quarta-feira, abril 09, 2014

Sete razões porque eu não recomendo o filme Noé

Por Renato Vargens


Fui assistir o filme Noé e não gostei do que vi.

O filme além de ser um grande propagador de heresias, possui um enredo horroroso e absolutamente desconexo onde ficção, bobagens e alucinações se fazem presentes.

Diante do exposto elenco sete motivos porque não recomendo o filme Noé:

1-) Porque o filme de Darren Aronofsky fundamenta-se em lendas, ficções e interpretações equivocadas de quem foi Noé.

2-) Porque a história de Nóe narrada pelas Escrituras se contrapoem em muito ao filme hollywoodiano. Um claro exemplo disso é a  história de um grupo de anjos que ajudaram Adão e Eva depois da queda,  desobedecendo a Deus. Ora, essa afirmação além de transloucada é absolutamente antagônica aos ensinos da Palavra de Deus.

3-) Porque o filme apresenta um Deus desprovido de amor, bondade e misericórdia.

4-) Porque o filme apresenta um Noé completamente diferente do narrado pelas Escrituras. O Noé de Aronofsky é obececado, violento e insensível.

5-) Porque o filme  apresenta um péssimo conceito de Deus, onde o Criador não fala, ama ou se relaciona com Noé. Na verdade o filme retrata um deus vingativo, impessoal e cheio de ódio.

6-) Porque o filme induz  os expectadores  ao erro  por ensinar aquilo que jamais a Bíblia ensinou.

7-) Porque o filme é fraco, sem sentido, cansativo monótono e herético.

Agora, para aqueles que dizem que o filme não tem nada demais em ser  visto por não passar de entretenimento e não um "manual de teologia permita-me dicordar dizendo:

O filme fala de um personagem bíblico certo? Portanto, o relato deveria ser bíblico correto? Nessa perspectiva se o filme foge daquilo que a Palavra de Deus ensina ele deve ser criticado sim, até porque, ao ser divulgado  por Hollywood vendeu-se uma ideia absolutamente contrária ao que foi visto nas telas. Além disso, como entretenimento, a película é frágil e  de extremamente  mau gosto. 

É o que penso, é o que digo!

Renato Vargens




Henrique Bruno disse...

Esse filme realmente está dando o que falar e desde que foi anunciado tenho desejo de vê-lo para analisar como a história foi reproduzida nesse filme.

Mayra Kelly disse...

É verdade? É respeitável? É justo? É puro? É amável? É de boa fama? Há virtude? Existe Louvor? Se não houver essas coisas, por que perder tempo?
Vi alguns comentários de pessoas que assistiram o filme, alguns disseram que se for assistir procurando fidelidade as Escrituras que fosse ler a Bíblia. Agora, se quer interagir com a arte, então veja-o criticamente. Realmente, não devemos esperar que um filme hollywoodiano seja fiel a palavra de Deus.É melhor ficar em casa, lendo e estudando a sua Palavra, do que perder tempo com o filme, que só fere a verdade Bíblica. Os atributos de Deus. Expondo um Deus que não é o da Bíblia. E se for para interagir com a arte, também, não vejo motivos aplausíveis para assisti-lo Há muita arte por aí, que podemos apreciar e que não fere a verdade bíblica.

Thiago Guerra disse...

Também conclui por ai Renato...

http://feparatodosiguabagrande.com.br/site/?p=235

André R Fonseca disse...

Ok, pastor Renato Vargens. Já sei os seus sete porquês de não recomendar, mas dá pra mandar também aí uma lista de sete motivos do porquê recomendar, ou o filme é 100% ruim? Tomada a narrativa de Noé isoladamente, Deus de fato está irado! Vingativo não, mas justo o suficiente para trazer o castigo. Será isso ser vingativo? Os anjos, chamados de guardiões, são extraídos da mitologia judaica, as mesmas fábulas que inspiraram homens de Deus como Pedro e Judas... lembra do livro de Enoque? De onde o senhor acha que Pedro tirou aquela história de Noé como pregador da justiça? Das Escrituras? Vai olhar pra isso com os mesmos olhos que assistiram o filme? Heresia! E judas a respeito da vinda do Senhor? Da mesmíssima fonte que o Darren Aronofsky usou para compor o filme! Quero legitimar a narrativa dele? Não... só queria que os crentes hoje não se sentissem melhores do que os cristãos do primeiro século ;)

André R Fonseca disse...

Pr. Renato Vargens, o senhor disse: "Porque o filme induz os expectadores ao erro por ensinar aquilo que jamais a Bíblia ensinou." Mostre-me por favor, onde se encontra o ensino bíblico de que houve uma disputa angélica pelo corpo de Moisés. Grato!

Olá disse...

Um outro texto que relata mais minuciosamente o filme:

http://www.cristianecardoso.com/pt/2014/04/04/filmes-que-nao-sao-o-que-parecem-noe/

Alexandre disse...

"pessoas vão cinema à procura de Bíblia e à igreja à procura de entretenimento"

Extraido.

Lamentavel.

Tiago Aguiar disse...

Acredito que o filme não tenta tomar o lugar das Escrituras, é apenas uma obra de ficção levemente baseada numa passagem bíblica. Não vejo problema nenhum nisso.
Quem quer conhecer a Bíblia, deve lê-la sempre e não buscar entendê-la num filme de Hollywood...

Sostenes Bernardes disse...

