Desabafo de um blogueiro.

Por Renato Vargens

Blogueiro geralmente é um cara incompreendido. Blogueiro cristão então, nem se fala!

Se escreve textos apologéticos está julgando os irmãos; se não o faz está sendo omisso.

Se escreve longos artigos está sendo prolixo demais; se os textos são curtos é por falta de conteúdo.

Se posta vídeos é porque não tem o que escrever; se não o faz é porque escreve demais.

Se usa termos teológicos é soberbo; se não o faz é teologicamente despreparado.

Se denuncia um falso profeta, comete  ad hominem; se não o faz revela-se omisso.

Quando se defende é  malcriado. Quando não o faz  é um fraco.

Ao criticar um comportamento ou uma doutrina espúria é taxado de fariseu; se não o faz é porque ama o liberalismo.

Se posta textos devocionais é porque fraco teologicamente; se não o faz, é porque a alma foi impedernida pela teologia.

Se escreve sobre música, arte e cultura é porque está se desviando; se não o faz é porque não possui uma cosmovisão saudável.

Pois é, dificil de entender não é verdade?

Renato Vargens

20 comentários:

Faço das suas palavras as minhas.

19 de julho de 2011 15:29 comment-delete

Isso é uma grande verdade!

19 de julho de 2011 15:30 comment-delete

Verdade! Estou no início, mas já tenho "sentindo o drama", mesmo preferindo o humor, o "bom humor". kkkk

19 de julho de 2011 15:43 comment-delete

Fazer o Quê!? O Ser-Humano é complexo mesmo! O jeito é escolher uma postura e aguentar a críticas, pois, de uma forma ou de outra, elas sempre virão, e neste sentido, independente disto, o que realmente importa é o Agradar a Deus!

Marcellocristao
19 de julho de 2011 16:14 comment-delete

Não sei se serve de consolo, mas este "drama" acontece em várias profissões, ex.: professor ( se a aula é puxada, é um carrasco; se pega leve, não tá nem aí para os alunos), jogador de futebol ( se beija o escudo, é falso; se não vibra, só está pensando na Europa ), vendedor(a) de loja ( se solícito(a), não deixa o cliente à vontade; se um pouco distante, má vontade com o cliente), e por aí vai...

O que fazer, então? Entre outras coisas, a busca constante do equilíbrio.

Joab Barros

Joab Barros
19 de julho de 2011 17:12 comment-delete

Quem tem ouvidos ouça,portanto, QUEM TEM OLHOS VEJA E LÊEM ,ENGOLINDO AS VERDADES CONTIDAS NO SEU BLOG.

19 de julho de 2011 17:47 comment-delete

Post interessante, mas não foi breve demais??? Brincadeira!!! rsrsrsrsrsrs... Grande abraço, Pr. Renato, continue assim! Realmente essas são mazelas comuns a todos nós, blogueiros cristãos... especialmente os reformados, eu diria... Que o Senhor Jesus continue usando a sua vida para a glória de Deus!

19 de julho de 2011 18:07 comment-delete

Parabéns, Renato!

Ótimo texto, curto (será falta de conteúdo??? kkkkk), mas fala tudo e não deixa nada de fora!

Perfeito! Assino em baixo!

Abraços,

Danilo

19 de julho de 2011 20:04 comment-delete

Na minha opinião o senhor está no caminho certo. Conheci seu blog através do Twitter e me faz bem saber que ainda há pessoas comprometidas com a Palavra,discernindo o que está acontecendo com a igreja brasileira. Seus artigos promovem reflexão equilibrada, humor adequado etc. Que Deus o capacite ainda mais e que os propósitos dEle se cumpram em sua vida.

Simples leitora
19 de julho de 2011 22:24 comment-delete

Nós blogueiros somos mesmo incompreendidos, mas temos, com ousadia, cumprido a nossa missão...

O parabenizo pelo seu trabalho... tenho acompanhado a bastante tempo... Abs!!

19 de julho de 2011 23:14 comment-delete

Acho que os versículos revelam muito bem como é o ser humano:

Pois veio João Batista, que jejua e não bebe vinho, e vocês dizem: 'Ele tem demônio'. Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e vocês dizem: 'Aí está um comilão e beberrão, amigo de publicanos e "pecadores"'. (Lucas 7:33, 34)

Sempre haverá um motivo para depreciar. Infelizmente!

20 de julho de 2011 00:29 comment-delete

É verdade, nobre companheiro!

Parabéns!!

Charlles Oliveira

20 de julho de 2011 03:10 comment-delete

Ah não tenha dúvidas, isto acontece em qualquer setor da sociedade. Pastores, jornalistas, dentistas, médicos, advogados, políticos e por ai vai. É o mundo. A opinião é livre. Portanto continuemos. Vamos em frente Pastor Renato.

Waldir Martins
20 de julho de 2011 09:26 comment-delete

Nada a acrescentar, Meritíssimo!

20 de julho de 2011 13:52 comment-delete

Faltou colocar: "Se escreve um desabafo é chorão e não aguenta críticas". É claro que é um brincadeira. Mas sempre haverá críticos, seja lá que posição tomarmos. Como elas sempre estão presentes, o melhor é tirar proveito do que for aproveitável nelas.
Continue escrevendo. As críticas, como diria o "filósofo", fazem parte.

22 de julho de 2011 10:38 comment-delete

O Sr. descreve o psicológico de fideístas/antiintelectuais, portanto, vamos combater esta tendencia que tantos prejuízos trazem ao cristianismo bíblico!

"alma empedernida (pois Deus é a Rocha!) pela teologia" é nóis hein!
Valeu?

Abraços
souteologico.blogspot.com

22 de julho de 2011 11:13 comment-delete

Pr Renato, Jesus foi mais odiado ou amado? Mais elogiado ou criticado?
Imagine nós! Em plena era da livre expressão...
O fato é que, devemos escrever porque amamos, porque cremos naquilo que escrevemos e nunca podemos nos esconder numa máscara, e sim colocar a cara a tapa. O resto... bem, o resto é resto...

Não pare de escrever e se preocupe apenas em semear a boa semente.

Paz!

Dri
22 de julho de 2011 14:18 comment-delete

Com certeza, mas nem Jesus agradou ninguem, pois façamos tudo para a Honrra e Glória do seu nome, a fim de ganhar almas para ele. Abraços e bom final-de-semana, que Deus vos abencoe...e querendo enviar artigos pra mim pode enviar pro email: ramanyserra@hotmail.com..Pois seu blog é maravilhoso, muito bem construido, leve e rápido..parabens..

23 de julho de 2011 00:37 comment-delete

Então, irmão, enfia o dedo na cara desse bando de reclamões, e MANDA TODO MUNDO SE CONVERTER!!!!

Simples assim...

26 de julho de 2011 20:46 comment-delete

Se o povo não está satisfeito, então, irmão, escreva MUITOS textos apologéticos. Escreva BEEEM longos artigos. Poste MUITOS vídeos. Use MUITOS termos teológicos. Denuncie, se possível, TODOS os falsos profetas que encontrar. Passe a atacar SEVERAMENTE a tudo e a todos, em vez de simplesmente se defender. Critique, com TODA A SEVERIDADE E VEEMÊNCIA POSSÍVEL, todo e qualquer desvio doutrinário e comportamental. Poste MUITOS textos devocionais. Fale BASTANTE sobre música, arte e cultura. E quem não gostar, que se dane!!!!

28 de julho de 2011 17:55 comment-delete