sábado, junho 11, 2011

O dia do pastor!

Por Renato Vargens


Neste domingo boa parte da igreja evangélica comemorará o dia do pastor.

Pois é, como já escrevi inúmeras vezes o ministério pastoral não é nada fácil. Cotidianamente os pastores lidam com situações extremamente complicadas onde dor, angústia e ansiedade se fazem presentes. Sem sombra de dúvidas os Ministros do Evangelho  ao conduzirem o rebanho de Cristo desenvolvem um árduo e penoso trabalho. Se não bastasse isso, eles necessitam esmerar-se no estudo da Bíblia, dedicar-se com afinco a oração e piedade, aconselhar os tropegos, admoestar os insubmissos, além de treinar e fazer discipulos ensinando-as a guardar no coração a sã doutrina.

O pior disso tudo, é que parte da igreja não reconhece o valor do pastor. Na verdade alguns irmãos  não tratam de seus pastores como deveriam. Infelizmente conheço inúmeros casos de pastores marcados por igrejas intransigentes, que exigem de seus líderes atitudes sobre-humanas, levando-os a exaustão espiritual.

Isto posto gostaria de  trazer algumas sugestões para aqueles que entendem a complexidade do ministério pastoral e que desejam se tornar incentivadores do seu pastor:

1º- Interceda e ore pelo seu pastor todos os dias. Faça-o saber que está orando por ele.
2º - Preste atenção ao sermão. Dê ao pregador toda a sua atenção, e procure colocar em prática aquilo que está sendo pregado no púlpito.
3º- Decida  aprender com seu pastor. Deixe que o sermão do domingo seja o início do seu estudo semanal. Pegue o que você ouviu e aplique-o às suas outras leituras, estudos e leitura bíblica.
4º Evite fofocas. Proteja o seu pastor incentivando o queixoso a resolver suas questões pessoalmente com ele.
5º - Não joque lenha na fogueira. Seja um "apagador" de incêndios.
6º- Pergunte a si mesmo: Como posso encorajar o meu pastor? O que eu posso começar a fazer, que ainda não tenha feito no passado para animá-lo. Eu estou apoiando o pastor e seu ministério ? Eu mostro isto pelas coisas que eu digo e faço?
7º- Se você tiver dúvidas a respeito do ensino do pastor, pesquise nas Escrituras e estude-as cuidadosamente, com a mente aberta. Discuta a interpretação com seu pastor de maneira franca e sincera, e depois permita ao Espírito Santo guiá-lo e ensiná-lo na verdade. Esteja preparado para diferenças honestas de opinião acerca do significado de algumas passagens.
8º - Encoraje o seu pastor a gastar tempo regularmente em oração e estudo.
9º- Deixe para ele um bilhete de vez em quando mencionando coisas que ele tenha dito ou feito que teve algum significado para você. Menções específicas de como as mensagens têm ministrado a você.
10º - Evite criticas descontrutivas.
11º - Estimule grupos na sua igreja - especialmente aqueles dos quais você faz parte  a encorajar o pastor e a sua família. Converse com outros a respeito dos ensinos dos sermões. Promova conversas e ensino, baseados nos sermões, como uma parte regular das suas conversas na igreja.
12º -  Encoraje a família do seu pastor.

E por fim responda sinceramente: "se você fosse pastor gostaria de ter uma pessoa igual a você como ovelha?

Prezado amigo, valorize seu pastor, com certeza isso agradará ao Senhor.

Renato Vargens
Luiz Carlos disse...

Lamento muito, mas creio que na verdadeira Igreja de Cristo só existe Ele como o Único Pastor, os demais?, os demais vejo como imp‘o’stores do Seu rebanho.

Renato Vargens disse...

Luiz Carlos,

Seu fundamentalismo é alienante e extremamente burrificado.

Lamentável, extremamente lamentável!

Renato Vargens

Caline Galvão disse...

Olá, Renato Vargens! Conheci o senhor pela internet mesmo! rsrsrs!!! A primeira vez que te "vi" foi quando aconteceram as chuvas loucas em Niterói e vc postou alguns textos. Suas postagens são ótimas! Feliz dia do pastor!!! Que Deus continue te concedendo muita sabedoria e sempre seja luz no meio desse joio pastoral da atualidade. Deus te conserve assim! Parabéns! (direto do Nordeste!)

augusto elias disse...

