sexta-feira, setembro 04, 2009

O amor acabou. Posso me divorciar do meu cônjuge?

Por Renato Vargens

Um esposo foi visitar um sábio conselheiro e disse-lhe que já não amava sua esposa e que pensava em separar-se. O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhes apenas uma palavra:

- Ame-a. E calou-se.
- Mas, já não sinto nada por ela !
- Ame-a, disse-lhe novamente o sábio.

E diante do desconcerto do homem, depois de um breve silêncio, disse-lhe o seguinte: Amar é uma decisão, não um sentimento, amar é dedicação e entrega. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverão pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame quem está ao teu lado, ou seja, aceite-o, valorize-o, respeite-o, dê afeto e ternura, admire e compreenda-o. Ame!

Uma pesquisa encomendada pelo Datafolha revelou que 71% dos brasileiros se dizem favoráveis à dissolução do casamento. Dentre os católicos, o índice sobre para 74%. Até mesmo os evangélicos formam maioria quanto à aprovação do divórcio: são 59% entre tradicionais e pentecostais.

Caro leitor, assusta-me o fato de que cristãos evangélicos estejam relativizando substancialmente as relações conjugais. Confesso que me preocupo com as estatísticas apresentadas na pesquisa, cujos números apontam para o fato de que boa parte dos nossos irmãos tem aceitado com naturalidade a separação conjugal, não diferenciando em quase nada ao restante da sociedade brasileira. Para estes o casamento se reduz ao sentimento, entretanto, do ponto de vista cristão amar não é somente sentir, amar é decidir.

Diante disto, não tenho a menor dúvida de que precisamos urgentemente repensar nossos comportamentos, até porque, em hipótese alguma nos é possível tomarmos a forma deste mundo, comportando-nos como indivíduos promíscuos e libertinos, jogando na “lata do lixo” alianças e compromissos conjugais. Infelizmente sei de inúmeros casos de crentes e pastores que em nome de Deus já casaram e descasaram algumas vezes, demonstrando através de atitudes como estas que a sociedade brasileira experimenta uma séria e grave crise familiar.

Pois é, definitivamente nossa sociedade precisa rever seus conceitos e valores, até porque, se continuar deste jeito, com certeza a vaca irá para o brejo.

Pense nisso!

Renato Vargens
GILBERT RAPOSO disse...

É mais fácil comprar rosas do que fazer o seu cultivo, ve-la crescer.
Assim pensa a maioria em relação ao casamento, surge a primeira dificuldade e acha-se que não ama o outro mais, fica mais fácil divorciar do que ceder para ver o outro feliz, familia é coisa séria,
para mim amar é pensar no outro e não ver os meus desejos realizados, para mim divórcio só por adultério ( inclui-se também violencia fisica como adultério ) e mesmo assim se não houver perdão.

Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Maurício de Almeida Soares disse...

pertinente este texto.
a Bíblia nos manda amar nosso conjuge. se o amor fosse só um sentimento, e não uma escolha, não poderíamos obedecer a esta ordem.

VIVIAN disse...

GRAÇA E PAZ ,PASTOR RENATO
INCRIVELMENTE A PROVIDÊNCIA DIVINA EXISTE E SE MANIFESTA NESTE TEXTO, É A FORMA DE AMOR QUE DEFENDO ,SUAS PALAVRAS EXPRESSARAM BEM O QUE TENHO VIVIDO ,AMAR É UMA DECISÃO ,E FOI ESSA DECISÃO QUE TOMEI A 8 ANOS ATRAS DE AMAR O MEU MARIDO MSM DEPOIS DE SEPARADOS ,HOJE ESTAMOS NOS RECONCILIANDO E DIGO AO MEU MARIDO TDS OS DIAS EU TE AMO ,VC É IMPORTANTE PRA MIM,ELE Ñ ENTENDE
E DIZ Q EU Ñ PRECISO FAZER ISSO
,EU SEMPRE FALO PRA ELE ,Q ISSO É PRA ELE NUNCA ESQUECER,ACEITAR O OUTRO COMO É ,É MUITO DIFICIL,POR ISSO MUITAS FAMILIAS ACABARAM ,EU VENHO LUTANDO A ANOS PRA Q MEU MARIDO ENTENDA Q CUIDAR É PRECISO,E Q TD Q AMAMOS PRECISAMOS COLOCAR COMO IMPORTÂNCIA EM NOSSA VIDA ,AMAR É UM DOM DE DEUS E UMA ESCOLHA NOSSA ,O AMOR Ñ ACABA ELE ESFRIA E SE NÓS Ñ REGARMOS TDS OS DIAS MORRERÁ .O MEU AMOR ESTA RESSUSCITANDO POIS AMAR É UMA DECISÃO E EU ESCOLHI AMAR O MEU MARIDO E OS FRUTOS Q DEUS ME DEU DESSE AMOR .Q BOM SERIA SE TDS LUTASSEM PARA TER ESSA DECISÃO AMAR E AMAR .É O 1º MANDAMENTO DE DEUS AMAR A DEUS SOBRE TDS AS COISAS E AO TEU PRÓXIMO COMO A TI MSM ,AME O SEU MARIDO COMO A VC MSMA , AME A SUA ESPOSA COMO A VC MSM,E CREIA AMAR É UM DESAFIO Q SÓ OS FORTES CONSEGUEM E SUSTENTAM,POIS A NOSSA FORÇA VEM DO SENHOR Q TD CRIOU.PENSE NISSO