Todos que puseram grandes expectativas sobre a produção Hollywoodiana, no sentido de esperar total fidelidade do filme para com o texto que o inspirou, se frustraram na mesma proporção. O fato é que não houve acréscimo ou diminuição, foi criada outra história baseada em elementos do texto do Gênesis. O filme nunca foi feito pra set aula de EBD. Quem deseja conhecer a verdadeira história, deve ler a Bíblia e pesquisar em livros relacionados ao V.T.. O filme não é "recomendado" por vários outros motivos, diga-se de passagem, técnicos. O Noé e o deus mostrados no filme não são, definitivamente, os mesmos da Bíblia. esperava uma crítica mais consistente, Renato. Abraço

Suyene Carvalho disse...

Vou assistir pra poder criticar também, rsrs, mas de antemão, cinema é diversão e não uma aula de teologia. Esperar fidelidade ao texto bíblico partindo de Hollywood é muita ingenuidade pastor, rs. Aposto no Russel Crowe pra salvar esse filme!!!

Renato Vargens disse...

Ingenuidade? Primeiramente, quem disse que eu fui ao cinema atrás de teologia? Agora, deixe-me esclarecer algo: O filme fala de um personagem bíblico certo? Portanto, o relato deveria ser bíblico certo? Nessa perspectiva se o filme foge daquilo que a Palavra de Deus ensina ele deve ser criticado sim, até porque, ao divulgar o filme vendeu-se uma ideia absolutamente contrária ao que foi visto nas telas. Além disso, como entretenimento, a película é fraca e extremamente de mau gosto.

Abraços,

Pr. Renato Vargens

Dimas Oliveira disse...

"Noé" decepciona

O filme "Noé" (Noah), de Darren Arenofsky, em cartaz no país e em Feira de Santana no Orient Cinplace, foi visto em sessão lotada. Ouvi pessoas protestando ao final: "aberração", "ridículo", "uma m...". Trata-se de uma realização decepcionante. Principalmente para quem procura conhecer um pouco da Bíblia. A inspiração é a passagem bíblica no livro do Gênesis, mas o filme é essencialmente anti-bíblico. Está recheado de detalhes que não estão no Livro Sagrado, que distorcem a Palavra de Deus. A desculpa é o uso de "licença poética". Está mais para um filme ambientalista, ecológico e humanista, com personagens vivendo dramas existenciais.
Como não se deve defender a interpretação artística licenciosa da Bíblia, considero o filme como um desastre. Não se trata de conservadorismo e literalismo da Bíblia.
O filme mistura fantasia, misticismo e mitologia. Mesmo assistindo "Noé" sem se ater ao que diz a Bíblia, o filme decepciona. O seu afastamento da narrativa bíblica, a falta de precisão no que se refere à Palavra de Deus é demais da conta. O filme chega a criar confusão com a alta dose de corrupção da Bíblia.
O diretor Darren Aronofsky expõe uma visão distorcida do que está contido no Gênesis, capítulos 5 a 10, a começar por não nominar Deus, sim chamá-Lo de "o Criador".
Noé não recebe um chamado de Deus para construir a arca. Na trama fantasiosa, ele tem visões que o levam a construir a arca, recorrendo a conselhos de seu avô Matusalém, diferentemente do que está contido na Bíblia.
Não se sabia de Noé como vegetariano e lutando contra uma legião maligna comandada por Tubai-cain - que consegue entrar na Arca -, ainda mais contando com ajuda de "guardiões", gigantes de pedra, que constroem a arca, e que mais parecem "Transformers". Um dos recheios despropositados do filme essas criaturas que antes eram "anjos de luz". Tudo fora da Palavra. A divulgação do filme inclusive restringe imagens desses personagens. Consegui apenas essa (Foto: Reprodução).
As três mulheres de seus filhos Sem, Cam e Jafé não aparecem no filme. A Bíblia não fala de Ila, filha adotiva de Noé, que se relaciona com Sem e tem gêmeas. No Gênesis, Sem teve filhos, não filhas, ainda mais gêmeas.
Noé é um personagem proeminente do Antigo Testamento e um dos exemplos que ilustram a fé em Deus. No Novo Testamento, Hebreus 11: 6 e 7 diz: "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé."
A Bíblia relata que Noé andou com Deus num ambiente mau (Gênesis 6:8-12); obedeceu a Deus quando lhe foi dada uma tarefa difícil (Gênesis 6:14, 22; 7: 5); foi lembrado por Deus e saldo da morte (Gênesis 8: 11); pela fé, Noé trabalhou para sua salvação (Hebreus 11: 7);Noé advertiu a seus vizinhos acerca do juízo vindouro (2 Pedro 2: 5); Noé edificou o primeiro altar de que há registro (Gênesis 8: 20); e foi honrado pelo Senhor com uma aliança eterna (Gênesis 9: 12-17).
Comentário publicado no "Blog Demais"

Hostel Canasvieiras disse...

APOIADO Pastor! dito isto o filme é Herético e um sacrilégio.

Julião Signorini disse...

Vale lembrar que: Filme é filme, e Bíblia é Bíblia! Simples né?!

1 disse...

Perfeito comentário das sete razões. Concordo. Noé no filme fé diferente do que as Escrituras dizem.

ana silva disse...

Vcs não entendem que o que querem é mais pessoas encham a bilheteria!

guinho disse...