Pastor Renato,
Agradeço a Deus e oro pela sua vida e de todos os que te cercam pelo um motivo importantíssimo, que é o compromisso com a verdade de Jesus.Sei do seu árduo trabalho honesto e sério.Pude perceber claramente, em alguns momentos , a sua alegria com a volta por cima de muitos irmãos oprimidos pelo inimigo de nossas almas,transformados pelo poder de Deus.Não é fácil ter que deixar família algumas vezes para partir por diversos cantos do Brasil e do mundo sendo obediente ao chamado do Senhor para pregar o Evangelho "VERDADEIRO" do Nosso Senhor Jesus Cristo.Acho que eu como pastor ia desistir do Auguso Elias.Sei que existem homens com compromisso sério,honesto,incansáveis também.mas o meu desejo é que se multipliquem mais e mais.Infelismente,ainda existem pessoas que não sabem o que é ter e ser chamdo por Deus,pois falta ler e entender a bíblia.

Anônimo disse...

PR. RENATO
SAIBA QUE EU E LEANDRO NOS SENTIMOS HONRADOS EM TER O SENHOR COMO NOSSO PASTOR, ASSIM TAMBÉM COM O PASTOR CLAUDIO, LOUVAMOS A DEUS POR ISSO.
AGRADECEMOS O CARINHO E DEDICAÇÃO QUE NOS TEM DEDICADO... MUITO OBRIGADA ANA CRISTINA, POR SUA AMIZADE, CONTE COMIGO... E EU NEM SABIA QUE EXISTIA ESSE DIA...
PR. RENATO TAMBÉM É CULTURA!!!! RSRSRS
PARABÉNS PELO DIA DO PASTOR!!! FIQUE EM PAZ! SAIBA QUE TDOS OS DIAS EU ORO PELO SENHOR, POR NOSSA IGREJA E PELO SEU MINISTÉRIO... ALESSANDRA SILVA DE OLIVEIRA

TATIANI CARVALHO disse...

FELIZ DIA DO PASTOR, QUE O ESPIRITO SANTO CONTINUE LHE DANDO SUSTENÇÃO, ABENÇOANDO A SUA VIDA, FAMILIA E MINISTÉRIO.
ACHEI INTERESSANTE O QUE O NOSSO AMIGO LUIZ CARLOS POSTOU LOGO ACIMA, ISSO SÓ INFORMA QUE A PALAVRA ESTÁ CHEGANDO AO CORAÇÃO, MESMO QUE O CORAÇÃO AINDA SEJA DURO PARA ACEITAR, O FATO DO SUJEITO PASSAR POR ESSE BLOG INDICA QUE ELE VEM LENDO O QUE AQUI É POSTADO. PIOR ERA PAULO E OLHA SÓ A OBRA QUE ELE FEZ NA VIDA DE PAULO...
PAZ E GRAÇA A TODOS

Filósofo Calvinista disse...

Caríssimos irmãos:

Infelizmente não temos mais muitos pastores que se peocupam com seus rebanhos; que dão suas vidas em prol de suas ovelhas. Suas famílias, seu trabalho secular e, até, a preguiça viciante estão sempre em grau de prioridade em relação à igreja. Quanto tempo o pastor destina às atividades do seu rebanho? Será que os pastores trabalham oito horas por dia como a maioria dos outros trabalhadores? Será que na igreja não existe trabalho para tanto? Claro que sim. Quantas visitas não realizadas; quantas pessoas não evangelizadas porque muitos pastores nem evangelizam nem levam suas igrejas a isso. E o que não dizer de seus altos salários? Sabiam que se pegar o salário do pastor e dividir pelo tempo que ele está em atividade na igreja e para a igreja sua diária é proporcionalmente mais cara que a diária de muitos executivos? Caros pastores, olhem mais por suas ovelhas. Esqueçam mais de vocês. Não não estou falando de pastores dessas igrejas que existem para ganhar dinheiro como a universal por exemplo. Essa é a infeliz realidade da grande maioria dos pastores.

vallalli@hotmail.com disse...

