quarta-feira, novembro 18, 2009

O que fazer quando o desânimo bate à porta?

Por Renato Vargens

Louis Pasteur, o famoso microbiologista francês que descobriu que a maioria das doenças é causada por germes, dedicou-se à busca do conhecimento. Em 1849, Pasteur casou-se com Marie Laurent, uma de suas assistentes de laboratório. Tiveram cinco filhos. Três morreram na infância. muitos anos mais tarde, ele sofreu uma lesão vascular cerebral por excesso de trabalho e ficou parcialmente paralisado.

Quando estourou a guerra franco-prussiana em 1870, um filho de Pasteur, Jean Batiste, foi convocado para servir seu país e envolveu-se na catastrófica derrota do exército francês em Metz. Depois de semanas sem receber notícias do rapaz, Pasteur deixou seu agora famoso laboratório em Paris e foi procurá-lo. A despeito de sua paralisia parcial, Pasteur seguiu mancando na direção norte à procura do filho. As estradas estavam congestionadas com soldados derrotados e errantes. A jornada foi árdua, mas depois de muitas perguntas Pasteur localizou a unidade de seu filho. Um oficial contou-lhe então a desanimadora notícia: de um grupamento original de 1.200 homens, menos de 300 haviam sobrevivido. Todavia, Pasteur não desistiu. Continuou avançando por estradas cheias de cavalos mortos e homens sofrendo de frio congelante e gangrena. Chegou finalmente ao local onde um soldado estava enrolado até os olhos num sobretudo pesado; mal podia ser reconhecido em seu estado de definhamento. Era Jean Batiste! Pai e filho, comovidos demais para falar, abraçaram-se em silêncio.

Pasteur, mesmo diante das enormes dificuldades prosseguiu firmemente até o objetivo final. E você? O que tem feito diante dos obstáculos que a vida lhe impõe? Tem desistido ou continuado firme em direção ao alvo?

É possível que ao ler este texto você esteja passando por situações onde a impressão que tem é de que nunca mais desfrutará de momentos alegres e felizes na vida. Quem sabe as nuvens da incerteza estejam assolando sua alma e coração de forma impiedosa; ou talvez o medo o esteja chicoteando levando-o a um estado de nervos acima do comum?

Caro leitor, gostaria de incentivá-lo a nutrir o coração de esperança, bem como da certeza de que o Deus o qual servimos está acima de tudo e de todos, e que como o sol que brilha acima de nuvens e tempestades, soberanamente ele continua guiando sua vida.

Não desista de seus sonhos, nem tampouco dos seus alvos, persevere, continue em direção meta estabelecida, afinal de contas, você é de Cristo e não desiste nunca.

Pense nisso!

Renato Vargens

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only