Eu ainda não assisti, mas pretendo ver até mesmo para eu poder saber as diferenças gritantes que já sei que existirão, lendo os críticos do filme (aqueles que vivem disso, não nós quando criticamos) já é lamentável quando eles sugerem apenas um Deus vingativo e a frase que li " Nóe o protagonista do maior genocídio da humanidade", de fato o homem se acha como "inocente" e seus pressupostos são de que Deus é nosso devedor, ou seja, o homem tem uma impressão exageradamente importante sobre si frutos do relativismo e do existencialismo de nossos dias. Papéis invertidos são frutos de uma cosmovisão puramente horizontal, é triste mas não é novidade, Paulo já descreveu em Romanos, que ao invés de adorarem criador, adoram animais e o homem, fica comprovado o quão mortos estão aqueles que não foram salvos pelo poder salvífico e regenerador do Espírito, parafraseando Paulo em Efésios 2,

Em Cristo
Guinho
www.respirandodeus.blogspot.com

Diego Souza disse...

Suyene não discordo de vc assistir o filme pra criticar, mas vc se equivocou no que disse depois.

Mensagens Edificantes disse...

Isso mesmo!

Alexandre Oliveira disse...

Seu grande erro é comentar o filme (que é uma obra de arte) na esfera ideológica. Então te pergunto; você é crítico de cinema? Você disse..Na verdade o filme retrata um deus vingativo, impessoal e cheio de ódio... E o que é isso? A Bíblia diz em Romanos 12:19 “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor.” Noutro lugar.. 2 Samuel 6;7 "Então a ira do Senhor se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali; e Uzá morreu ali junto a arca de Deus". Eu poderia enumerar muitas coisas mais contudo, não vou ensinar missa á vigário. O senhor pastor, pode ser bom como pastor mas, como crítico de cinema não o é.
Abraços...

Andrey disse...

O filme é ruim, Suyene. E mto!

Sinceramente eu não fiquei triste pela distorção da teologia ou por não ser biblicamente correto. Concordo com vc, não esperava que fosse.

Mas tecnicamente falando, o filme é muito ruim. Roteiro, imagem, Russell Crowe tá um qualquer etc.. A partir daí o resto passou a incomodar, porque fazer um filme ruim apenas para distorcer o cristianismo é muita palhaçada. Gostaria mto de não ter contribuído ($$) pra isso.

jdic disse...

Motivos para indicar...O 3d do filme é bom.Os efeitos especiais são bons...Mas mesmo olhando como arte( nesse caso cinema) o filme é muito fraco, arrastado, roteiro sem nexo com nada que eles mesmos mostram...è tudo muito mais muito deslocado.E o final só acaba com o resto de dignidade que o filme ainda tinha

Sostenes Bernardes disse...

Segue um link (REPLETO DE SPOILERS) de uma análise crítica que, tenho certeza, acrescenta, e muito, na discussão: http://www.libertar.in/2014/04/nao-e-o-que-parece-filme-noe.html?m=1

David Nacimento disse...

Com todas essas razões fiquei com mais vontade de ver =D

Anália Art'sanália disse...

Não perco 1 real do meu suado dinheiro para assistir a NENHUM filme baseado em histórias Bíblicas,já ficou comprovado que é passar raiva na certa,depois eu assisto na tv,kkkkk
E este pra piorar tem qualidade técnica ruim pelos comentários,então talvez eu não assista nem na tv.Sinceramente pra mim não vale um debate,é perda de tempo!!!

diogoyoshida disse...

Eu também odiei o filme, mas tive que ir assistir, uma vez que muitos crentes estavam indo e relatando: " o filme é bom", "exalta a soberania de Deus", "abriu a minha visão da criação", etc. Por favor, né?! Bastou começar o filme para as heresias ficarem insuportáveis para mim. Enfim, assisti até o final e tive as mesmas impressões suas, pr. Renato. Mesmo sabendo que iria assistir a um filme como se estivesse indo ver um "Thor", por exemplo, porque nunca que Hollywood iria se preocupar em produzir algo fidedigno à Palavra de Deus, a qual eles não acreditam!

Igreja Militante disse...

O filme é péssimo, não só pq agride a verdade com interesses escusos,mas é ruim como arte ficcional, deixando de lado tudo que já foi expostos e com razão pelo blog, o filme altamente cansativo, se quer se divertir no cinema, vá assistir outro filme qualquer, garanto que sairá mais satisfeito.

Alexandre disse...

Se sabiam que encontrariam erros ou heresias porque ir assisti-lo? com o intuito de criticar? isso não seria um pecado?

Sinceramente, muitos estão querendo achar chifres em cabeça de burro.

Lamentavel.

Alexandre disse...

LEMBRANDO QUE O PRÓPRIO AUTOR DO FILME PARA OS QUE NÃO SABEM RELATOU EM SUA ENTREVISTA QUE O FILME NÃO PODERIA SER COMPARADO COM A BIBLIA, OU SEJA, MUITOS JÁ FORAM COM O INTUITO DE CRITICAS.

Miguel Sampaio disse...

Concordo Pastor, fiquei revoltado, meu professor da faculdade (de teologia), passou um trabalho para fazermos um comentário teológico sobre o filme, e então tive de assistir obrigado! É um lixo, e desrespeitoso demais.

Igor Nascimento disse...

