Pode o crente em Jesus ficar endemoninhado?

Por Renato Vargens

Volta e meia recebo alguém em meu gabinete pedindo que ore por um amigo ou parente que é cristão, e que possivelmente sofre de possessão demoníaca. Sempre que ouço pedidos deste tipo procuro explicar ao meu interlocutor que do ponto de vista bíblico é IMPOSSÍVEL uma pessoa regenerada pelo Espírito Santo e salva pela graça de Deus em Cristo Jesus, ter em seu corpo a manifestação de um demônio, mesmo porque, as Escrituras afirmam que se somos de Cristo, o maligno não pode nos tocar (I Jo 5:18) . Em outras palavras isto significa que se alguém se “diz cristão” estiver endemoninhado, este com certeza nunca conheceu a graça do Senhor, até porque, caso tivesse conhecido, Satanás jamais o possuiria.

Há alguns anos atrás eu fiquei sabendo de um relato absolutamente esdrúxulo. Em uma igreja neopentecostal de Niterói, num culto de exorcismo, o pastor resolveu expulsar os demônios dos crentes. Fundamentado numa revelação espiritual,  este falso profeta, teve a  cara de pau de afirmar que a “coisa-ruim” costumava  se esconder nas mãos dos cristãos, sendo necessário assim, ministrar-lhes libertação espiritual.  Se não bastasse essa sandice, outra igreja da cidade, “consciente”  da batalha espiritual dos últimos dias, resolveu expulsar os demônios da libertinagem que costumam afrontar os cristãos UGINDO o órgão sexual masculino daqueles que professavam sua fé em Cristo.

Pois é, confesso que não sei aonde vamos parar. O que fizeram com o evangelho de Cristo? O que fizeram com a sã doutrina? Diante disto tudo lhe pergunto: Que Cristianismo é esse? Que evangelho é esse? Que doutrinas são estas? Ora, esse não é e nunca foi o evangelho anunciado pelos apostolos. Antes pelo contrário, este é o evangelho que alguns dos evangélicos fabricaram! Infelizmente, a Igreja deixou de ser a comunidade da palavra de Deus cuja fé se fundamenta nas Escrituras Sagradas, para ser a comunidade da pseudo-experiência, do dualismo, do misticismo e do neo-maniqueismo.

Caro leitor,  as Escrituras são absolutamente claras em afirmar que aquele que está em Cristo, o maligno não o toca. Satanás não possui poder para violar o templo do Espírito Santo.  Somos de Deus, pertencemos a Deus e o Espirito Santo é a garantia da nossa salvação. 

Isto posto afirmo:  O inimigo das nossas almas não pode em hipótese alguma possuir o crente genuíno. O Crente cujos pecados foram perdoados por Cristo não pode ficar endemoniado. O crente nominal sim, mas o regenerado e habitado pelo Espírito Santo,   este nunca!

Soli Deo  Gloria!

Renato Vargens

11 comentários:

Oi Pastor Renato! Que palavra boa para mim.Sabe nasci num lar cristão e sempre fui a igreja, me batizei com 11 anos, tocava teclado na igreja e era professora de escola dominical, qdo tinha 20 anos comecei a sentir medos terriveis, eu tinha sindrome do panico, mas não sabia.lutei contra essa doença por 10 anos, achando que num culto, ou na rua, poderia ficar de repente louca e ficar endemoniada, ou possuida machucasse ou até matasse meus filhos e com isso vivia numa prisão, chegeu no fundo do poço.Em 2005 fiquei muito mal e contei aos meus pais, eu não contava antes, pq achava que eles sentiriam vergonha de mim por casa disso,e eles oraram por mim e me levaram num psiquiatra que me disse o que eu tinha e que teria que tomar antidepressivos.Foi uma gde luta, pq além do panico eu tbem tinha depressão, TOC, agorafobia e fobia social, essas 2 ultimas por causa do panico.Uma pastora me disse que eu estava assim pq eu estava em falta com Deus, isso me deixou muito triste.Depois de 5 anos continuo o tratamento e vivo feliz e livre.Não posso parar de tomar o rememdio, mas isso pra mim não importa.Ah a pastora que disse aquilo sobre mim, meses depois me ligou pedindo o telefone do meu psiquiatra, pois o filho dela tinha tentado se matar, ele tinha TOC e transtorno bipolar.Ja perdi o numero de qtas pessoas aconselhei sobe depressão e doenças da mente, pq pesquisei muito.Uma vez perguntei ao medico qual era o medo que as pessoas mais tinham, e ele me respondeu que era medo de morrer, mas eu não tinha medo de morrer, meu medo era de perder os sentidos e ser possuida pelo diabo. Sofri muito, e ler a biblia me ajuda muito, cantar louvores, ouvir pregações, isso fortalece minha fé e me torna mais forte.Resolvi contar um pouco da minha historia e espero que sirva pra outras pessoas, aprendi no começo do meu tratamento, com muitas duvidas, que o Deus das misericordias nos ajuda em nossas aflições para que ajudemos a outros com a mesma consolação que Ele Jesus nos ajuda.Glorias a Deus!!!!!Jesus me livrou da prisão do medo e usou um medico para me abençoar!Aleluias!!Um gde abraço a todos!!

7 de janeiro de 2011 18:41 comment-delete

Muito bom o texto. Mas se eu completaria ele afirmando que os pecados que esses pastores (picaretas) afirmam ser responsabilidade de demonios são de nossa inteira responsabilidade! O que eles fazem é jogar a culpa do pecado nos demonios...

