Dicas para assassinar o seu pior inimigo.

Por Renato Vargens

Calma! Não é nada disso que está pensando. O objetivo deste post não incentiva-lo a matar ninguém, mas sim ajuda-lo a diante as tentações oriundas da  velha natureza.

A natureza humana está absorta em pecado. Todo ser humano independente da nacionalidade, cor da pele, cultura e sexo possui uma natureza absolutamente perversa. Nossa essência é pecadora, todo nosso ser é pecador, nossa mente, emoções, desejos, e até mesmo nossa constituição física está corrompida, controlada, e desfigurada pelo pecado e seus efeitos. Ninguém escapa desse veredicto. Nós somos totalmente depravados. Efésios 2:1 resume a doutrina da depravação total ao afirmar que os homens estão mortos em delitos e pecados. Todavia, Deus nos amou de tal maneira que enviou seu Filho unigênito para que morresse em nosso lugar, concedendo-nos através de seu sacrifício vigário vida eterna.

Por Cristo, mediante Cristo, e através de Cristo fomos libertos da escravidão dos pecados. Em Cristo vencemos o mundo, por Cristo, satanás foi derrotado, e é por Cristo que somos chamados a assassinar a carne.

"Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus.Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória. Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; 6 por estas coisas é que vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência."(Cl 3:1-5)

Isto, posto, gostaria de dar quatro preciosas dicas para aqueles que desejam assassinar esse terrível inimigo:

1- Aproxime-se da Cruz com um coração quebrantado e apresente diante do Redentor suas fraquezas e pecados. Deus não rejeita um coração humilde e quebrantado.

2- Dedique tempo a oração. A oração é um maravilhoso instrumento para vencermos a nossa velha natureza.

3- Esmere-se na leitura da s Escrituras. O evangelista D.L. Moddy, costumava dizer ao se referir a à Bíblia: “Ou este livro me afasta do pecado ou o pecado me afastará deste livro.” Moddy também dizia, “A Bíblia não nos foi dada para aumentar nosso conhecimento, mas para mudar nossas vidas.”

4- Compartilhe suas fraquesas com um cristão maduro ou com o seu pastor. Alguém já disse que ao compartilharmos nossas fraquezas, tornamo-nos mais fortes ante as tentações.

Pense nisso!

Renato Vargens

2 comentários:

Graça e paz Pr. Renato!!

Esse seu post veio na hora certa. Tem horas que nossa natureza quer falar mais alto. É tão difícil as vezes nos mantermos equilibrados diante de acusações, mentiras..Mas, Deus nos coloca pessoas como o Senhor para nos lembrar que não vivo eu, mas Cristo vive em mim..Joelho no chão já..


Deus te abençoe..

11 de abril de 2012 17:49 comment-delete

Artigos desse tipo me faz lembrar que existe Pastor na igreja brasileira

11 de abril de 2012 20:17 comment-delete