quinta-feira, agosto 02, 2012

Uma das maiores aberrações que já ouvi um pastor pregar

Por Renato Vargens

Vi no isso no Facebook no "mar-dito" e não acreditei. Fui verificar a veracidade da informação e encontrei o vídeo abaixo que me deixou absolutamente perplexo.

Confesso que ouvi uma das mais aberrativas pregações de toda a minha vida. Na mensagem o pregador afirmou que Jesus possuía uma casa de praia. 

O pastor fundamentou sua pregação num relato apócrifo de que Jesus assumiu aos 12 anos a carpintaria de seu pai e enriqueceu fazendo mesas e cadeiras. 

No entanto o que mais me assustou no vídeo não foi as distorções teológicas ditas pelo pastor, mas sim a empolgação do povo com o ensino ministrado.  

Sinceramente a ignorância bíblica dos presentes a esse culto me fez ruborizar de vergonha. Onde já se viu tamanha besteira? Pois é, para defender essa equivocada doutrina os "pastores desta maldita teologia" estão dispostos a pregar qualquer coisa.

Caro leitor, diante do exposto, repito: Eu odeio a Teologia da Prosperidade. Repudio veementemente seus conceitos e doutrinas. Na pregação, só faltou o pastor defender a tese de que Jesus possuía uma casa com 20 quartos, piscina, sala de jogos, sauna e campo de futebol.

Diante dessa doutrina distorcida resta-nos clamar a Deus por misericórdia, pedindo ao Senhor que abra os olhos do seu povo livrando-os dos ensinos defendidos pelos adeptos desta funesta teologia da prosperidade.

Com lágrimas nos olhos!

Renato Vargens

Robson Lelles disse...

Está começando a faltar espaço no púlpito para tanto canalha.

Zilton Alencar disse...

Como é possível, pr. Renato, que pregadores que se dizem sérios fundamentalizem suas pregações em textos apócrifos, espúrios e que contradizem a Bíblia?? É o fim dos tempos mesmo!

Yuri Patrício disse...

O contador de Histórias! "Lamentável."

Marcelo Adelino disse...

Já ouvi coisa pior, rsrsrsr

Sâmia Cavalcante Souza Siqueira disse...

Que horror!

Já escutei que Jesus usava um TALLIT e que na borda (orla) estava escrito CURA e que a mulher que tinha fluxo de sangue só se curou por que pegou exatamente em cima da palavra; já li (e vi o vídeo) que disseram que o jumento que Jesus montou quando entrou em Jerusalém era como uma BMW na época; agora transformaram o Senhor em empresário de sucesso com direito a mansão???

Volta logo Senhor!

Paulinho disse...

Diga ao povo o que gostariam de ouvir. Se a Bíblia não tem o que eles necessitam para "práticas" comuns, obviamente usarão outras referencias como essa. Tem gente que gosta de ouvir, mas de "ler" o livro do Eterno não!

Unknown disse...

O que dizer???? E o povo vibrando....é de chorar......

IEADAM SÃO JORGE - 3 disse...

Abilio, sem necessidade......seria bom se ele soubesse do comentário e buscasse um debate, aí viriamos quanto ele deveria estudar mais um pouquinho.

Alexon Onassis disse...

É realmente uma ENORRRRMMMMEEEE BESTEIRADAAAAAAAAAAAAA. Meu Deus, como as pessoas têm paciência para ouvir esta baboseira. Antes até tinha vontade de conhecer esse congresso missionário, mas virou um grande encontro de heresias, comércio e desrespeito a palavra de Deus...

Seminarista Alexandre disse...

DEPLORÁVEL, E SEGUE O QUE Rm 2:24 NOS DIZ: "PORQUE O NOME DE DEUS ESTÁ SENDO BLASFEMADO ENTRE OS GENTIOS POR VOSSA CAUSA" É POR CAUSA DESTA MALDITA TEOLOGIA QUE O NOME DE DEUS É BLASFEMADO FORA DA IGREJA! QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA.

zwinglio disse...

Que loucura essa pregação! Lamentável!

Edinei Siqueira disse...

