Dez características de uma igreja fria

Por Renato Vargens

Um número significativo de cristãos acreditam que uma igreja fria é caracterizada pela ausência do chamado reteté de Jeová.

Nessa perspectiva  ensinam que uma comunidade desaquecida espiritualmente é desprovida de gritos, danças, giro santo, e outras coisas mais.

Há pouco fiquei sabendo de um irmão aque afirmou que uma igreja gelada é aquela que enquanto o pastor prega ninguém grita glória, aleluia ou coisa parecida.

Caro leitor, as definições que alguns entendem quanto ao que seja uma igreja fria é de arrepiar os cabelos. Lamentavelmente parte do povo de Deus tem fundamentado sua percepções doutrinárias em achismos desprovidos de conteúdo bíblico.

Isto posto, resolvi elencar dez REAIS características de uma fria:

1-) Uma igreja fria se caracteriza pela relativização do pecado. Geralmente os membros destas comunidades chamam doce de amargo, amargo de doce; luz de escuridade, escuridade de luz. Nessa perspectiva, não vêem problemas no sexo antes do casamento, em defraldar o próximo, em mentir, em promover suborno, fazer fofocas, produzir contendas e muito mais.

2-) Uma Igreja fria é uma igreja que não valoriza a oração. Uma igreja que não ora e não acredita na importância de orações, intercessões e ações de graça é uma igreja desprovida da vida de Deus em suas estruturas.

3-) Uma Igreja fria ama o mundo e as coisas que há no mundo. Nessa perspectiva permitem que os valores deste século prevaleçam sobre aquilo que as Escrituras dizem e ensinam.

4-) Uma igreja fria relativiza as Escrituras. Para ela, a Bíblia não é a Palavra de Deus e em virtude disso colocam aquilo que sentem, acham ou pensam acima das verdades contidas na Bíblia.

5-) Uma igreja fria é desprovida de amor. Para os membros desta comunidade, gente é tratada como coisa e não como pessoas que possuem dores, angústias, problemas e carências.

6-) Uma igreja fria é caracterizada pela ausência de misericórdia em suas estruturas. Nessa perspectiva os órfãos são negligenciados, as viúvas abandonadas e os pobres desprezados.

7-) Uma igreja fria  é uma igreja desprovida de santidade. Para ela, conceitos como "separação  do mundo" são antiquados e ultrapassados.

8-) Uma igreja fria é uma igreja aonde não há relacionamentos profundos entre os irmãos.

9-) Uma igreja fria é uma igreja que valoriza os defeitos e erros dos irmãos em detrimento as suas virtudes e valores.

10-) Uma igreja fria é uma igreja que há muito perdeu o temor do Senhor.
É o que penso, é o que digo.

Renato vargens



12 comentários:

Gostaria de pedir a permissão de postar este texto em meu blog com os devidos direitos a sua pessoa. Agradecido.

7 de julho de 2014 15:24 comment-delete

Pastor Renato, muito boa sua explanação. Gostaria de saber, neste mesmo assunto, se o cessacionismo é uma das causas de uma Igreja fria. Abraços

7 de julho de 2014 15:38 comment-delete

Fique a vontade irmão.

Renato Vargens

7 de julho de 2014 15:42 comment-delete

Não. Conheço igrejas continuístas que são frias, e cessassionistas cheias da graça e do poder do Senhor, como também igrejas cessacionistas mortas espiritualmente e continuistas cheias do poder so Senhor.

Abraços,

Renato vargens

7 de julho de 2014 15:44 comment-delete

Assim como o irmão ali em cima, peço permissão de usar sua explanação para uma ministração q tenho essa semana.
Att

7 de julho de 2014 16:18 comment-delete

muito verdade o post.

WAG
7 de julho de 2014 21:44 comment-delete

Só mudaria Igreja fria para cristão frio.

8 de julho de 2014 08:36 comment-delete

Com certeza o cessacionismo que inundou a Europa levou aquelas igrejas de lá para a morte. Ainda mesclaram isso com o liberalismo teológico.

15 de julho de 2014 12:25 comment-delete

Igreja censsacionalista perpassa o mundo das sensações ,sentimentos,este viver é externo. A igreja que é fria vive pelo que sente.

13 de fevereiro de 2016 19:22 comment-delete

Eu apenas senti falta daquilo que acredito ser uma das características mais marcante de uma igreja fria... A falta do zelo evangelístico e missionário! Forte abraço.

22 de setembro de 2016 17:42 comment-delete

Triste realidade

25 de dezembro de 2016 21:23 comment-delete

Amei a mensagem , hoje frequento uma igreja fria e é tudo isso aí, parece que o pastor está fazendo o culto as forças e mandado!.. a gente sente que tá forçando e o pior! Quando prega a palavra é sempre o o óbvio daqueles daqueles versículo de pecado e quando se fala, se não se acaba o culto só em bailes e cantorias e propósitos de prosperidade e tome objetivos e envelopes! Não tem mais uma palavra de arrepiar os cabelos! Desde para crentes fracos como também para os que já não bebe leite!.....que Deus me ajude.

15 de janeiro de 2017 23:43 comment-delete