Grupo prepara ação no STF por aborto em casos de microcefalia


O grupo de advogados, acadêmicos e ativistas que articulou a discussão sobre aborto de fetos anencéfalos no Supremo Tribunal Federal, acatada em 2012, prepara uma ação similar para pedir à Suprema Corte o direito ao aborto em gestações de bebês com microcefalia. (Leia matéria completa aqui)

Pois é, sinceramente a relativização da vida promovida por alguns é escandalosamente absurda. O que esse grupo propõe é nada mais, nada menos do que eugenia. 

Diante tamanho absurdo e crime reitero o que já escrevi nesse BLOG que o aborto é um crime hediondo e que aqueles que o cometem estão tirando a vida de um ser humano, visto que a Bíblia ensina que a vida começa na concepção. 

As Escrituras são claras em afirmar que Deus forma o homem ainda no ventre da mãe ("Tu criaste cada parte do meu corpo; tu me formaste na barriga da minha mãe." Sl 139.13). O profeta Jeremias e o apóstolo Paulo confirmam isso afirmando que foram chamados por Deus antes mesmo de terem nascido ("Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações." (Jr 1.5); "Porém Deus, na sua graça, me escolheu antes mesmo de eu nascer e me chamou para servi-lo." Gl 1.15). Portanto, como cristão e pastor, me oponho veementemente a esta cultura de morte seletiva, que descarta os seres humanos segundos suas conveniências.

Que Deus tenha misericórdia do Brasil que a cada novo dia submerge em pecado.

Renato Vargens


1 comentários:

Pastor Renato,

Concordo plenamente com sua postura. Entendo que não deve ser fácil a vida tanto da criança quanto de seus familiares mais próximos, porém cabe a Deus permitir ou não o nascimento dos bebês. Em nenhum momento nos foi dado esse poder e se houver lei que ampare essa aberração será um absurdo e claramente contrária às leis divinas.

3 de fevereiro de 2016 18:34 comment-delete