sábado, julho 13, 2013

Crentes que fazem 'gato' são safados e desonestos sim

Por Renato Vargens

Outro dia escrevi um texto manifestando minha surpresa sobre o fato de pastores terem em suas residências o chamado Gato Net. (leia aqui) Pois é, para minha perplexidade não é que teve gente defendendo essa prática? Se não bastasse isso, depois de eu ter afirmado no Facebook que todos aqueles que se dizem crentes e que possuem "gato" quer de Internet, luz, água ou TV a cabo são desonestos e safados, um número significativo de pessoas me condenaram dizendo que eu não tenho o direito de chamar ninguém de safado e que o meu papel deveria  amar e não julgar quem pratica coisas deste nipe.

Caro leitor, por favor, pare, pense e responda? Que evangelho é esse? Que cristianismo é esse? Lamentavelmente esse povo relativizou as Escrituras. Ora, defender o "GATO" é o cúmulo da apostasia. Sinceramente esse evangelho "Gospel" me enoja!

Alguém disse: "Ah! O que tem demais  fazer um gatinho? Deixa de ser fariseu, afirmou um outro. Deus é amor e não condena ninguém, disse um terceiro." 

Pois bem, ao contrário destes, penso que quem faz Gato, é desonesto e safado sim. 

Por favor, alguém consegue imaginar Cristo fazendo um gato? Suponhamos que no tempo de Jesus existisse energia elétrica, alguém consegue imaginar o Senhor roubando eletricidade?  Prezado irmão, lamento lhe contrariar, mas isso é roubo sim! E quem faz "gato"  é ladrão! E outra coisa:  Estou cansado desse cristianismo CHINFRIM onde os fins justificam os meios. Chega! Basta! Quero viver e pregar o evangelho, quero ver uma igreja, santa, ética, justa e profética, quero ver uma igreja, que não se corrompe diante do pecado, quero ver uma igreja reformada e reformando, quero ver uma igreja PROTESTANTE!

O que me assusta é essa corja que se diz crente, vai para as ruas cobrar do governo honestidade, quando não verdade são tão desonestos quanto os políticos brasileiros.

Episódios como do "gato net" me fazem lembrar do profeta Isaías que dizia: "Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo." (Isaías 5:20)

Que Deus tenha misericórdia dessa nação e da tão combalida igreja brasileira.

Pr. Renato Vargens


Je disse...

Renato,o que você me responderia sobre acesso às mídias e as polêmicas que envolvem o SOPA,nos Esados Unidos?

Espaço do Escritor disse...

Concordo plenamente.

Soli Deo Gloria!

Francinaldo Freire disse...

Querido irmão Renato Vargens, compactuo em tudo com seu pensamento; em gênero, número e grau! Outro dia, conversava com um amigo e dizia a ele que em alguns momentos, me pego a pensar: "Eu estou errado e o mundo que me cerca está agindo certo. Não é possível! Por favor me diga que estou errado". Estamos cercados desses pseudovalores cristãos, algo impregnado de pecado e falta de caráter, onde o que é errado aos olhos de Deus é aceitável no meio daqueles que deviam lutar por esses valores e princípios.
Creio que ainda há muita gente sensata, honesta e que não negocia os valores do Reino de Deus; que não se dobram aos ídolos deste mundo e que confrontam tais atitudes. Que Deus o abençoe e fortaleça nesta caminhada. Abraços.

Antonio Silva disse...

Mano, é isso mesmo!!!

Não dá para relativizar o que é pecado, roubo. Não dá para negociar! Se alguns relativizam, seja por conceitos liberais(como salvação universal, por exemplo), ou pelos ensinos trágicos da Teologia da Prosperidade, onde vc pode andar da maneira que quiser, contanto que PAGUE pelo seu perdão e outras bençãos mais, que negociem! Que relativizem! E paguem o preço!

Penso que estamos num ponto, mano, que precisamos simplesmente ser profetas. Falar. Aquele que AINDA tem ouvidos, ouvirá. Aquele cuja mente foi cauterizada pelo pecado, cujo coração está ávido por lucros (mesmo que desonestos!), aquele que é "gospelizado" (permita-me o neologismo), este prestará contas ao Senhor.

Penso que não podemos nos calar, muito menos nos desestimular com as represálias. Pelo contrário! Por vermos tantas represálias é que temos que ganhar forças para continuar a falar das Sãs Escrituras. Força, mano! Avante!!! Ainda restam 7000 que não dobraram os seus joelhos ao hedonismo! Mesmo se ficarem "300" (número simbólico), eu continuarei, e espero que vc e outros tantos, gente boa de Deus.
Gente que não se corrompeu pelo dinheiro, pela fama, pelo hedonismo gospel. Gente que não se vendeu por um prato de lentilhas, nem por um gato de luz, tv a cabo ou internet.

Força!

"Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te." Isaias 41.16

Abçs.

Wilson R. Plaza disse...

É isso ai, pastor Renato!!