7 de janeiro de 2011 20:13 comment-delete

O testemunho da Josy, comentando o presente post, é muito pertinente. Pode e deve ser relatado em qualquer igreja, bem como a indivíduos e famílias que passam por problema semelhante. O Deus Criador e Salvador em Jesus Cristo também é Senhor da Medicina em qualquer área. Médicos e medicamentos também são instrumentos de Deus mais comuns para libertação de enfermidades somáticas e psicosomáticas, inclusive de cristãos engajados no reino de Deus.

7 de janeiro de 2011 21:18 comment-delete

De pleno acordo pastor!!
Deus abençoe!!

7 de janeiro de 2011 22:23 comment-delete

Querido pastor...
Como alguns textos seus que já foram publicados em meu humilde blog, gostaria também de publicar esse,que julgo ser de muito importância...
Como sempre, contendo os créditos...

Na Paz...

Wilton Lima

8 de janeiro de 2011 12:29 comment-delete

Muito bem Renato Vargens, o diabo só entra em Crentes para possuílos de forma manifesta porque afinal de contas os crentes ja são dele. Conhecemos aquele ditado que diz: Crente até o próprio diabo é. Crê e extremesse mais não obedece... Somente os convertidos, transformados que são selados com a presença de Jesus pelo sEu Espírito que não podem ser tocados pelo diabo... Crentes vão a Igreja e vivem caindo cheios de espíritos malígnos porque nunca foram libertos do diabo. Fique na Paz...

Pr. Ivan PIB de Juara - MT

Anônimo
8 de janeiro de 2011 15:02 comment-delete

A Bíblia diz que os ímpios, inconstantes, é que distorcem o evangelho, torcem as escrituras. Não é isso que estamos vendo. Nós, crentes, sabemos que isso aí é uma loucura, um falso evangelho, mas as pessoas do mundo não tem discernimento e pensam que esses são os evangélicos. nesse grupo incluo o pastor silas malafaia com sua turma de plantador de semente. Isso também é falso evangelho

10 de janeiro de 2011 23:06 comment-delete

Achei a mensagem oportuna. Aliás, é necessário que tenhamos muita cautela com isso. Uma vez, em uma praça pública, havia um grupo de evangélicos e um rapaz, filho de um médico da cidade e que era epilético, passou pelo local e teve um ataque epilético. O Pastor tratou como se o rapaz estivesse com o demônio no corpo. A sorte que o pai residia próximo ao local e o avisaram para que o mesmo pudesse socorrer o filho. Tenho um irmão que é Pastor e que tem problema de epilepsia. Ele é 15 anos mais velho que eu, mas eu me lembro que minha mãe morria de medo de ele ter algum ataque e achassem que ele estava com o demônio no corpo. Graças a Deus, ele fez um tratamento adequado e muito bem orientado pelo meu pai e pela misericórdia divina, após ter entrado para o Seminário ele nunca mais teve um ataque. Ressalto: ele já está aposentado!

Sonia
11 de janeiro de 2011 11:13 comment-delete

Concordo plenamente com o que foi dito no blog sobre esse assunto de cristãos ficarem endemoniados, mas tenho uma experiência que não desejo que ninguem passe por ela e não digo afim de que achem que eu quero contradizer o que foi dito, mesmo que como ja disse concordo com tudo, porém a experiência que tenho passado com uma pessoa querida, me tem levado a uma busca a anos tentando resolve-la, e é exatamente o caso que foi falado, um cristão com possessões frequentes a anos, e até hoje, quase 8 anos ninguém conseguiu entender ou ajudar, porque ninguém entende onde esta a legalidade que tem permitido tais fatos acontecerem,é fácil dizer que é impossível um cristão ficar endemoniado, mas vejo na prática uma situação a típica, que precisa de ajuda, pois muitos podem dizer que é pecado oculto, ou coisas do gênero, e até mesmo bruxarias como ja ouvi a pessoa possuida dizer, mas sei de quem estou falando, e sei que não é o caso de pecados ocultos, espero em Cristo que Ele me ajude nesta peleja.Obrigado L.V.

Anônimo
11 de janeiro de 2011 21:07 comment-delete

Olá amigos,

Não consigo mais estudar, ler a maioria dos livros evangélicos!. Claro que há alguns bons escritores, mas dá para contar nos dedos. Salvo alguns livros de teologia sistemática, tenho me predisposto a ler já por alguns anos Tomas de Aquino, Anselmo, Lutero e Calvino; Já no campo filosófico leio Platão, Aristoteles, Kant; esse considerado o filósofo do protestantismo.
Sinceramente, diante do que se prega hoje, diante do que o povo diz que crê; tenho pelan convicção de duas coisas básicas: Que a maioria das igrejas perdeu sua mensagem, porque não se prega mais doutrinas como reprovação total, e segurança eterna dos crentes em Cristo. Satã e "suas diabruras" passou a ser o foco principal da mensagem dentro das igrejas. Hoje temos pessoas que intitulam apóstolos e outras títulos mais. Aliás, o povo evangélico gosta de títulos... .
O duro é que não tm uma mensagem para pregar.

Afastado da igreja, acaba não se aborrecendo!.


CARLOS

13 de janeiro de 2011 17:24 comment-delete

A Paz do Senhor.

É pr. Renato Vargens, o duro é que as igrejas estão imitando cada vez mais o baixo espiritismo e ainda tem gente com a cara de pau, ou inocência, de dizer que é o diabo que nos imita.
Como dizem os inocentes: "Só Jesus na causa".

24 de janeiro de 2011 07:28 comment-delete