Na seg carta do Apóstolo Paulo a Timóteo no cap quatro, vemos a preocupação
do apóstolo em passar ao jovem Timóteo o verdadeiro sentido pastoral, conheço nos meus 55 anos verdadeiros pastores, que deram e dão a vida pelas ovelhas fazendo-se anjo da igreja!
Mas o livro de Deus exorta para os pastores infiéis Ezequiel 34 (cap 34) o profeta Ezequiel fala das ovelhas gordas que comem as magras, isso é pastores que a si mesmo se apascentam, que é so olhar para vermos eles gordo
Portanto temos ovelhas e ovelhas, mas as ovelhas sabem quem é o bom Pastor que relus a Cristo Senhor O Bom Pastor!

Anônimo disse...

Querido Pastor e querida esposa de pastor...


Quero aproveitar esta data para agradecer por tudo que Deus tem feito em minha vida através da sua!
Obrigada pelas palavras amorosas e simpáticas... Elas são como o bálsamo suave em meu coração.
Obrigada pelas palavras de exortação... elas modelam meu caráter e fazem de mim uma pessoa melhor.
Obrigada pela sua paciência... ela me ensina a ser tolerante.
Obrigada pela sua perseverança, ela me ensina que não devo desistir diante do primeiro obstáculo.
Obrigada pela sua constância, me faz pensar que preciso também permanecer.
Obrigada pela sua jovialidade gasta a serviço do Reino, ela me ensina que devo dar o meu melhor tempo para a obra de Deus.
Obrigada pelo seu silêncio... ele toma forma de resposta quando Deus quer organizar meus pensamentos.
Obrigada pela sua amizade, ela me faz uma amiga melhor.
Obrigada pelo incentivo quando tenho um empreitada, me faz ter mais ânimo para chegar lá.
Obrigada pela parceria nesta caminhada cristã... sem sua presença, talvez a estrada seria mais difícil e árdua.
Obrigada pastor, pela sua família... que grande importância vocês tem na minha família, e como nos inspira a termos uma família cada vez mais harmoniosa.
Enfim... as palavras são pequenas e inexpressivas diante de tão grande benção que o sr. tem em nossas vidas.
Neste domingo, quero afirmar que gastei alguns minutos para agradecer ao nosso Deus pela sua existência e pela sua família.
E pedir que o Senhor continue usando-o como instrumento poderoso para o Reino!
Obrigada por tudo...


Em Cristo,
Adriana Guimarães Rosa

Luiz Carlos disse...

Senhor Renato,
Com todo o respeito, burrificados estão seus discipulos, pois a Palavra de Deus é bem claro com relação a quem não entra pela porta das ovelhas.
No Evangelho do Apóstolo João, Capítulo 10, do versículo 1 a 27, o Senhor certifica a presença de dois pastores, a saber: O Bom Pastor das ovelhas, o Senhor e Salvador Jesus Cristo, e de outro pastor, ou melhor, pastores, os quais o Senhor os trata por mercenários, ladrões e salteadores, porque não tem cuidado das ovelhas, antes as extorquem e as submete a servidão. Neste estudo, você terá a grande oportunidade de identificar qual dos dois você serve ou segue como o seu pastor. Vamos meditar na afirmação do Senhor Jesus:

SBKAUER disse...

Olá Pr. Renato. Peço autorização para postar seu texto em http://sbkauer.com

Renato Vargens disse...

Sbkauer,

Pode publicar.

abraços,

Renato Vargens

Anônimo disse...

Olha eu não iria comentar este post, a não ser para parabenizar os nossos pastores, Claudio e Renato. Porém, me senti ofendido com as declarações deste que se diz nosso irmão, Luiz Carlos. O idiota (ele me chamou de burro primeiro) sobre o qual já disse outras vezes que é um MALUCO, nos colocou a todos no assunto ao chamar-nos de discipulos burrificados. Se ele não sabe, nós entendemos sim que Jesus é o nosso o SUMO SACERDOTE E PASTOR. Acho que este Luiz Carlos, se enquadra aqui: Jd 10-12 "Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem. Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré. Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor..." Carlos Gomes

Amarildo Rocha disse...

