Existem Igrejas amaldiçoadas?

Por Renato Vargens

Tem muita gente dizendo que o diabo possui poder para amaldiçoar a Igreja do Senhor e que em virtude disso, muitas estão debaixo de maldição. 

Um claro exemplo disso é Rebeca Brown, que no seu livro "Maldições não quebradas" afirma a existência de duas igrejas que compraram dois prédios que pertenciam aos maçons e que em virtude disso não prosperaram . Rebeca também relata a história de uma Igreja do Nazareno, que foi invadida por satanistas, e que por consequência também foi amaldiçoada por satanás.

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? Sinceramente eu não sei de onde esse povo tira essas doutrinas. Da Bíblia que não é, disso tenho certeza, se não vejamos: Em que lugar das Escrituras encontramos Paulo ou os apóstolos dizendo que Satanás tem poder parta amaldiçoar a Igreja do Senhor?  Em que momento vemos  nos Evangelhos, Jesus exortando a Igreja a tomar cuidado com as maldições do cão?  Ora, pelo contrário, nosso Senhor afirmou que as portas do inferno não resistiriam a Igreja. ( Mt 16:18)

Lamentavelmente o denominado Movimento de Batalha Espiritual tem contribuído efetivamente com a propagação do conceito de que Deus e o diabo possuem pesos idênticos (Veja figura acima). Para estes, a vida é uma grande trincheira, onde satanás e o nosso Deus lutam de igual para igual pelas almas da humanidade. Esta afirmação aproxima-se em muito da antiga heresia conhecida como maniqueísmo que ensinava que o universo é dominado por dois princípios antagônicos e irredutíveis: Deus ou o bem absoluto, o Diabo ou o mal absoluto. Infelizmente por considerar o bem e mal, como forças idênticas em peso e poder, os pregadores desta doutrina rejeitam a soberania de Deus sobre o inimigo de nossas almas.

Caro leitor, as Escrituras Sagradas em momento algum nos mostram um mundo dualista onde bem e mal protagonizam batalhas pirotécnicas cujo final é imprevisível. Antes pelo contrário, ainda que a Bíblia nos mostre as ações ardilosas de nosso inimigo, os quais não devem ser desprezadas, ela jamais trata do diabo como alguém que tem poder para se opor a vontade soberana de Deus.

Por favor, pare, pense e responda: Quem está regendo os acontecimentos na terra, Deus ou o diabo? Quem reina majestosamente no céu, Deus ou o diabo? Quem a Bíblia diz que estabelece e destitui reis, conforme a sua soberana vontade?

Ora, a visão de Deus reinando de seu trono é repetida nas Escrituras inúmeras vezes (I Rs 22.19; Is 6.1; Ez 1.26; Dn 7.9; Ap 4.2). Na verdade, os muitos textos bíblicos possuem a função de nos lembrar em termos explícitos, que o SENHOR reina como rei, exercendo o seu domínio sobre grandes e pequenos. O senhorio de Deus é total e nem mesmo o diabo pode deter seu propósito ou frustrar os seus planos.

Os neomaniqueistas sem que percebam rejeitam o governo de Deus na história, fundamentando sua fé em achismos e impressões absolutamente antagônicas ao ensino bíblico. Nas doutrinas neomaniqueistas, Caim virou Vampiro, portais dimensionais se abriram, trazendo a tona lobisomens, dentre outras lendas e superstições absurdas. Além disso, batalhas hercúleas são travadas a cada dia no mundo espiritual por Deus e o diabo, demonstrando assim o “quão forte e poderoso é o inimigo de nossas almas”.

Caro leitor, Jesus Cristo é o libertador e rei triunfante, é o autor e consumador de nossa fé, o Senhor da gloria. Sobre ele satanás não teve controle, nem tampouco poder. Através da morte na cruz , Cristo quebrou as forças opressoras do diabo, transportando-nos graciosamente para o Reino de Deus Pai. A guerra já foi vencida! Louvado seja o seu santo nome por isso! Satanás não tem poder sobre a Igreja de Deus! Somos de Cristo, e com Cristo viveremos por toda eternidade!

Soli Deo Gloria.

Renato Vargens

6 comentários

  1. Realmente é um absurdo igualar Deus e o Diabo como adversários iguais lutando entre abençoar ou amaldiçoar seres humanos, e igrejas cristãs!!!