PREGAÇÕES SUPERFICIAIS

Em nossos dias temos observado vários pregadores pregando para impressionar as massas que se aglomeram em grandes eventos, onde um espírito de competição entre pregadores, para saber quem prega melhor tem tirado do povo a noção da verdadeira pregação.
O desejo de pregar grandes sermões e mensagens inéditas tem levado pessoas a usarem textos Bíblicos fora do contexto com interpretações absurdas recheadas de fantasias antibíblicas.
Seus sermões são cheios de frases de efeito como: “pentecostal que não dá glória, está com defeito de fabricação”; “olha no olho de seu irmão e diz...”; “ levanta a mão e dá glóoooooooooriaaaaaaaaaa”; “ tô vendo um anjo”; fala para o diabo...” (crente falando com o diabo?) e outras brincadeiras.
Eu, particularmente tenho sido taxado de frio, sem unção, teólogo besta, formalista, por não usar destes expedientes em minhas pregações. Mas o que importa é pregar a Cristo, e este crucificado (1ª Co. 23).

Pb. Edinei, Th.B

Edinei Siqueira disse...

PREGAÇÕES SUPERFICIAIS (Cont.)

Como exemplo, tenho ouvido pregadores pregarem sermões sem objetividade e que fogem ao propósito a que foi escrito determinado texto Bíblico por ele escolhido como base de seu sermão.
Certo pregador, baseado em Gn. 37:3, pregou um sermão sobre as cores da túnica de José, deixando seu auditório “impressionado” com tanta “riqueza’ de detalhes, a ponto de pregadores iniciantes desejarem repetir o feito.
Mas, aí pergunto: Qual foi a motivação do pregador, edificar os ouvintes extraindo e expondo o que o texto tem a dizer com este detalhe ou fazer uma demonstração de conhecimento Bíblico e extrabíblico?
Vale observar com referência ao texto de Gn. 37:3, que o hebraico não deixa claro se esta túnica de José era de várias cores ou de mangas longas. Será que o aludido pregador se deu ao trabalho de examinar mais a fundo o texto antes de esbanjar “conhecimento”?
Outros recorrem a todo tipo de alegorias para enfeitar seus sermões e pregar mensagens “inesquecíveis”.
Ouvi certa feita um pregador pregando sobre Atos 27: 29, enfatizando as quatro âncoras citadas no texto e dividindo o seu sermão de maneira a dar a entender que estas âncoras eram as âncoras do amor, da fé, da oração e da santificação.
Por mais que o pregador seja um exímio conhecedor da cultura bíblica, a sua mensagem deve ser simples e apresentar o essencial para a salvação dos perdidos e edificação do corpo de Cristo.
“George H. Morrison, disse: Pregue, não para a salvação do seu sermão, mas para a salvação das almas.”

Pb. Edinei, Th.B

Bruno Saavedra disse...

Quanta mentira junta. Não creio que alguém que pregue assim creia em Deus, não é possível que não tema pelo seu destino eterno. Quanta falta de estudo bíblico... ou má-fé.

Bruno Saavedra
Blog Uma Questão de Perspectiva - http://questaodeperspectiva.com

Príncipe disse...

Eu nunca vi um povo para viver em tantas trevas espirituais e culturais do que os "evangélicos".

Josie disse...

Isso explica o comportamento do Valdemiro Santiago e do bispo Edir Marcedo. Cada uma que aparece .

WELLINGTON disse...

O pior é a euforia dos irmaos, esse pregador outro dia estava dando golpe de capoeira no diabo.

Antunesebd.com disse...

Como costumo dizer esse é o circo gospel, só palhaçada.
www.antunesebd.com

Fabio Ribeiro da Silva disse...

Pr. Renato, outro dia estava dando aula na EBD e fui comentar o fato de se ter cuidado ao ouvir estes pregadores irresponsáveis, inclusive este citado acima, e quase fui crucificado e ainda me trataram como inimigo dos "profetas de Deus". Como diria W. L. Craig: As pessoas não estão interessadas no que é verdade, mas no que funciona para elas.

Cristiano Borges disse...