Querido pastor Renato, na verdade não sabia que este dia existia, o que eu lamento, pois acho muito merecido, e deveria ser mais divulgado. Vou ter que dar um abraço atrasado em meu pastor, pois ele merece muito. É um desses que morre pela sã doutrina, e que Deus tem usado grandemente em sua obra. Quem quiser um testemunho é só ver em meu blog os projetos desenvolvidos em minha igreja. Parabéns pastor Marcelo pelo seu trabalho e parabéns pastor Wilson pela sua visão. Agradeço sempre a Deus pelo quanto vocês são usados, e por ter me dado vocês como mestres terrenos.
Em Cristo:
Amarildo.

Amarildo Rocha disse...

Gostaria de perguntar ao Sr Luis Carlos, que tenta demonstrar tanto conhecimento bíblico se ele já leu Ef 4:11-12.

Filósofo Calvinista disse...

Olá!
Esqueci de dizer mais uma coisa: essa imagem de um pastor carregando a ovelha nas costas é uma bela imagem, porém, infelizmente, ainda que metaforicamente, ela está em extinção hoje em dia. Nenhum ou pouquíssimos pastores estão dispostos a isso hoje em dia.

www.filosofiacalvinista.blogspot.com

Vanderson M. da Silva disse...

Muitos crentes não sabem disso, mas a atitude deles de egoisticamente exigirem e cobrarem em demasia de seus pastores é caldo de cultivo para o surgimento dos picaretas à testa de muitas igrejas, verdadeiros lobos em peles de cordeiro. Tanto porque desestimula os obreiros sérios, genuinamente chamados por Deus (alguns já "jogaram a toalha" e deixaram o ministério), quanto porque incentiva o surgimento daquele tipo de liderança espiritualmente corrompida (fornece a justificativa que esta gente precisa dar a si própria para sossegar a consciência e agir do jeito que age).

Não é essa a única causa do surgimento dos falsos pastores, claro, mas é uma delas.

augusto elias disse...

Carlos Gomes concordo plenamente contigo meu irmão.Em relação ao comentário do senhor L.C.,Lamento,mas deixo uma reflexão em PROVÉRBIOS pra ele:"O que controla a sua boca preserva a vida,mas quem fala demais traz sobre si ruína" ."A justiça guarda quem é correto em seu caminho,mas a pervesidade transtorna o pecador".O homem prudente age com conhecimento,mas o tolo expõe sua insensatez".

Filósofo Calvinista disse...

Prezado Vanderson M. da Silva:

Discordo frontalmente do irmão. Penso que os pastores (não me refiro aos das igrejas desviadas, como universal etc)- 99,9% - não estão trabalhando como deveriam e, por isso mesmo, deixam suas ovelhas desprotegidas e à mercê desses "lobos roubadores". é exatamente o contrário do que o irmão falou. Os pastores além de não fazerem o que devem (porque se envolvem com um monte de atividades extra-igrejas, famílias, etc - tudo tem mais prioridade que as ovelhas) ainda não gostam de serem cobrados pelo sua passividade. Isso ocorre na maioria das igrejas tradicionais. São pastores de gabinetes e belos paletós, mas não põem a mão no arado. A exceção são os missionários que trabalham em áreas inóspita. Mas, já perceberam que a maioria deles não são pastores ordenados? Já perceberam que a maior parte das novas congregações são abertas por líderes leigos? Sinceramente, caríssimos pastores, a igreja de Deus, cuja responsabilidade de "pastorar" está em vossas mãos passa um dificil momento e grande parte da responsabilidade é dos senhores. Não rebatam o que estou dizendo. Apenas analisem e vejam quanto tempo estão dedicando aos seus rebanhos, quantas visitas estão fazendo, quanto tempo os senhroes têm dedicado à oração e ao estudo da palavra. Pastorear, caríssimos, não é só pregar. Enquanto os senhores não "carregam" suas ovelhas nas costas, como na figura acima, muitos loubos com pele de cordeiro têm feito isso e enquanto tudo isso acontece embaixo de "suas narinas" os senhores assistem passivamente suas igrejas minguarem. Não esqueçam que os senhores são, inclusive, remunerados para cuidar de suas ovelhas. Isso, caros irmãos, é uma crítica construtiva aos pastores das igreja tradicionais de vertente reformadas. Por favor, pensem nisso e não queiram rebater e debater!

