07 características de um pregador fraco e despreparado

Por Renato Vargens

Ouvir determinados pregadores exige uma dose extra paciência.  

Lamentavelmente, do Oiapoque ao Chuí o que mais vemos são pregadores despreparados assumindo os púlpitos de suas igrejas. Na verdade, ouso afirmar que encontrar um bom pregador cuja teologia seja saudável é quase uma missão hercúlea.

Confesso que estou cansado de ouvir pregações vazias, superficiais, materialistas, humanistas e triunfalistas, de gente que contraria totalmente o ensino bíblico.

Isto posto, sirvo-me deste post para elencar as 07 principais características de um pregador fraco e despreparado teologicamente:

  1. Um pregador fraco e despreparado costuma interromper sua mensagem várias vezes mandando o público repetir frases descabidas, sem nexo, bem como desprovidas de inteligência.   
  2.  Um pregador fraco e despreparado repete alucinadamente o jargão "fale para o irmão que está ao seu lado..."
  3.  Um pregador fraco e despreparado interrompe o sermão continuamente mandando o povo profetizar bênçãos e vitórias.
  4. Um pregador fraco e despreparado não prega a palavra, antes pelo contrário, promove entretenimento, levando o povo ao êxtase mediante piadas, casos e contos.
  5. Um pregador fraco e despreparado só fala em dinheiro, em bênçãos financeiras e riquezas oriundas da confissão positiva.
  6. Um pregador fraco e despreparado prefere Marx, Freud, às Escrituras Sagradas.
  7. Um pregador fraco e despreparado é autoritário e  maldizente, fazendo do púlpito plataforma de condenação, escravidão e opressão.
Caro leitor, se o seu pastor se encaixa nesse perfil, converse com ele, incentive-o a mudar, a pregar as Escrituras deixando de lado essa baboseira gospel. Agora, se ele, é daqueles que prefere o engano, deixe-o sozinho e procure uma Igreja que pregue as Escrituras e que faça da Palavra de Deus sua única e exclusiva regra de fé!

Pense nisso!

Renato Vargens

14 comentários:

Tem também aqueles que não sabem exatamente o que vão pregar e se perdem no meio da preleção!

Uma pena...

4 de fevereiro de 2014 12:12 comment-delete

Pastor, tem tmb aqueles que usam o púlpito para falarem de si próprios e fazerem auto-promoção.

Gi
4 de fevereiro de 2014 12:51 comment-delete

Também tem aqueles que a cada duas frases diz "glória a Deus aleluia" rsrsrs
Pelo menos está glorificando a Deus!

4 de fevereiro de 2014 16:33 comment-delete

Falar glória a Deus e aleluia não significa glorificar a Deus.

4 de fevereiro de 2014 20:28 comment-delete

querem pregar e não estudar teologia, quando não se tem acesso tudo bem porém se sabe que quê todos os bons ministérios possuem curso básico .

4 de fevereiro de 2014 20:46 comment-delete

existem aqueles que estudam a Bíblia para pregar bem. Ideal é meditar nas escrituras para viver bem e servir de referencia para as outras pessoas que o ouvem " e salvaras tanto a ti quanto aos que te ouvirem" Paulo a Timóteo 1 Timóteo 4:16 "

5 de fevereiro de 2014 10:02 comment-delete

Um pregador fraco prefere Calvino e o 'Príncipe' Spurgeon às escrituras.

5 de fevereiro de 2014 10:29 comment-delete

Né? rs As Escrituras deves estar acima de qualquer um.
Boa, José Márcio.

5 de fevereiro de 2014 11:35 comment-delete

Vai orar!

5 de fevereiro de 2014 14:28 comment-delete

Resumiu em sete pontos o que o Brasil vive hoje. A maioria das igrejas, infelizmente estão sendo servidas dessa sopa rala.

5 de fevereiro de 2014 16:49 comment-delete

Mas pregar Calvino e Spurgeon não é pregar as escrituras?

6 de fevereiro de 2014 15:02 comment-delete

O texto está ótimo e bastante coeso. Mas há só uma coisa que me perturbou: a expressão "Do Oiapoque ao Chuí". Queridos, desde 1998 que está comprovado que o ponto mais extremo ao norte do país é o monte Caburaí. Logo, o correto seria dizer "Do Caburaí ao Chuí". Paz!

18 de fevereiro de 2014 10:53 comment-delete

Felipe negativo... deve se pregar as escrituras. . Jesus é não reles humanos independente se for Spurgeon.. Calvino... lwis enfim.... a pregação é Jesus.

7 de março de 2014 17:13 comment-delete

Bom texto, mas essa do " diga pro irmao que ta do seu lado " ja me ajudou em dias que esava cansado mesmo assim fui pra igreja com sono estava la e essa técnica me fez prestar atenção melhor na palavra esses dias, entao eu axo qe é válido isso

10 de maio de 2014 00:47 comment-delete