sexta-feira, agosto 10, 2012

Comunicado de assassinato

Por Renato Vargens

Lamentavelmente gostaria de comunicar que a reunião de oração foi assassinada. Ainda não se sabe quem cometeu o crime, no entanto, a policia desconfia de três elementos, o pragmatismo, o secularismo e a frieza espiritual.

É sabido que a reunião de oração não era bem vista por alguns, na verdade, muitos a consideravam desnecessária, como por exemplo o pragmatismo. Há pouco ele deu uma entrevista a um famoso jornal dizendo: - "A reunião de oração é um entrave ao sucesso. Não vejo necessidade de tê-la em nossas estruturas eclesiásticas, precisamos remir o tempo e agir de forma prática, mesmo porque somente assim seremos bem sucedidos." 

Outro personagem que odiava a reunião de oração é a frieza espiritual. Na semana passada era possível encontrá-la nos corredores da igreja denegrindo a imagem da Intercessão. Para ela, orar além de ser uma grande bobagem é uma  idiotice sem tamanho.  Se não bastasse isso, o secularismo há alguns meses tentou assassinar a Reunião de oração, incutindo nos membros da igreja que o mais importante de tudo é  adquirir riquezas além  de  experimentar prosperidade.

A polícia segue investigando e acredita-se que brevemente descobrirá quem cometeu tão hediondo crime.

O velório da reunião de oração acontecerá na templo da igreja que não precisa de Deus, às 19:00 h, logo depois do culto da vitória.

Renato Vargens


Fábio Vaz disse...

Pr. Renato, a EBD também está na mira desses assassinos...

João Francisco Mendes disse...

Fábio Vaz, a EBD não presta, não se ensina coisas como se ter sucesso na vida profissional. Ensinar histórias bíblicas já passou! Um tempo atrás, estava em uma reunião de liderança da igreja, e o pastor nos perguntou "Na suas opiniões, o que falta para nossa igreja?"
A igreja não tinha EBD, mas tinha um encontro semanal, onde eles "ensinavam" da visão da igreja e eu ficava muito irritado, afinal poderíamos ter esse tempo ensinando o evangelho. Então eu disse para transformarmos essa reunião em um momento de ensino bíblico, com diversas classes e veio um irmão, líder destacado e amado por todos dentro da igreja e me respondeu rispidamente:
"Que história bíblica que nada, eu não conheço essas histórias, meu negócio é encher de gente a igreja, eu encho um ônibus por final de semana e trago pra igreja, enquanto vocês ficam lendo a bíblia."
Eu contestei que não adiantava o templo cheio de gente, sem ser igreja... é preferível uma igreja com 15 pessoas que se amam e espalham o amor de Cristo a todos, os atraindo pela verdade, do que um templo com 500 pessoas envolvidas em gritos e movimentos carnais.
É a adesão ao invés de conversão.
O evangelho é mudança de vida e não apenas uma mudança de endereço no entretenimento.
Me sinto culpado sabe, porque quando me foi apresentado o evangelho me apresentaram o evangelho nescau, de entretenimento, "geração que dança"... e vidas se perdendo. Eu cantava nos cultos e agitava a galera. Quando comecei a ler mais, e aprender comecei a mudar a direção da parte musical do culto, deixou de ser entretenimento e passei a não prestar mais!
Assim é a vida, ajudei a entreter tantos, e era "cheio de irmãos em Cristo", quando tentei ensinar o evangelho, fui excluído pela doentia religiosidade.
Ou seja, EBD não presta, é só para ensinar meia dúzia de gente sem "vontade" de "encher" um templo!

Que Deus abençoe e que possamos, com amor mudar essa realidade

Eder Correa disse...

É um grande pesar, Senhor ensina-nos a orar !!!

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only