Vanderson M. da Silva disse...

Prezado Filósofo Calvinista:

Comentei partindo do princípio de que o pastor a que o nosso ilustre blogueiro se refere em seu 'post' é realmente um cristão regenerado e que tem de fato o chamado de Deus para o ministério pastoral. Tudo isso que você escreveu é verdadeiro, inquestionavelmente, mas não foi isso que eu tinha em vista aqui e, creio, nem o nosso Pr. Renato Vargens. Abs.

Luiz Carlos disse...

Senhor Elias,
O controle da boca parte do falar asneira como é de costume de alguns crentes que se dizem fieis, mas quando se expõe o parecer pessoal sem partidarismo devemos compartilhar.
A Bíblia fala mais sobre este tipo de “ferida” que o justo deve praticar em relação àqueles que amam:
“““ “Melhor é a repreensão aberta do que o amor encoberto”.” Fiéis são as feridas dum amigo, mas os beijos dum inimigo são enganosos.” (Provérbios 27.5,6)
Muitas pessoas agem com falsidade, preferido a dissimulação e o fingimento do que a franqueza e sinceridade da repreensão. Mas as Escritura Sagradas declaram que a repreensão aberta (fruto de amor sincero de uma pessoa franca) é melhor do que o amor encoberto (que não se manifesta por nunca ter coragem de falar a verdade). Precisamos aprender a falar a verdade em amor. Adular não leva a lugar algum e impede o crescimento espiritual de todos.
“O que repreende a um homem achará depois mais favor do que aquele que lisonjeia com língua”. (Provérbios 28.23)
A verdade deve ser dita. Pessoas que amam devem corrigir e repreender seus amados. As feridas de amor (provocadas pela repreensão) são mais valiosas que os beijos da falsidade (do fingimento de quem não quer contrariar ninguém). Os apóstolos Paulo e Pedro viveram juntos um a experiência forte neste sentido (Gl. 2.11-16). Paulo repreendeu Pedro diante de todos por estar agindo de modo errado quanto ao jeito de se relacionar com os crentes gentios.
Assim com é o tema do blog, creio eu, é que os assuntos sejam tratados com respeito a opinião de cada participante desde que respeitosa,
Abraços,

augusto elias disse...

Senhor L.C,DISSESTES BEM,O RESPEITO É MUITO IMPORTANTE,CONCORDO,ENTÃO O SENHOR NÃO ACHA QUE FALTOU DA SUA PARTE QUANDO O SENHOR MENCIONA QUE OS DISSÍPULOS DO AUTOR DO BLOG É QUE SÃO BURRIFICADOS?
"NO CORAÇÃO DOS QUE MAQUINAM O MAL HÁ ENGANO,MAS HÁ ALEGRIA PARA OS QUE ACONSELHAM A PAZ.MAS EU TE AMO IRMÃO,ASSIM MESMO,ATÉ PORQUE O MAIOR MANDAMENTO DE JESUSU É O AMOR!
ABRAÇOS!

Filósofo Calvinista disse...

Prezado Vanderson M. da Silva:

Também estou me referindo aos pastores realmente chamados por Deus e não aos falsos profetas. Esses pastores que foram chamados por Deus é que estão perdendo o foco de sua missão. Na minha opinião 99,9%. Achon que cabe aqui uma introspecção por parte dos pastores que passam por este blog. Sejamos sinceros, vcs poderiam ou não se dedicar mais do que estão se dedicando?

lourdes delicoli pereira disse...

lamentavel o comentario do seu luis carlos,meu pai que é da ccb,pensa igualeu lamento

Mara de Oliveira disse...

Querido Pastor Renato.. ousei pegar seu post e abusei mais ainda quando acrescentei a palavra de Hb 13:7.. Claro que coloquei os créditos. Parabéns e obrigada. Se tiver problemas por favor me fale e eu retirarei.. obrigada:)

Marcia disse...