Você está críticando o filme apenas com sua ideologia fraca cristã. Vai estudar ao menos a biblia pra ver que o deus do antigo testamento era cruel e vingativo. Alem do mais eu nunca vi deus falando com ninguem e se você estiver ouvindo vozes procure um médico isso é grave.

Alexandre Gomes disse...

sem comentários concordo.Esse filme não tem nada embassado na palavra de Deus !!!!

Arlene Nascimento disse...

Isso mesmo! A biblía é muito clara! Agora muitos não querem ver a verdade! E concordam com o erro!

Zion Nevaeh disse...

Eu concordo com a maioria dos argumentos, porém quero ressaltar uma coisa. A biblia trata dos Benay Helorim, que são citados no livro de Enoque que era base de fé do povo de DEUS na época. O livro de Judas cita o livro de Enoque também. Os Benay Helorim é um grupo de 300 anjos que desobedeceram a DEUS e tiveram filhos com mortais e dessas mortais nasceram gigantes e outras criaturas. "Logo justifica-se o dilúvio" que não estaria ligada a queda de Adão e eva. Se precisar dos arquivos de livros apócrifos e do livro de Enoque eu tenho em PDF.

Zion Nevaeh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zion Nevaeh disse...

Só mais um comentário. O filme só vai decepcionar os idiotados que pensam que a PALAVRA de DEUS se resume ao que é conhecido. Os livros apócrifos ajudam a compreender a contextualização do filme. É nisto que o filme está baseado, em estudo teologicos aprofundados. óbvio que há coisas que fogem totalmente ao que se convencionou verdade, mas as coisas que estão encobertas aos nossos olhos só serão reveladas que DEUS o permitir, o restante é especulação...

Cleide Santos disse...

Concordo com você Alexandre Oliveira!

Gilson Batista disse...

AMIGÃO NA BOA, NÃO PERCA SEU TEMPO E $$

Gilson Batista disse...

Sim, o filme é 100% ruim. è um sério candidato ao premio de FRAMBOESA DE 2014

Lucas disse...

Interessante! Alexandre Oliveira pensa que só os "críticos de cinema", profissionais, podem fazer uma análise crítica de um filme? Onde está a liberdade de pensamento? Ou somos presas dos críticos e não temos esse direito como seres pensantes? Pensamentos assim em pleno século 21 é de assustar. Talvez, foi por isso que João Alexandre lançou o CD: "É proibido pensar", se referindo ao "mundo gospel" atualmente. Em frente pr. Renato!

piike disse...

Fábulas são fábulas ainda prefiro outra história de fantasia como harry potter ou senhor dos aneis do que a mitologia crista.

Rafael Dantas disse...

"Contudo, nem mesmo o arcanjo Miguel, quando estava disputando com o diabo acerca do corpo de Moisés, ousou fazer acusação injuriosa contra ele, mas disse: 'O Senhor o repreenda!' " Judas v.9

YAOHUSHUA disse...

É TUDO VERDADE!!

YAOHUSHUA disse...

O FILME ESTAR CORRETO!!

Samir Nunes disse...

Pelo que estou vendo das criticas sobre o filme não vai vale a pena nem um pouco assistir. Melhor ficar em casa e ler a biblia =)

Samir Nunes disse...

Pelas críticas que estou vendo parece não valer nem um pouco a pena assistir. É melhor ficar em casa e ler a biblia.

Tarcísio Neves disse...

Cinema não é só entretenimento, sobretudo quando se aborda assuntos sérios como os da Bíblia, embora saibamos que maioria dos produtores da Babel americana se considerem sempre estarem um andar acima de Deus. Daí a explicação de que normalmente e, principalmente nos dias de hoje, produzem verdadeiras aberrações. Não vi o filme, ainda. Mas, pretende assisti-lo para checar se as críticas estão fundamentadas em toda sua essência. Conheço bem o Noé, do ponto de vista bíblico, e sua dadivosa escolha, feita por Deus, para salvar a permanência do homem na terra...

Lukas disse...

Bom,eu assisti, e gostei muito.O problema das pessoas, é NÃO olhar com os olhos espirituais,da mesma forma quando estamos ouvindo a pregação de um pastor de renome,só pq é de renome, vocês acham que devem pescar tudo(acreditar em tudo que ele fala,não sabendo , que ele é imperfeito, e pode errar ao falar , e dizer o que pensa),devemos pescar só o melhor do peixe , e jogar as espinhas fora. Parem de criticar.e vejam com olhos espirituais,sintam o Espírito Santo falar com vocês através das cenas,pois comigo, Ele me falou bastante.Eu pesquei só o que me foi necessário para Deus falar o que eu precisava entender, e que estava sem sentido,nem esperança,e nem fé com tantas coisas horriveis acontecendo no mundo de hoje,que às vezes,chego até pensar, será que Deus existe pra permitir tantos sofrimentos ao seus servos, e os infieis viverm uma vida de felicidade as nossas custas(vai dizer que teve momento em sua vida que você nunca chegou a pensar desse jeito,mesmo estando dentro da igreja?) .Este filme reavivou a minha fé na existência do Criador,só fez a minha fé crescer muito mais,e ver que o Deus de ontem ,de hoje, e do amanha será eternamente justo e fiel aos seus escolhidos.E como era um filme, ele tinha de criar algo emocionante.Parem de SÓ JULGAR,como fazem os hipocritas,olhe para o melhor que este filme pode trazer para os que NÃO conhecem Á DEUS. Fika a dika: REFLITAM,MEUS IRMÃOS,pois Deus pega as coisas loucas deste mundo para confundir...

