Cenas fortes: Mártires cristãos sendo atacados por leões

Por Renato Vargens

"E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte." (Apocalipse 12:10-11)
 
O vídeo dispensa palavras.

Pense nisso,

Renato Vargens


7 comentários

  1. Que o Senhor tenha misericórdia de nós
    Que não deixe que fraquejemos
    Que o nosso abrigo esteja no Senhor
    Nossa esperança permaneça em Cristo, nosso Senhor!

    ResponderExcluir
  2. Tinha assistido a esse vídeo a uns dias atrás juntamente com outro que mostra cristãos sendo queimados vivos na Costa do Marfim, e esse último é recente!
    O link dele é esse http://www.youtube.com/watch?v=yxfW9P82vgY

    E fico pasma quando vejo os pregadores ocidentais perderem seu tempo e fazerem com que muitos também percam, pregando sobre prosperidade enquanto os verdadeiros evangelizadores querem apenas sobreviver...

    ResponderExcluir
  3. Os mártires dos primeiros séculos sofreram daí pra pior. Nós da civilização moderna, com ar-condicionado, carro do ano e direitos humanos não podemos sequer imaginar o nível de sofrimento pelo que eles passaram. Um filme como este dá uma idéia do que foi. Apenas isso, uma idéia. Não creio que a exploração desta encenação de massacre de Cristãos ajude a evangelizar.

    Mas sobre o filme e o clip montado em cima dele, Não gostei. Não Gostei!

    ResponderExcluir
  4. Um vídeo como esse é um escândalo para os que defendem a satânica teologia da prosperidade, juntamente com seus pregadores.

    ResponderExcluir
  5. Querido Pastor Renato,

    A Paz do Senhor,

    Como o senhor bem disse: o vídeo dispensa qualquer palavras.

    Um grande abraço,

    Pastor Flavio Constantino

    ResponderExcluir
  6. Cristaos foram perseguidos nos primeiros seculos e morreram...justamente por intolerancia religiosa. é o sinal de que religiao sempre envenena as relações sociais. Os amigos aí parecem se esquecer que na biblia Deus é o orientador e estimulador de massacres e disputa tribal justamente por intolerancia religiosa. As tribos inimigas do povo escolhido de Deus eram os pagãos, adoradores de idolos que nao seguiam a fé no Deus ede Abraão e por isso justificava que fossem exterminados. que lindo, nao? quanto amor! Então cortemos esse discurso fascista de injustiças ou então assumam que a biblia é justamente a pregação da intolerancia religiosa...nao fosse assim Deus nao teria criado um sistema de punição (inferno) para jogar pessoas que simplesmente duvidam que ele existe.
    lucas.couto@terra.com.br

    ResponderExcluir
  7. Pr Renato, este post me lembrou das palavras de Jesus:
    "Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós outros; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa." Jo 15:20-21

    Os que perseguem os crentes são os que não guardam - ou seja, rejeitam - a Palavra de Deus.

    Os perseguidores deveriam temer a Deus, pois estes apenas matam os corpos do cristãos, enquanto que Deus fará perecer corpo e alma dos perseguidores no inferno (Mt 10:28).

    Maranata!

    Petrônio

    ResponderExcluir

Caro leitor,

(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. Querendo aprender sobre o direito de julgar, leia estes artigos:

Não julgueis para que não sejais julgados. Como é isso?

Julgando os críticos ou criticando os juízes?

O conselho de Gamaliel e o pensamento Cristão

Nele,

Renato Vargens