Prezado Pastor, em primeiro lugar quero parabenizá-lo pelo seu dia e pela ousadia em expor suas ideias e pensamentos. Eu o admiro muito por isso e creio que é dessa forma que Deus o usa de forma sábia e objetiva.
O rebanho também tem que se preocupar com o seu pastor, pois todos somos um pouco pastor e todo pastor também é um pouco ovelha e quantas vezes necessita de um incentivo. Nenhum pastor é super-herói, nenhuma ovelha é tão fraca que não tenha nada para oferecer, afinal como ovelhas, somos discípulos de Jesus. Quanto mais investirmos na vida de nossos pastores e os auxiliarmos, mais o Reino será expandido, mais eles se sentirão motivados e nós também. É melhor dar do que receber e Deus ama ao que dá com alegria. O que mais vejo são crentes murmuradores falando de seus pastores, cheios de carência...
Cresçamos emocionalmente e espiritualmente. Ninguém vai fazer por você o que você pode fazer. Se nós como ovelhas, cuidarmos da nossa vida, procurando sempre dizer não ao pecado, se santificar, ler a Palavra, ser servo útil da igreja e testemunho fora dela, já estaremos fazendo alguma diferença para o mundo.
Que Deus abençoe a todos os pastores e a todas as ovelhas.

Um abraço, Pastor Renato...que Deus transborde graça, sabedoria e amor na sua vida.
Marcia Freire

Katy disse...

Bom tenho melhorar muito como ovelha, tenho algumas indiferencas com o meu Pastor!! Mais respeito e obedeco, a final e o meu Pastor ungido do #Senhor

amada do Pai disse...

Pastor.
Tarefa dificil e cada vez mais penosa.
sou apenas uma ovelha, mas reconheço o quanto há de peso e responsabilidade em apascentar, guiar e cuidar de vidas!
Muitos criticam pastores, seu ministerio, atitudes, decisões mas.. vai assumir o posto pra vê!
não amados, não é nada fácil ser um verdadeiro pastor, segundo o coração de Deus.
Quero aqui parabenizar novamente, meus amados e lindos pastores Elson e Elizabete e o demais pastores da Familia Igreja Batista do Garcia em salvador!!(Elder, Eduardo, Aldo e Romilda)
Obrigada pelo carinho, dedicação e cuidado para com o rebanho,
Amo vcs demaissss!!!
Que Deus os faça crescer cada dia mais em graça, sabedoria e conhecimentoi.
Parabéns pr. Renato,
Deus o abençõe rica, abundante e sobrenaturalmente!
No amor do PAI,

Mivana

Alexandre Santi disse...

Vida de pastor não é fácil.

Tem muitos pastores que fazem com muito amor a Deus, mas pagam um preço muito grande, pois as vezes tem que lidar com alguns tipos de pessoas que não são fáceis.

Trilheiros - Terra e Moto disse...

Seja sempre o pastor que o Pastor quer que você seja Renato.

Tenha um ótimo final de semana, e aproveito para agradecer pelos seus post, são incentivadores em minha caminhada cristã.

Obrigado.

J.Monteiro disse...

Parabéns pelo Site, é bonito e profissional
...
Jesus pergunta se o amamos mais que os outros - Essa resposta não temos, mas às vezes pensamos ter. Os outros não serão o nosso referencial, não queiramos ser melhores que os outros; basta ao discípulo ser como o seu Senhor. É por isso que Jesus diz: Segue-me tu.



Tu sabes que te amo -Jesus sabe tudo a nosso respeito ele nos conhece. Jesus quer que nos conheçamos e saibamos quem somos.



O que perdemos quando amamos Jesus?

Auto suficiência, segurança própria e direção própria - "Te cingias, andavas".

Se quando velho serás levado para onde não quererás ir, segue-me agora por onde Eu estiver não queiras ir onde tu queres, mas onde eu estou.



Se eu amo Jesus:

Vou fazer o que Ele gosta

Vou viver como ele gosta

Vou apascentar com amor os cordeiros daquele que eu amo.

Vou apascentar as ovelhas do meu amado com amor

Vou ensina-las e corrigi-las com amor.

Jesiel Monteiro

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only