Unknown disse...

Zion, eu gostaria destes apócrifos (tanto o de Enoque quanto os outros.). obrigado.

leo12dut@hotmail.com

Ericka Camila disse...

Prezado, desculpe ser o trazedor de uma má notícia, más, o Grande Dilúvio relatado na Bíblia nunca aconteceu. É uma simbologia, uma metáfora bíblica de Shiva (Purificadora) dando a Deus a possibilidade de recomeçar tudo (purificar tudo). Mas, o desastre, de fato, nunca aconteceu. Se algo desta proporção tivesse acontecido haveriam evidências e elas seriam estudadas.

Thiago Souza disse...

Blza agora que erga a mão aquele que estava presente no acontecimento para dizer que a biblia é 100% correta, a biblia é um livro e não um manual, faz a interpretação que cada uma achar melhor, cristãos, evangelicos, protestantes, cada um a distorce da formaque lhe convém e enfiam goela abaixo de sues fiéis, isso para os que não sabem, é apenas um filme, uma ficção, será que foi um sacrilégio anjos e demonios ? em que o papa é acusado de traição e toda aquela papagaiada ? não..., um ótimo filme, para de ser eximios devotos, bando de gente falsa, que mente, traia, rouba, cobiça a mulher do próximo, que cospem nos mendigos e elevam esses ladrões em forma de mensageiros, sou um pecador assim como todos, mas ao menos sei o que sou, vou ver o filme, e não vou me apegar a nada, "tem escrito no filme, baseado em fatos reais ?, NÃO, então parem de hipocrisia, pq ngm pode provar absolutamente nada, Deus, esta dentro de nós, e se manifesta a nossa vontade e percepção, e o visualizamos como a nossa fé nos permitem, então pf, parem de apedrejar uma FICÇÃO e sejam mais condescendentes com a realidade que vocês vivem, quem lê vocês falando pensam que são um bando de padres e freiras todos devotos....pf, parem de graça e vivam e vão viver a vida em sua forma real e falha, assim como o gênio desse tópico disse "é o que eu penso, é o que eu digo" kkkkk pf vai...

Jameson Ramos Campos disse...

Qual é cara. Dá uma licença, uma liberdade poética! Noé é um mito, e os mitos foram e são criados para isso, licença poética.

Thiago Souza disse...

Nossa será que esta escrito "baseado em fatos reais" kkkk, pf vai, isso é apenas um filme, e outra ngm aki pode dizer da forma que aconteceu tudo e se o que esta escrito na biblia é vdde ou mentira, tem uns aki que falam sacrilégio e bal bla bla, mas quando passa por um mendigo na rua torce o nariz, quando ve a mulher do amigo toda gata seca ate não poder mais, só paga o dizimo pra dizer que é um bom fiel, "sensação de dever cumprido" ah para né, não vi ngm criticar anjos e demônios, agora vem esse, com todo respeito, ao Sr dono desse post, o portador da verdade absoluta dizer que o filme é isso e aquilo, pf vai, isso é um filme, baseado em uma história contada de diversas formas, linguas e interpretações, e que não existe uma afirmativa correta sobre o que de fato aconteceu, PQ NGM DAQUI ESTAVA LÁ, a biblia é um livro de interpretações e não um manual de instruções, ou seja cada um interpreta como achar melhor, então parem de se achar os cavaleiros fiéis e sem pecados de Deus, e ponham na cabeça de vocês que isso é um filme, baseado em uma história que veio sendo disseminada através dos tempos, é claro que, se alguém tiver um ticket de embarque da arca, ou uma foto com o Noé eu calo minha boca, sejam humanos vai, menos "o que eu penso que sou" e mais "eu sei como eu sou" pf

Rosicler disse...

Assisti com um olhar de crente e gostei.
Posto uma reportagem que tem um outro olhar.
Crer é tb pensar.
http://noticias.gospelprime.com.br/filme-noe-leitura-biblia/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+gospelprime+%28Gospel+Prime%29

Falksness disse...

1-) Porque o filme de Darren Aronofsky fundamenta-se em lendas, ficções e interpretações equivocadas de quem foi Noé.

Manolo, é apenas uma versão, não precisa seguir nenhuma outra, muito menos a que você gosta, sendo das escrituras sagradas ou não., Não precisa agradar suas crenças pra ser bom não. Noé foi um cara que quando ficou bêbado e correu peladão o filho riu dele (deve ter sido engraçado mesmo kkk) e AMALDIÇOOU o filho.e foi ruim pra caramba pro filho dele essa treta O kra não era muito flor do campo não mano...

2-) Porque a história de Nóe narrada pelas Escrituras se contrapoem em muito ao filme hollywoodiano. Um claro exemplo disso é a história de um grupo de anjos que ajudaram Adão e Eva depois da queda, desobedecendo a Deus. Ora, essa afirmação além de transloucada é absolutamente antagônica aos ensinos da Palavra de Deus.

Manolo, uma versão não precisa seguir o livro que te agrada não mestre. Veja pelo lado bom, pelo menos, você não sabe de tudo o que vai acontecer, caso soubesse, por que ir ver o filme?
É só uma versão mano.

3-) Porque o filme apresenta um Deus desprovido de amor, bondade e misericórdia.

