segunda-feira, setembro 23, 2013

Pastores que pescam em aquário!

Por Renato Vargens

Fiquei sabendo da história de um pastor que abriu uma nova igreja em minha cidade que telefonou para vários irmãos, membros de uma outra igreja convidando-os para frequentar os cultos de sua comunidade.

Pois é, lamentavelmente existem pastores que não possuem a menor ética pastoral. Com  a maior cara de pau  não se cansam de pescar no aquário dos outros. Há pouco soube de um que descaradamente convidou uma moça, membro de uma igreja diferente da sua, para que saísse da comunidade onde é membro, migrando para a dele, visto que na sua opinião, a igreja que a moça  estava era fraca espiritualmente.

Caro leitor, sou obrigado a confessar que os discursos destes pseudo-pastores me irritam profundamente! Infelizmente não são poucas as vezes que os líderes em questão, cujo interesse é o bolso do crente, tentam aliciar com palavras dúbias o rebanho de Cristo. Esses lobos travestidos de piedade costumam dizer as suas presas que a igreja que pastoreia é melhor do que as outras, que a música tocada no louvor, ou que a palavra pregada, e até mesmo a unção derramada por Deus nas reuniões é superior a de qualquer outra comunidade cristã.

Para os lobos da fé o que importa é encher o templo de pessoas, ainda que com isso, tenham que receber individuos que foram disciplinados em outras igrejas.  Aliás, um dos fatores mais comuns dos "aquarianos"  é convidar para as suas comunidade membros de outras igrejas que em virtude do pecado foram "afastadas" de suas atividades eclesiásticas.  

Há pouco soube do um caso de um casal que estava vivendo uma relação adulterina e que em virtude disso, foram disciplinados na igreja.

Pois é, o casal não corcordando com a disciplina da igreja, saiu da igreja aceitando o convite de um outro pastor que os recebeu sem nenhuma restrição na sua comunidade local. 

Prezado amigo, como bem afirmou J.I Packer, a igreja necessita urgentemente recuperar a visão correta da vocação pastoral.  Além disso é também indispensável que entendamos que Cristo fez dos pastores guias espirituais, homens qualificados por Ele, capazes de conduzir o rebanho de forma integra, honesta e ética.

Isto posto, necessitamos rogar ao Senhor da Igreja que tenha miesricórdia do seu povo afugentando os lobos e fortalecendo as mãos daqueles que se encontram cansados de testemunhar tanta pilantragem.

Pense nisso!

Renato Vargens
Marcellocristao disse...

Pois é Pastor, isso tem muito haver com aquele último texto, "a morte da ética", se os lideres de muitas "igrejas" não conseguem ter isso que dirá em ter AMOR, em outras palavras, a presença do próprio Deus em seus Templos.

Que o Senhor nos Una com o propósito de o adorarmos e não venhamos nos juntar para interesses humanos.

prclaudionor disse...

Eu sempre procurei manter uma ética pastoral e um cuidado para não pescar em aquário, mas estou mudando depois de ver quantas pessoas mal cuidadas, manipuladas, oprimidas por seus pastores, sofrendo com disciplinas injustas e com abusos de autoridade. Continuo acreditando na ética, mas me corta o coração ao ver ovelhas que têm sua lã cortada e suas feridas não curadas. São como o desenho do "Nemo", mas sem um pai que corta o oceano para buscá-lo.

Cristina Barros disse...

Graça e Paz, Pr. Renato!

Os "pescadores em aquário" estão interessados somente na lã das ovelhas...Nem pensar nas espinhas do peixe; no final de tudo eles ficarão na barriga de um grande peixe, presos para sempre.

Eliezer G dos Anjos disse...

Sabe o que me consola nisto tudo, é que estes pescadores de aquarios só levam os cabritos, pois as ovlehas ouvem a vós do seu pastor, que anda saltando de um lugar para outro é cabrito e nao velha, por este motivo procuro nao receber membros de outras igrejas em nossas congregaçoes, somente si vem de outra cidade.
Dios les bendiga.

Anônimo disse...

Vamos dar nomes aos Bois??? A Igreja Mundial "do Poder de Deus" é uma grande igreja de pescadores de aquário. OU ESTOU ERRADO?

Anônimo disse...

Não sei se estão generalizando demais... Se um pastor é um "pescador", uma ovelha de seu rebanho pode perceber a falta de ética e trocar de igreja!!!! Estamos em um tempo com muito fevor e com muitas igrejas, abre-se portas e colocam placas igreja tal a todos os momentos... Acredito que com o tempo a tendência é se fechar várias igrejas e os fiéis se agruparem em igrejas maiores. Espero que as igrejas maiores, que restarão, sejam as que realmente estejam mais próximas do sentido de Deus! A tendência é que os maus pastores aos poucos percam seus fiéis e sejam remanejados pela obra (Seleção Natural Divina!!!!) e para garantir a salvação das ovelhas, não sei se é de todo ruim um bom pastor "pescar" no aquário...