Pilantra narcisista, adestrador de lobos,mentiroso dos cegos, abominação de paletó!!!

Eliseu Antonio Gomes disse...

caro Renato.

Nem um extremo e nem outro.

"As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça - Mateus 8.18-20.

Eu já presenciei muitos pregadores interpretarem a passagem de Mt 8.18-20 de maneira errada. Afirmam que Jesus Cristo era uma espécie de mendigo, um sem-teto. Isso não é verdade. A afirmação de Cristo refere-se ao ministério itinerante, às idas e vindas de norte ao sul, de leste ao oeste de seu país.

Não podemos afirmar que Jesus Cristo era dono de casa de praia, mas também não podemos afirmar que Ele não tinha um teto para morar.

Não sou adepto da Teologia da Prosperidade. E costumo brincar com os religiodos que se "arrepiam" pelo simples fato de ouvirem a palavrinha "propseridade". Digo-lhes para se desfazerem de todos os seus bens, pois representam a "maldita" prosperidade.

Abraço.

E.A.G.

Mensageiro disse...

Acho que falta Apologética nos dias de hoje. Que proveito há em defender que o nosso Senhor Jesus tinha uma casa de praia?

A maioria dos crentes aqui no Brasil mal sabem explicar como Deus sendo bom pode permitir a maldade, não sabem nem lidar com ateus, não conhecem a história do cristianismo, se assustam quando falamos de predestinação e eleição, e aplaudem pregações como essas, como podem seguir a Deus por conta das bençãos?

Peço perdão a Deus, não por eles, mas por mim, pois sinto tanto ódio de pastores como esses, não consigo me sentir bem com esse sentimento, sinto isso pois sei que foi pela falta do verdadeiro evangelho de cristo em minha infância que na juventude abandonei a esse tipo de igreja, o problema foi que acabei abandonando a Deus também, mas agradeço pois esses lobos não voltaram para me buscar, mas Jesus sim, o Único Pastor voltou para me buscar, me regenerou e com sua graça me deu Fé.

Peço a Deus que ensine-me a amar até mesmo inimigos.

David Abreu disse...

Certa vez esse dito cujo, meliante dos pulpitos, disse que crente não pode ter fusca, porque fusca é carro de miseravel. Coitados dos irmãos que andam de ônibus na boca desse lobo!

Pb Fernando disse...

Meu Deus, quanta vergonha esses "pregadores" estão causando ao povo de Deus!

proteste disse...

Eu glorifico meu Jesus, pois a casa em que Ele provou tamanho amor, foi a CRUZ DO CALVÁRIO.

Francisco Moura disse...

continua ignorante ainda, do mesmo jeito quando era novo convertido! Se tivesse procurado emprego no circo teria sido melhor. Pelo menos não estaria engando "os crentes" com essa exejegue.

sueli san disse...

Mas não vai faltar espaço no inferno, né?

Angelo Andre Andre disse...

Quem era o historiador que ele fala? Deve ser alguém do além. Desculpe a rima. O tempo gasto para fazer uma mesa com quatro cadeiras é de ruborizar qualquer um cristão sensato. Quanta bizarrice!

Helena Carvalho disse...

Nem da p ouvir até o final... Lamentável.

Philipe Silva disse...

O mais lamentável é ver a ignorância dessas pessoas que dão glória de uma pregação dessas, sem a presença do Espirito Santo.

Philipe Silva disse...

O mais lamentável é ver a ignorância e falta de discernimento espiritual desse povo que dá glória sem nem perceber a deficiência de uma exegese da parte do pregador. Mas O Santo Deus já havia dito algo sobre isso:"O meu povo se perde falta de conhecimento" (livro de Oséias - cap.4 vers.6)

Paulo Elias Menezes disse...

Lixo tóxico é menos perigoso que a pseudo-teologia da prosperidade, enquanto aquele destrói a saúde aquela lança no inferno a alma de seus seguidores.

Elvis Nascimento disse...

minha mulher congregava la e saio por conta dessas coisas dele absusdas

Kleber Garib disse...