Mano, o Deus de Noé SE ARREPENDEU DE TER CRIADO A GALERA E MATOU TODO MUNDO AFOGADO MANO... nossa, é amor pra caramba hein...

4-) Porque o filme apresenta um Noé completamente diferente do narrado pelas Escrituras. O Noé de Aronofsky é obececado, violento e insensível.

Essa não vale, vc ja falou disso anteriormente. Dá só pra aceitar 03 argumentos
.
5-) Porque o filme apresenta um péssimo conceito de Deus, onde o Criador não fala, ama ou se relaciona com Noé. Na verdade o filme retrata um deus vingativo, impessoal e cheio de ódio.

Nó mano, de novo? ta fraco hein, vc já falou isso na outra de cima, não vale usar a mesma coisa não irmão... até agora são só 03 argumentos. Deus matou todo mundo mano, sera que vc não entende que isso é cabuloso não? Contradiz o amor em cheio, não?

6-) Porque o filme induz os expectadores ao erro por ensinar aquilo que jamais a Bíblia ensinou.

Mano, mano.... É só um personagem da bíblia mano, não precisa seguir a historia do jeito que é não mano, isso é uma versão. Essa tb ta meio repetitiva hein, vamos aceitar 04 argumentos.

7-) Porque o filme é fraco, sem sentido, cansativo monótono e herético.
QUE??? Isso lá é razão???? Se outro achou bom, a razão seria ele apontar a sua opinião, falando que "o filme é massa"?
Isso não é sequer um argumento...
mano, 04 razões pra fazer caridade, vc devia ter pensado mais antes de escrever =]
Ahh, lembrando viu, O Deus da Biblia matou todo mundo mano.... matou TODO MUNDO...
Matou gente demás!

Anderson Timóteo disse...

Eu acho que você deveria deixar o cara ter a própria opinião dele. As experiências dele para ele mesmo valem muito mais que as suas pode acreditar.

eddi_rocha disse...

heheheheheheh.....mito...kkkkkkkk

Talita Lyra disse...

Primeiroo que autor disse que a visaooo dele sobre isso.. segundo critica e se dizer o dono da verdade e mto fato.. a verdade e qe ninguem nunca esteve la para saber o que realmente aconteceu... afinal nao sabemos nem que escreveu de fato o livro sagrado podem ter inventado mta coisa e isso ninguem fala... terceiro levar ao pe da letra tdo que se diz la e mto facil... quarto o noe do filme e um noe mais humano que se rende ao amor e compaixao acho que isso ninguem viu ne? e quinto e claroo que aumentou e fantasiou mta coisa, ate pq essa passagem na biblia e mto curta... como que iam fazer um filme com uma passagem tao pequena... claro que teriam que fantasiar aumentar algumas coisas...
e isso minha opiniao e essa... acho que respeitarr tb seria mto bom!! obrigado..

André Marques disse...

eu assistir, esse filme é cabuloso, uma aberração, para quem ler e já leu a Bíblia é mais agressivo ainda, mas devemos examinar tudo e reter o que é bom, o filme me trouxe revelações e entendimentos que em momentos de leitura me passaram um pouco despercebido, como no caso dos Benay Helorim.... para quem não ler a Bíblia vai ser mais confuso ainda, é melhor nem assistir.

Emerson Menegassi disse...

Caros,
As setes analises não devem ser feitas apenas no filme sobre Noé, visto que toda a produção foi feita por pessoas que visam fins comerciais...se está condizente com a bíblia ou não é outra coisa. Se queremos um relato exato então que a produção seja toda cristã.
O que temos que fazer é analise dos setes erros das teologias que estão sendo ensinadas, das músicas que estão sendo comercializadas, dos padrões que estão sendo criados dentro de nossas igrejas. Para quem tem a bíblia como um livro de fé é regra um filme nunca será mais que um filme.

de Souza Assis Rogério disse...

Nem era preciso discorrer tanto. Bastava dizer que se trata de uma obra de ficção, que no dicionário quer dizer: s.f. Ato ou efeito de fingir. Simulação.Criação da imaginação, invenção fabulosa.
Portanto, obra de ficção não estar atrelada a verdade.

CHARLES LANG disse...

" Porque o filme apresenta um Deus desprovido de amor, bondade e misericórdia." Rapaiz, um deus que afoga toda a criação é amoroso, bondoso e misericordioso?

Aldo Gomes disse...

Falou tudo.

Aldo Gomes disse...

Perfeito!

FLÁVIA BIGGERS disse...

O filme Noé, bem tirando coisas absurdas e coisas que não estão alinhadas com a palavra que esta escritas na Bíblia, pois a história e inspiração vem de dela. Gostei muito do filme, pois há uma mensagem a ser passada nas entrelinhas e eu creio que foi passada. Em momento algum se ouve ou lê a palavra DEUS e sim o CRIADOR. Pois não é um filme GOSPEL nem BÍBLICO e sim um ÉPICO.

Ficamos atentos povo de Deus. Aproveitem os Pastores, Mestres, Ministros da Palavra , Filhos de Deus. Usem de SABEDORIA a grande oportunidade de contar /explicar/ensinar quem foi Noé. A grande importância deste homem para Humanidade, se não fosse a obediência dele não tinha sobrado 1 se quer para contar história nenhum muito menos fazer tantas criticas. Não cobrem de Hollywood, algo que foi confiado a NÓS!