DANIEL SANTANA disse...

É UMA COISA BEM "COMUM".COMUM POIS ACONTECE DIARIAMENTE. MAIS QUE NÃO DEVERIA ACONTECER JÁ QUE DIZEMOS QUE SERVIMOS AO MESMO DEUS.COMO NECESSITAMOS DE HOMENS DE VISÃO MAS NÃO VISÃO NA IGREJA DO OUTRO MAS VISÃO NO MUNDO PERDIDO.

Hugo Ferreira disse...

A nossa igreja se situa entre 2 igrejas,em ruas diferentes,mas fica perto uma da outra,nosso ministério é conservador,oriundo da Igreja Batista Regular e congregacional conservadora dos Eua,fundada em 1977,as outras 2 igrejas são a Gileade que se separou da Betesda do sr,Ricardo Gondim e a outra é pentecostal,usamos de muita ética,e membros dessas igrejas já perguntaram para a gente,como é nossa doutrina,e dissemos como era,mas sempre falamos para o irmão que se ele se sente melhor naquela igreja ou na outra que ele fique lá,se porventura alguém dessas 2 igrejas vier se congregar conosco,ela deverá se moldar a doutrina que conserva a Palavra de Deus,a qual acreditamos,do bairro somos a igreja evangélica mais antiga,e o nosso pastor explicou que na ética entre as igrejas evangélicas,deveria ter a questão de não abrir uma igreja perto da outra,se uma determinada igreja abriu naquela comunidade,a outra igreja deveria abrir pelo menos a 1 km da outra,para não atrapalhar o trabalho daquela outra,isto também é ético,mas como o pastor Renato Vargens mesmo disse,alguns ''pastores'' só se interessam pelo encher o templo de muitas pessoas,preocupados só com o R$ das ovelhas.

lui disse...

Dói aos verdadeiros pastores verem suas ovelhas serem aliciadas por lobos.Mas sabemos tb,que Deus não permite que um filho(a)permaneça sendo enganado.Há muitas "igrejas",cujos cultos não passam de ajuntamentos solenes.Cultos que estão mais para circo,onde se passa primeiro na bilheteria.E o pior, a entrada é caríssima...O espetáculo é pobre e sem graça.Onde a mágica é como enganar o público,roubando-lhe o coração.Que Deus guarde os pastores,que são Seus e que retribua-lhes tdo o sofrimento causado pela ingratidão e pelas noites em claro em oração pelas ovelhas.Não esquecendo que o Fiel Sumo Pastor lhes recompensará cada lágrima derramada.

Hugo Ferreira disse...

Existe o pecado também cometidos em outras igrejas por ''irmãos'' que se rebelam e vão para outra igreja B,querendo escapar da punição de indisciplina da outra igreja A,em nossa igreja não aceitamos esse tipo de gente,se estão em adultério que se arrependam diante Deus e na igreja de origem,nos preocupamos com almas e não com R$.

MINISTÉRIO BATISTA BERÉIA disse...

Graça e pa Pr. Renato.
Aqui em nossa cidade havia um pastor que tinha um programa de rádio, e esse cidadão costumava chamar as pessoas de outras igrejas que estivessem em disciplina ou no banco, mas que tinham "ministério", que fossem para a igreja dele, pois lá elas seriam aproveitados. A igreja desse dito pastor não existe mais. Tanto fez e nada teve, é o que dá pescar em aquário alheio peixe doente, no fim todos morrem.
Fique na Paz!
Pr. Silas Figueira

Fernando Mendes disse...

Hugo Ferreira disse: "o nosso pastor explicou que na ética entre as igrejas evangélicas,deveria ter a questão de não abrir uma igreja perto da outra,se uma determinada igreja abriu naquela comunidade,a outra igreja deveria abrir pelo menos a 1 km da outra". Irmão, numa boa, concordo não. Devemos ter tantas igrejas quantas for possível abrir. A verdadeira Igreja do Cordeiro é uma só, mas causa da diversidade de opiniões e preferências, convém essa variedade de denominações (sérias) como temos hoje. Talvez sua observação possa ter alguma validade em alguma localidade bem restrita, como um distrito interiorano com poucas centenas de almas para cuidar. Paz, Fernando.

Zilton Alencar disse...

Isso aconteceu, muito parecido, aqui na Igreja aonde congrego!! Um grupo de "irmãos" se rebelou (não houve adultério), fez um abaixo-assinado contra o pastor, levou o abaixo assinado à Convenção Estadual e --- PASME!!! --- a Convenção aceitou e aprovou a abertura de outra Igreja, sob o comando do presbítero rebelde.

Depois, o resto da história é similar à sua postagem. Telefonemas e mais telefonemas, para Membros da Igreja e das congregações!

Como diz o rei do gado, É PRA GLORIFICAR DE PÉ!!!

Edmara Oliveira disse...

É triste mais acontece.


http://elaecrista.blogspot.com/

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only