórias não posso deixar de achá-los mesquinhos, fracos e incrédulos. Se casaram porque se amavam e ainda se amam mais não conseguem superar as dificuldades nem tão pouco confiar em Deus.

E quanto ao assunto tratado acima já nos disse o apostolo Paulo sabiamente em 1 corintios 7:
10 Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido.
11 Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.
12 Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe.
13 E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe.
14 Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.
15 Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz.
16 Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher?
17 E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas.

E que Deus nos abençoe, nos dê sabedoria para vivermos em paz.

Dayane disse...

Renato querido!
Tenho algumas duvidas...Eu tb tenho um marido que não é cristão e sempre me pego perguntando: será que é culpa minha ele ainda não querer conhecer a Cristo? Eu ja ouvi varias vezes alguns pastores falando que se não há mudanças em sua vida é pq vc não "nasceu" de novo em Cristo! Até que ponto isso é verdade? Eu sei que eu tenho que dar um bom testemunho dentro da minha casa, ser uma boa esposa, boa mãe, uma serva de Deus, mas até que ponto as minhas atitudes são responsaveis pela conversão do meu marido? Costumo dizer que pra ser crente só basta ele ir pra igreja pq mesmo não sendo cristão ele é uma pessoa muito integra, me questiona muito a respeito da palavra, ouve e pratica muitos ensinamentos que estao no nosso manual (a biblia), mas...não vejo tanta vontade partir dele de ir a igreja, será que o problema é comigo?
Dayane

Renato Vargens disse...

Dayane,

Nosso testemunho aponta para Cristo, todavia ele (o testemunho) não tem poder de converter ninguém. As Escrituras afirmam que quem convence o homem dos seus delitos e pecados é o Espírito Santo, o que nos leva a entender de que a conversão é OBRA excusiva do SENHOR. Isto posto, aconselho vc a continuar dando bom testemunho, como também orar ao Senhor rogando a El que converta o seu marido.

Abraços,

Pr. Renato VArgens

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only