Landim disse...

Graça e Paz, Rev.(um dia desses descobri que esse é que é o título correto, peço que me perdoe pelas vezes em que o tratei por pastor). Acho que é pertinente o meu esforço no sentido de tentar me adequar ao que penso ser mais adequado a um cristão. Atualmente faço estágio em um escritório de projetos no Bairro da Aldeota, e para fazermos os desenhos dos projetos, utilizamos uma versão de autocad crackeado. Quando fiz o meu primeiro curso de autocad, nem estava preocupado com patentes, nem nada, mas o professor recomendou uma versão de cad gratuita, profissional, com todas as similaridades necessárias à versão paga e tal. Aí, foi que fiquei com uma dor de consciência, porque sempre tinha utilizado versões crackeadas de cad nos computadores da casa de minha mãe(ainda era solteiro), já professava a fé em Cristo e tinha levado um puxão de orelha de um cara que nem acredita em Nosso SENHOR. Dá até vontade de enfiar a cara debaixo do tapete de vergonha, mas tenho de assumir que estava errado. Depois que me casei, ganhei um net usado de minha irmã e - adivinha - com uma versão de windows crackeado. Resolvi tentar instalar um desses sistemas operacionais abertos, os tais linux. Apanhei um bocado pra aprender, errei dando cabeçadas, não sabia mexer nisso(e ainda hoje não aprendi direito), mas consegui botar um tal de ubuntu e nele o draftsight, pros meus desenhos. Todo gratuito, porque não tenho dinheiro pra pagar pelos softwares originais e não sou mais o filinho da mamãe, tenho agora contas pra pagar, e responsabilidades de marido, e futuramente de pai. O pobre net faz coisas que fogem às suas atribuições, trava adoidado, às vezes me põe em desespero(tenho que terminar o projeto ainda hoje), mas pelo menos a minha cabeça eu posso botar no travesseiro em paz com o Pai, que poderia me punir por ter feito o que todo mundo faz. Se não puniu, isso mostra o quão misericordioso Ele é.
Deus abençoe a tod@s!

HP disse...

Jesus nao pagou o tributo?

Ele sonegou o imposto?

É isso mesmo irmao. É isso que está acontecendo. Crente que dá jeitinho pra tudo e quer só ser abencoado nos cultos. Crente que entra nas piramides financeiras da vida, e continua vivendo como se nada tivesse acontecido.

Me enoja também.

CLARA VISÃO disse...

Ter gato net é a mesma coisa de ter em casa DVD e CD pirata!
Tudo é crime!

CLARA VISÃO disse...

Qual a diferença de ter GATO NET em casa e ter DVD e CD pirata?
Nenhuma diferença, tudo é crime, e safadeza... Crente que é crente não pode ter estas coisas em cas...

Pb Angelo disse...

Vdd, hj falar a verdade é para muitos sem noção, sinônimo de julgamento. Errado é errado, não tem meio termo. Parabéns Pr Renato.

claudiopimenta disse...

ir nao vou nem começar a falar dos predios onde funcionam igrejas sem alvara sem normas tecnicas de costruçao , sem extintor de incendio rampa para deficientes , funcionarios sem ficha , uso dos dizimos e ofertas de forma clara, prestaçao de contas deixa quieto

Rodrigo disse...

Tive uma experiência semelhante a sua. Alguns meses após a minha conversão, me veio a mente o fato de que eu usava, como todo mundo, o Windows pirata. A consciência pesou demais. Me sentia muito mal diante de Deus. Instalei uma versão de algum Linux em meu pc(embora tenha sido difícil me adaptar a ela) e a fiquei usando por uns 2 meses, antes de poder comprar o Windows 7 original.

Acho que em meio a todas as questões éticas que enfrentamos, temos que nos perguntar sempre qual atitude em nossa vida trará maior glória a Deus(I Cor 10:31). A única certeza é que, considerada a nossa pecaminosidade, nem sempre vamos acertar, mas devemos insistir e nos manter tendo "o viver pra glória de Deus" como parâmetro pra nossas atitudes.

Edy Wladson disse...

Outra coisa interessante é que em nossa legislação de trânsito o limite máximo em rodovias é de 110 km/h, quase nunca vejo um apessoa que anda pensando nesse limite, e sim geralmente em 120 km/h... será que é possível ser tão correto assim?

Bruno Dutra disse...

Graça e Paz!

Levando-se em conta o argumento defendido na postagem, o CRISTÃO também é "safado" quando:

- Compramos cds, dvds e outros produtos piratas e ou sem tributação paga.
- Baixamos músicas, filmes, livros e qualquer outro conteúdo que não seja livre.
- Utilizamos softwares piratas
- Consumir boa parte de músicas e filmes no YOUTUBE (sim, a maioria das músicas e filmes postados lá, não estão autorizados)

E várias outras coisas que são comuns e que não me lembro agora.

É bom refletir sobre o assunto e ver até que ponto estamos isentos da "corrupção".

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only