Ah! quem não viu e for assistir, vá e ore, fale com o Criador o que Ele permitiu ser passado para cada um que estiver sentado em uma sala de projeção. E também não deixe de se atentar que ao final do filme esta escrito bem grande que se trata de um Épico.
Épico é uma palavra que classifica uma ação heróica, que pode ser baseada em fatos apurados ou inventados. Do latim "epicus". Épico é usado também para adjetivar um feito memorável, extraordinário, uma proeza, algo muito forte e intenso.

O gênero épico é a narrativa em versos que apresenta um episódio heróico da história de um povo. Consiste em um gênero literário do âmbito da poesia (poesia épica), que relata os atos heróicos de personagens reais ou lendários.

De acordo com a categorização feita na Antiguidade, os três gêneros literários são: o épico, lírico e dramático.

aranha junior disse...

Eu assisti e perdí meu dinheiro, se pudesse o tomava de volta.

aranha junior disse...

Desculpe discordar com você André, mas retratar os Neflins com demônios presos em rochas como castigo de Deus, demônios clamando pelo perdão? Isso é total heresia e cristão nenhum consegue ver tanta ofensa ao Senhor e encarar como coisa normal, o Espírito Santo que habita em nós não deixa! Anjos caídos jamais ajudaram o ser humano em coisa alguma, pelo contrário, eles mesmo são a causa da direção caótica que a humanidade vem trilhando, induzindo o homem a se afastar cada vez mais de Deus. Esse é só um ponto.

junior disse...

Meus caros, todas as vezes que a bíblia precisou de um defensor, deu nisso! Porque não assistir? De minha parte, penso que nenhuma posiçao deve ser diferente dá ensinada por Paulo: examinei tudo e retém o que é bom!

... disse...

Achei o filme cheio de clichês desgastados. A bíblia fala que haviam gigantes naquela época, mas, o diretor interpretou como aqueles transformers de pedra, mal gosto! Achei o filme, por si, bem estranho...

Ricardo RicSou disse...

O Filme é muito ruim... enredo, história, narrativa bíblica desconectada da própria Bíblia, etc. Ressalvando-se os efeitos e talvez fotografia. Mas, em relação à história bíblica, sem comentários, nem se fala.

Mas uma coisa é certa! Independentemente de qualquer coisa, o sucesso de bilheteria vai existir, até mesmo diante das críticas negativas. Crentes ou não, muitos irão assistir e encher os bolsos daqueles produtores e seu elenco... Então, se isto é inevitável... Por que não aproveitar a oportunidade para que cristãos, que de fato conhecem a Bíblia, ao serem questionados, possam auxiliar outros esclarecendo-os e promovendo discussões sadias e esclarecedoras para essas pessoas. Isto seria algo positivo a ser usado por conta de um filme repleto de heresias.
Sim pois de heresias, o filme está cheio: Um Deus cujo desejo maior foi o de exterminar a humanidade, isto não é verdade, e a prova foi o fato dele preservar uma geração piedosa e fruto de Noé o único justo e pregoeiro da verdade na face da terra naquele tempo. Contudo no filme, a decisão ficou com Noé, como se este sim fosse o misericordioso e não Deus.
Um Deus que (no filme), perdoa anjo caído (que no fim das contas são demônios), mas não perdoaria o ser humano? Outro lixo fundamentado em lenda...
Um filme envolto em certa magia e poderes sobrenaturais de um velho ancião (Matusalém), vivendo como ermitão numa gruta, sem família, isolado, aceito numa terra inóspita, habitada por gigantes (demônios). Sabe-se que na cultura hebreia, pais e filhos conviviam juntos e que as histórias contadas, ensinos eram repassados aos filhos e netos, como Noé faz no filme, ainda que de forma equivocada, enfatizando o evolucionismo... Assim não podemos entender o papel deste velho ancião.
A cronologia equivocada. Até aceito Matusalém cuja idade foi de 969 anos, o que supostamente coloca seu final de vida na época do dilúvio, pelo menos o ano. Agora, colocar o Tubalcaim (filho de Caim) mais novo que Matusalém e ainda vivo, foi de lascar, sabendo-se que este foi a sétima geração depois de Adão, e Caim a segunda.
Falando em Tubalcaim, a mensagem por trás do discurso dele, sobre o homem e como este foi abandonado por Deus, blá, blá... O homem feito para dominar, etc... etc. Tubalcaim é um elemento de confusão neste enredo, para deturpar a verdadeira essência e imagem de Deus, à qual ele mesmo afirma, ter sido feito. O que nos leva, pelo discurso daquele personagem, à condição de seres imundos, de natureza corrompida e perversa, como imagem de um Deus Santo... Assim a imagem de Deus é de um Deus perverso, corrompido, e etc etc... Isto não existe!
Poderia falar outras coisas mais a respeito, mas vejo que este filme cumpre cabalmente o papel hollywoodiano, de denegrir a imagem de Deus, Pai e Criador, Deus de amor e bondade, cujo desejo maior, ainda que diante de todas as atrocidades que o ser humano comete, é salvar este ser. Deus está em pleno gozo de sua longanimidade. O ser humano está abusando, exatamente como nos dias de Noé... de Sodoma e outros.
Vale a pena pensar sobre isso! Extrair o melhor deste momento, e usá-lo para a glória de Deus. O Pai quer que as pessoas cheguem ao conhecimento da VERDADE. Se nós sabemos a verdade, seremos omissos se a retivermos conosco.
Abraço e parabéns Pr Renato Vargens

Rafithas disse...

