Cuidado! A Cuca pode te pegar.

Por Renato Vargens

Lembro que quando criança não perdia um episódio do Sítio do Pica-pau Amarelo. Sempre que voltava da escola a primeira coisa que fazia era ligar a TV e assistir as aventuras da trupe de Monteiro Lobato. O Visconde, a Emília, Pedrinho e Narizinho, juntamente com outros personagens do Sítio me encantavam, entretanto, bastava ouvir o bordão “A cuca vai pegar” que eu tremia de medo.

Pensando nisso, foi inevitável remerte-me aos dias de hoje onde alguns dos chamados pastores evangélicos comportam-se como a Cuca ameaçando suas ovelhas simplesmente pelo fato de terem descoberto que algumas delas pensam em sair da sua igreja. Infelizmente, em nome de Deus, tais pessoas rogam “pragas e desgraças” para aqueles que decidiram sair do seu pequeno reinado. Tais líderes partem do pressuposto que o pastor em nome do Senhor tem o poder de amaldiçoar outras pessoas através da oração positiva e determinante. Em outras palavras, tal ensinamento afirma categoricamente que aqueles que agem desta maneira, podem rogar ao Senhor da Glória o aparecimento de desgraças e frustrações na vida de seus desafetos, determinando assim a desventura alheia.

À luz disso, não tenho a menor dúvida em afirmar que comportamentos como estes não ficam a dever em nada aos trabalhos de macumba e vodu que são feitos nas esquinas e encruzilhadas deste Brasil tupiniquim. Infelizmente a igreja evangélica mergulha em alta velocidade no buraco da sincretização, deixando para trás valores, virtudes e princípios onde a afetividade e o amor deveriam ser marcas indeléveis de uma comunidade que conhece a Cristo.

Amados, não nos esqueçamos que somos o povo Deus, nação santa, sacerdotes do Deus vivo. Na perspectiva do reino, todos absolutamente TODOS possuem acesso ao trono da graça não necessitando assim criar estruturas monárquicas fundamentadas em experiências muitas das vezes esquizofrênicas e adoecedoras. Quero ressaltar que para nós cristãos, a essência da igreja resumi-se na maravilhosa verdade que nos ensina que fomos chamados para fora deste sistema perverso, ambíguo e separatista, e que agora, independente de classe, cor, posição social, reunimo-nos TODOS indistintamente em torno do Cristo nosso Senhor como a Comunidade dos Santos.

Pense nisso!

Renato Vargens

4 comentários:

Nåo somente estou contra aqueles pastores que ameaçam os membros, quando se percebem que eståo de partida para outras denominaçoes, mas, também, aqueles que aparecem abertamente a incitar "revoltas" para que os membros de determinadas denominaçoes passem para as suas. Uns abrem igrejas com o propósito de arrastarem os membros doutras igrejas para as suas, em vez de procurarem ganhar almas que ainda nåo conhecem o ABC, do evangelho. Vive-se disputando crentes, em vez de lutar-se para ganhar as pessoas que sofrem pelo mundo fora.



JOAO MAPIE
MAPUTO-MOÇAMBIQUE

19 de novembro de 2009 23:40 comment-delete

Acho eu que temos obrigação de lermos e relermos as escrituras sagradas, para que não sejamos conduzidos como quadrupedes e seus entrolhos, DEUS permite sim que o inimigo de nossas almas nos toque por vacilo nosso em algumas situações, porém já ouvi pastores dizendo que seremos amaldiçoados por não cumprir X lei do antigo testamento, porém aprendi que vivemos o tempo da graça, ou seja o D.C., logo porque temos que obedecer algumas leis passadas e outras não ?, vemos em Hebreus 7:12 que diz: " Porque, mudando-se o sacerdócio, necessáriamente se faz também mudança da lei ", palavra do SENHOR, lembro que quando criança os adultos que me rodeavam nos falavam que por algum motivo de arte ou desobediencia DEUS iria nos castigar, DEUS é amor, a sua correção é construtiva e não de bicho papão, pastores que usam desses artificios são piores do que os umbandistas, candomblecistas, por que essa gente muitas das vezes está na ignorância, todos nós temos noção do certo e do errado, isto vem em nossos corações, a escolha é nossa, onde sabemos as nossas obrigações para com o SENHOR, assim não foi com Noé por exemplo ?, não tinha biblia, nenhuma literatura, mas sabia que tinha que fazer a arca, saibamos nós JESUS sempre está presente para honra e glória do SENHOR, leiam a bíblia irmãos.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Gilbert Raposo
20 de novembro de 2009 06:34 comment-delete

O mais impressionante é que essa atitude está aparecendo nas igrejas denominacionais, chamadas históricas. Cada vez mais vemos pseudo-pastores assumindo os púlpitos nessas igrejas e fazendo do povo verdadeiras vaquinhas de presépio, só que em vez de ser com pragas e maldições, eles fazem o mesmo terrorismo com manipulação psicológica e com um aprisionamento mental... as vezes penso que são piores que os "neo".

Wilson S. Bento
20 de novembro de 2009 08:41 comment-delete

Muito bom pastor, o lider é muito importante para o nosso crescimento e desenvolvimento dentro da igreja, mas alguns "liderer" são mais imatúros doque membros mais modernos na igreja, tendo assim dificuldades para conduzir seu rebanho e quando é confrontado apela para oque não existe decretando, impondo...

Só Deus!

cleber33
21 de novembro de 2009 15:48 comment-delete