Misericórdia, só me resta clamar pela misericórdia do Senhor

Kleber Garib disse...

Misericórdia

Julio César Silva disse...

Hoje tenho me sentido envergonhado quando alguém me chama de pastor, pois sei que por muitos, estou seu comparado a seres idiotados como esse.
O povo os exalta e os idolatra, e como proximidade gera semelhança, uma multidão idiotada segue em direção ao desfiladeiro, isto é o que acontece quando um cego guia o outro.

Daniel Clós disse...

Um ano pra entregar uma cadeira e quatro cadeira... quem é mais idiota... quem fala ou quem escuta e acredita?

Igreja Assémbleia de Deus em Cocal disse...

e tem gente que paga uns homens para pregar eresia

Reformando-se disse...

Êlaia....
quando eu penso que já chegaram no limite eis que surgem mais aberraçõe!!!

Flavio Paiva disse...

VAMOS AO QUE ESTA FALTANDO

Mateus 8:20

E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.
Mateus 8:20

Danilo Damp disse...

Realmente, é "pra quebrar a costela do cão!"

comaesterolo disse...

Caro pastor Renato Vargens,
Paz e graça em Cristo.
Aprecio seus artigos e algumas obras literárias de sua autoria, bem como sua inclinação à Apologética.
Não sou adepto da teologia da prosperidade (conforme tem sido ensinada) e outras aberrações neo-pentecostais.

Entretanto, após ler o texto surge uma pergunta:
Pode citar esta obra apócrifa, seu autor e a página onde se afirma que Jesus assumiu a carpintaria aos 12 anos?

Ciente de que o exposto acima merecerá a sua atenção e o devido tratamento, reitero as saudações iniciais.
Em CRISTO, pela defesa da Fé.

Marcelo disse...

É uma teologia. Uma interpretação. Basta analisá-la e ver se concorda ou não. Se não concorda, não precisa demonizá-la.

Ribeiro disse...

isso é sinal que Jesus Cristo está as portas "nos últimos dias aparecerão pregadores de doutrinas de demônios"... marana ora vem Senhor Jesus !!!

Pr. Lurdeo disse...

É uma vergonha. Infelizmente existe milhares desses nefastos pregadores, que têm como objetivo enganar os fiéis inventando histórias. Preste atenção o galardão deles está reservado por Cristo para o dia do juízo. Deus não concorda com essas besteiras, que nada mais são do que meios para explorar os incautos fiéis.

Everson Faro disse...

O cara transforma Jesus em um ricaço que conseguiu seu patrimônio através da mágica; estupra o texto de Mateus 8.19-20. E junto com outros oportunistas andam enganando o povo por ai, atrás de um quinhão maior no formal de partilha do Inventario do Salvador.

Jorge Castilho disse...

Entre outras terríveis circunstâncias que caracterizam os perigosos dias no final desta era (II Tim 3:1-5) há enganação generalizada partindo de pessoas ímpias:

Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados.

(II Tim 3:13)

Quando uma pessoa é enganada, ela é levada por uma falsa aparência ou declaração. Tal pessoa pensa que as coisas são de uma forma quando na realidade são de outra. Este tipo de coisa se proliferará nos últimos dias, especialmente religiosamente.

Jesus ALERTOU os Cristãos Acerca da Enganação Religiosa!

Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.
2 Timóteo 3:13
Jorge Benny Castilho.
https://www.facebook.com/PastorJorgeCastilho?ref=hl

Elizeu Souza disse...

O povo de Deus perece por não conhecer as escrituras, e temos que procurar a interpretação plena da palavra de Deus e não fundamenta-la em algo que promove o nosso bem estar ou apenas nos beneficia de certa forma, quando Paulo escreveu a Timóteo ele o exortou a respeito de vários assuntos ele o fala em 2 Tm 2:15 "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" já no livro de 2 João 1:9 está escrito "Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus. Quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tanto ao Pai como ao Filho". É lamentável que ocorra isso dentro das igrejas evangélicas, que o Pai possa nos levar há um nível de santidade e compreensão da sua maravilhosa palavra.

julio cesar disse...

obedeça à Deus

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only