terça-feira, dezembro 22, 2009

Socorro! Ele vai morrer afogado!

Por Renato Vargens

Certa vez ouvi uma pequena história de um jovem senhor que gostava de passear de barco. Numa ocasião, estava ele em um de seus passeios e ao caminhar pelo navio, viu um dos membros da tripulação escalando as cordas, indo até o "ninho do corvo". Quando estava na metade da escalada, o navio balançou, pendeu para um lado e ele foi jogado ao mar. Quando bateu na água, começou a gritar por ajuda enquanto batia os braços descontroladamente, se esforçando para sobreviver. Aquele homem viu que um marinheiro observava o companheiro na água de forma calma e tranqüila, sem esboçar nenhuma reação. Após alguns minutos o homem na água se cansou e começou a afundar. Imediatamente o marinheiro que observava tranqüilo saltou ao mar e salvou a vítima que se afogava.
Depois que ambos estavam em segurança à bordo, o jovem senhor foi até o marinheiro que fez o resgate e perguntou: - Porque você esperou tanto tempo para saltar na água e salvar este homem?

Com a mesma calma, o marinheiro respondeu: - Eu percebi que o homem lutava muito na água e era grande a possibilidade de ambos morrerem se eu saltasse rapidamente. Há muito tempo eu aprendi que é melhor deixá-lo lutar por algum tempo, e quando chegar ao fim de sua própria força, eu posso saltar na água e salvá-lo com segurança.

Caro leitor, quem sabe você esteja se sentindo como o homem desse pequeno conto? É possível que esteja passando um dos momentos mais dificeis da vida e por mais que lute não esteja conseguindo sair de dentro d`água. Talvez tenha gritado alto pedindo a Deus para salvá-lo, todavia, a impressão que tem é que o Senhor o abandonou e que infelizmente sua esperança de sobrevivência chegou ao fim.

Isto posto, quero incentivá-lo a confiar no Senhor e entender que ainda que aparentemente Ele não esteja respondendo suas orações, no momento certo ele te livrará do laço do passarinheiro.

Pense nisso!

Renato Vargens
Regina Farias disse...

Que analogia bem colocada!

Sabe, pastor...

Hoje eu não me sinto mais assim, mas houve um tempo, antes da minha conversão, que eu pensava que Deus nem ligava para os meus apelos, já que tudo continuava a afundar.

E só mais tarde então foi que eu vim a entender que Ele estava me deixando usar as minhas próprias forças até à completa exaustão, para que eu entendesse que dali em diante era Ele quem estava comandando minha vida.

A Ele, toda a honra e toda a glória para todo o sempre!!!
R.

Gilbert Raposo disse...

" Eu creio em DEUS, nele posso crer e posso amar, a minha vida ele modificou, feliz eu sou ".
No momento certo, na hora certa, JESUS me resgatou, aos 45 anos terrenos conheci a JESUS de Nazaré, o salvador, fazem 4 anos, espero estar sendo bom aprendiz, absorvendo a leitura biblica e todo seu ensinamento e também pondo em pratica, pois é importante a esperança e a fé mas a caridade mais ainda.
Obrigado JESUS, estou aqui usa-me, perdoa-me as falhas.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only