Posso dar um testemunho?

Por Renato Vargens

Foi exatamente isso que um "irmãozinho"em Cristo me perguntou. Na verdade, ele estava  desejoso em testemunhar aquilo que Deus havia feito em sua "pobre e desgraçada" vida. A contrapartida da igreja seria uma singela oferta, além obviamente de conceder ao "nobre" EX" a oportunidade de vender seus DVDs contendo seu testemunho.

Pois é, é impressionante como alguns pastores gostam de um ex-alguma coisa. Os cultos de algumas igrejas por exemplo, estão lotados de “irmãos” que cometeram delitos nos passado e que gostariam de uma “oportunidade” para compartilhar as bênçãos de Deus. Nesta perspectiva encontramos todo tipo de ex, ex-ladrão, ex-bruxo, ex-traficante, ex-michê, ex-prostituta, ex-travesti, ex-trambiqueiro, ex-aidético, ex-cafetão, ex-parceiro do diabo e muito mais.

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? A igreja de Jesus não é um circo. Chega de ouvirmos absurdos como os ensinados por falsos profetas como Rebeca Brown, Daniel Mistral e Tio Chico, que ao longo dos anos tem propagado doutrinas que se contrapõem em muito a ortodoxia cristã.

Confesso que estou cansado disso. Não me interessa as elucubrações nem tampouco as viagens esquizofrênicas desta gente louca, a Palavra de Deus me basta! Não me interessa saber se o ex-encapetado  cometeu necrofilia ou era amigo pessoal do capeta, o que me importa é Cristo Jesus e sua Palavra.

Ano retrasado vi um cartaz que dizia: “venham assistir o menor pregador do mundo”. Ora, o convite não se fundamentava na qualidade do pregador nem tampouco na sua homilia, ou capacidade teológica de expor a fé, mas sim no inusitado, no exdrúxulo. no aberrativo. Outra pessoa teve a cara de pau de me oferecer a oportunidade de receber em minha igreja uma menina pastora, que aos 07 anos recebera uma nova unção de Deus. 

Pois é, para piorar a situação, o tempo em que as igrejas deveriam destinar à pregação da Palavra tem sido gasto com testemunhos manipuladores e interesseiros de pessoas que se sentiram agraciadas pelo “gênio da lâmpada mágica” recebendo carros, casas e dinheiro.

Fala sério! falta-me palavras para retratar minha indignação! O que fizeram do cristianismo? Que evangelho louco é esse? Ora, este não é, não foi e nunca será o Evangelho do meu Senhor.

Caro leitor, 31 de outubro se aproxima e com ele a possibilidade de refletirmos a luz da história sobre o significado e importância da Reforma. Acredito piamente que os conceitos pregados pelos reformadores precisam ser resgatados e proclamados a quantos pudermos, até porque, somente assim, poderemos novamente sair deste momento preocupante e patológico da Igreja evangélica.

Uma nova reforma Já!

Renato Vargens

4 comentários:

Olá Pastor Renato!!!
Graça e paz!!!
De fato, o meio evangélico brasileiro tem se tornado um circo, e um circo em que várias pessoas adoram estar. Estes ex-alguma-coisa tem arrebanhado pessoas com os fatos que aconteceram na sua vida. A perspectiva deve ser outra, no entanto. Cristo e ponto. A mensagem do evangelho, pura e simples.

Att em Cristo,
Ilmar Neves de Paula Filho.

Anônimo
29 de outubro de 2011 11:39 comment-delete

Caro, Pr. Renato Vargens em algumas questões tipo predesdinação e outras doutrinas do calvinismo, confesso que discordo da suas posições e do calvinismo em geral, porém concordo plenamente com tudo que foi escrito no texto em questão, parabéns pelo texto, mesmo sabendo que a maioria destes "testemunhos" ocorrem nas denomimações neo-pentecostais e pentescostais. Sou membro da Assembléia de Deus infelismente acontece muito disso aqui

vagner ribeiro
29 de outubro de 2011 13:10 comment-delete

Pois eh... a membresia gosta de ver esses testemunho de ex-isso, ex-aquilo, ex-capeta, mas testemunho de ex-mercenário da Palavra e ex-mercador da Fé ninguém quer, né?

Leo Gomes (HyouRising)

Anônimo
29 de outubro de 2011 14:06 comment-delete

Se todo líder tivesse um comportamento semelhante ao do pastor (Renato), essas pessoas e os seus tritemunhos não iriam adiante, os seus DVDs, CDs e livros ficariam todos encalhados, mas em alguns casos o próprio pastor incentiva as pessoas(membros), a irem assistir na igreja tal ou a vir em sua igreja para o triste espetáculo.

Anônimo
29 de outubro de 2011 15:46 comment-delete