    Fiz um sermão provocativo que tem bastante relação com esse assunto: O título é "Satanás é a Segunda Pessoas mais poderosa do Universo?"

    Muitos concluem que sim!!!

    Mas a conclusão bíblica é muito diferente!!!

    se alguém se interessar em conhecer essa resposta é só acessar o ser,ão nesse link

    http://simvemsenhorjesus.blogspot.com.br/2011/02/satanas-e-segunda-pessoa-mais-poderosa.html

    Graça e Paz a todos!!!

    Maranata!

    ResponderExcluir
  2. De fato, é um absurdo pra lá de herético! Uma pergunta simples que fecha questão seria: Se o diabo tivesse "mesmo" poder de destruir o crente (ou a Igreja, ou alguma Igreja, ou algum propósito de Deus para o crente, etc e etc), haveria, por acaso algum filho de Deus nesse mundo? Aff!!! Gente, é só PENSAR! Se a gente confere na Palavra, então, aí clareia tudo e não dá mesmo pra engolir maniqueísmo nenhum! Deus é soberano e PONTO!

    ResponderExcluir
  3. Caro Pastor Renato Vargens, com todo respeito e admiração que tendo pelo seu ministério posso afirmar com certeza absoluta que a sua afirmação a respeito do que diz a Rebecca Brown está fora do contexto. Quem já leu a obra completa dessa escritora a respeito de batalha espiritual sabe que ela não considera que satanás está em pé de igualdade com o Senhor, pelo contrário, Leão só existe um, que é o Leão da tribo de Judá. Ela afirma também de maneira categórica que as portas do inferno não prevalecem contra a Igreja de Jesus, porém o conceito de Igreja de Jesus é aquele em que são pessoas que nasceram de novo. Essa é a verdadeira Igreja, e não comunidades que se reúnem entre quatro paredes, umas com CNPJ outras não, cujos líderes não buscam a Santidade nem a presença do Senhor. Essas comunidades estão sujeitas a todo tipo de confusão e perturbação. Veja bem, não estou falando de salvação que é individual mas sim de ministérios. Muitas pessoas serão salvas mas muitas vezes os seus ministérios serão neutralizados, pois o Apóstolo Paulo recomenda a devida atenção contra as astutas ciladas do Diabo. O Apostolo Pedro diz também para termos atenção pois o Diabo nosso adversário anda ao nosso derredor buscando a quem possa tragar. É claro também que Satanás não pode nos tocar, mas pode nos tentar e é preciso ter equilíbrio no que diz respeito a Batalha Espiritual, pois o Diabo não tem todo poder mas também está longe de ser um cachorro morto. Deus nos abençoe. Com carinho, Luiz Marcelo

    ResponderExcluir
  4. Ignorantes sedentos de novidades comprando livros escritos ignorantes prolixos - e os enriquecendo - apenas alimentam as trevas da ignorancia sobre o mundo.

    ResponderExcluir
  5. Caro pastor, com todo respeito, gostaria que o senhor nos explicasse o porque de igrejas que são fruto de divisão sempre acabarem se dividindo mais tarde.
    Grato.

    ResponderExcluir
  6. Clévison,

    Paz!

    Vou lhe dar pelo menos quatro motivos:

    1-) A maldade do coração do homem. O homem é mal e perverso em seu coração. Seus desígnios são maus. Ele é ciumento,invejoso, egoísta e absolutamente partidário. Nas obras da carne descritas por Paulo encontramos as expressões divisões e facções.

    2-)Uma igreja mal governada e não fundamentada na sã doutrina.

    3-) Uma igreja que vive de modismos, que é ensimesmada e antroponcêntrica cujo foco não está na glória de Deus e sim nos homens.

    4-)Uma igreja cujo governo é despótico, ditadorial e monárquico.

    Tem muito mais,

    Abraços,

    Renato Vargens

    ResponderExcluir

Caro leitor,

(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se. (2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. Querendo aprender sobre o direito de julgar, leia estes artigos:

Não julgueis para que não sejais julgados. Como é isso?

Julgando os críticos ou criticando os juízes?

O conselho de Gamaliel e o pensamento Cristão

Nele,

Renato Vargens