Ela não acordou. Morreu dormindo!

Por Renato Vargens

Por acaso você já percebeu que a brevidade das nossas vidas é um dos temas mais correntes do pensamento existencial humano e que não existe ninguém sequer que não pense na efemeridade da vida?

Nesta segunda-feira recebi a noticia de que uma amiga que trabalhou comigo no Rio de Janeiro havia falecido. Rose era assistente social, moradora do Dona Marta, mãe de dois filhos, uma grande mulher. Neste último domingo, Rose não "a-cor-dou", morreu dormindo. Por determinação do ETERNO, o seu coração parou de funcionar, não permitindo a ela que visse novamente a beleza do mar, o sorriso dos filhos, a grama verde, o colorido das flores, os passáros a voar, os animais do campo, a criançada a bradar.

Naquela manhã de domingo, Rose não pôde "acordar". O seu coração parou de bombear sangue, sonhos, vida e esperança. O seu coração ficou definitivamente incapacitado de  "a-cor-dar" impossibilitando-a de desfrutar do colorido da vida.

Caro leitor, a Bíblia está cheia de textos que nos advertem a observarmos com diligência o nosso tempo. O salmista com muita propriedade escreve: “O homem é como pó, cuja existência na terra passa rapidamente diante de Deus. Os anos vêm e vão diante do Deus eterno... Tiago em sua epistola, nos alerta: "Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois apenas como neblina que aparece por instantes e logo se dissipa".

Prezado amigo, tudo nesta vida é incerto e passageiro. Ela passa com uma rapidez enorme e numa velocidade espantosa. Por acaso você já parou para pensar que a vida que Deus nos deu é como que um sopro diante da eternidade? Ora, como diz o poeta: "vida louca, vida breve".

Pois é, a vida é efêmera, cuide bem dela, entregue a sua vida a Cristo, porque o amanhã a Deus pertence.

"Atendei agora, vós que dizeis: hoje, ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos e teremos lucros. Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois apenas como neblina que aparece por instante e logo se dissipa. Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos como faremos isto ou aquilo. Agora, entretanto, vos jactais das das vossas arrogantes pretensões. Toda jactancia semelhante a essa é maligna. Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, nisso está pecando" (Tg 4: 13-17)

Pense nisso!

Renato Vargens

2 comentários:

É isso ai pastor, perdemos tempo com tantas coisas, planejamento do amanhã principalmente e tudo esta nas mãos de Deus, dia tempo, hora, minuto cada segundo das nossas vidas pertencem ao soberano.
VIVAMOS HOJE COMO SE CRISTO VOLTASSE AINDA HOJE, fiquem na paz, amo todos com amor de Cristo.

vitorio pinto
9 de junho de 2010 16:16 comment-delete

Não sei como, mas passei a receber suas mensagens. Confesso que não gosto muito (ou gosto pouco?) dos temas controversos. Mas esta palavra "Ela não acordou, morreu dormindo" foi abençoadora.
Que o eterno seja com voc~e.
Paz e bênção!

Anônimo
12 de junho de 2010 17:38 comment-delete