Engano seu a humanidade sempre teve o direito ao erro e ao pecado, e assim Adão e Eva o fizeram, por livre e espontânea vontade, agora falar que anjos caídos não ajudam em nada é muita irracionalidade, como você acha que um anjo do senhor vem ao nosso mundo, se as próprias escrituras falam que eles estão muito acima de nós, tendo assim de cair ao nosso mundo, aprenda um pouco sobre o conceito de terra, inferno e céus para saber sobre as estruturas que os mantém, aprenda um pouco sobre o que realmente aconteceu no paraíso antes da queda de um anjo e com todos os arcanjos que o seguiram, sim alguns deles chegaram a se arrepender, e se Deus é amor, carinho, paz, você acha mesmo que ele em sua sabedoria não perdoaria, se de fato o anjo não estivesse arrependido, para de ser mesquinho e olhar só pro seu umbigo, se você é incapaz de perdoar outro humano não coloque sua imperfeição em Deus.

robsonparma007 disse...

Concordo plenamente com a crítica, porém e inocência nossa achar que um filme com interesse unicamente comercial se preocuparia em retratar fielmente a bíblia se nem nos púlpitos de nossas igrejas isso tem acontecido, mas achei o filme maldoso e heretico acima do normal além de ser muito ruim

Akiles disse...

eu acredito é na Biblia,e vou assistir o filme para ver como é pois ja assistir piores e nada me afetou pois como não passa de um filme d efeitos especiais ....

Orlando Iannuzzi Filho disse...

O Diretor do Filme fez uso de partes do Livro de Enoque Etíope, nada de errado levando-se em conta que a Epístola de Judas verso 14 cita uma profecia de Enoque que está no Capítulo 1 verso 9 do livro. No caso dos Anjos de pedra, o diretor fez uso do capítulo 67 verso 4 que diz que um anjo de Deus aprisionaria (ou petrificaria) os anjos que pecaram com as mulheres conforme o Livro de Gênesis 6.1-4 Para vocês que fazem teologia, confiram a influência que o Livro de Enoque exerceu sobre os Escritores do Novo Testamento observando O Novo Testamento Grego - Quarta edição revisada. Com introdução em português e dicionário grego-português, pp. 234, 252, 285, 581, 642, 661, 697, 708, 725, 730, 736 notas. Deutsche Bibelgesellschaft / Sociedade Bíblica do Brasil; Stuttgart / Barueri (2009).

Orlando Iannuzzi Filho disse...

Eu coloquei isto acima, mas é apropriado colocar aqui também:
O Diretor do Filme fez uso de partes do Livro de Enoque Etíope, nada de errado levando-se em conta que a Epístola de Judas verso 14 cita uma profecia de Enoque que está no Capítulo 1 verso 9 do livro. No caso dos Anjos de pedra, o diretor fez uso do capítulo 67 verso 4 que diz que um anjo de Deus aprisionaria (ou petrificaria) os anjos que pecaram com as mulheres conforme o Livro de Gênesis 6.1-4 Para vocês que fazem teologia, confiram a influência que o Livro de Enoque exerceu sobre os Escritores do Novo Testamento observando O Novo Testamento Grego - Quarta edição revisada. Com introdução em português e dicionário grego-português, pp. 234, 252, 285, 581, 642, 661, 697, 708, 725, 730, 736 notas. Deutsche Bibelgesellschaft / Sociedade Bíblica do Brasil; Stuttgart / Barueri (2009).

Amancio Simba disse...

Porcaria esse novo filme NOÉ.....nada haver com as escrituras ....

Miriam Reis disse...

O filme é entretenimento. Em nenhum momento do filme diz que foi produzido para retratar fatos bíblicos.

Jesus Osmar disse...

não é à toa que foi proibido nos países islamicos, lá sim, eles são fieis a sua religião e ao seu deus.

Máh Tripoloni disse...

Acho q vc n entendeu o filme :3

Máh Tripoloni disse...

Você assistiu procurando a BIBLÍA ESCRITA não uma releitura , vc não tentou enterder , tenho 13 anos e tenho bons argumentos para contrapor os sete tópicos que vc marcou ali em cima

Leonel Rodrigo Romoaldo disse...

Vao estudar a biblia se querem fidelidade !!! Nao esperem a veracidade biblica em producoes do bosque sagrado !!!

aguia real disse...

Para aqueles que conhecem somente a bíblia, o filme de Noé é totalmente herético. Concordo!
Entretanto, a fonte de inspiração do autor não é a bíblia e sim as ciências arcanas, como a Kabalah e a Gnose. Portanto, na minha humilde opinião, o objetivo do diretor não é apenas arrecadar milhões e sim despertar a curiosidade das pessoas para aquilo que está além da bíblia.
O objetivo da serpente é continuar oferecendo ao homem o conhecimento contido na árvore da ciência do bem e do mal. "Vós sereis como deuses".

Suellen Dal Bianco Pascotto disse...

Anjos caídos são demônios meu camarada. E desde quando algum demônio ajudou alguém?

Orlando Iannuzzi Filho disse...

Cara Suellen,
Os demônios não são os anjos e sim seus filhos com a mulheres. Procure ler o Livro de Enoque que foi a fonte das principais doutrinas do Novo Testamento.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only