Fabiane Agapito disse...

Que lindo texto!!!
Essas palavras nos fazem refletir sobre o que é o verdadeiro amor, não um sentimento a ser despertado hoje por uma pessoa, amanhã por outra e assim por diante...Amar o nosso conjuge é uma decisão que deve prevalecer mesmo com as dificuldades que surgem no dia-a-dia.
Pr. Renato acredito nesse amor descrito por você. Que os cristãos possam fazer a diferença nesse mundo propagando esse tipo de amor neste mundo corrompido.

Abraços,

Anônimo disse...

NAO É FACIL.. MESMO SABENDO QUE NA BIBLIA NAO SE INCENTIVA O DIVORCIO E SIM SUA MANUTENÇÃO DO CASAMENTO. HA CASAIS E CASAIS... CRISTÃO QUE SE TORNARAM CRISTAOS COM MULHERES NAO CRISTÃS.. E CASAIS ONDE OS DOIS SAO CRISTÃOS... SEMPRE PEDIR ORIENTAÇÃO A DEUS É O MELHOR CAMINHO E TB ANALISAR OS PROS E OS CONTRAS... MINHA OPINIAO.. A PAZ DO SENHOR A TODOS

Anne Walker disse...

mas as vzs as pessoas vivem infelizes com seus cônjuges, e por isso têm que viver PRESAS à eles? por exemplo minha mãe, meu pai bebia, nao queria saber de igreja, pelo contrário..e por isso minha mãe iria ficar esperando pela boa vontade do meu pai? nao tinha condições de conviver com ele. Deus não é carrasco e nao acho que ele concordaria no nosso caso, até porquê mãe nenhuma ama um marido que oferece risco aos seus filhos, discordo!
claro que seu texto pode se encaixar em alguns casos, mas pelo que vivi descordo. mas sucesso para o blog ! (:

Victor Hugo Ramallo disse...

Concordo com você minha irmã. Já vi muitos casos que não se enquadram no descrito no texto e sei que a complexidade dos problemas matrimoniais é muito mais ampla que apenas "gostas/não gostar".

cavalo pequeno disse...

não exite casamento perfeito,.. mais DEUS pode fazer ''desse'' um casamento maravilhoso!!!
NÃO!!!! para o divorcio.

Discípulo de Cristo disse...

Gostaria de deixar não o meu parecer sobre o assunto, mas o mandamento de Cristo para Sua igreja registrado no Evangelho de Mateus 19.9.

Quanto aos evangélicos "achologistas" que opinam de forma tão simplista e despreocupada sobre um tema crucial, no sentido de determinar a própria salvação ou perdição eterna pelo pecado do adultério na vida daqueles que já se encontram na Nova Aliança.
Penso que a responsabilidade é também dos pregadores (pastores) que não levam a sério a totalidade dos ensinos de Cristo e a doutrina das cartas apostólicas para a Igreja gentílica, preferindo muitas vezes a Tradição da Sombra da Lei (VT) para justificar suas campanhas; ou mesmo, para alguns que não praticam tais métodos, preferem manter-se politicamente corretos, ou seja, fazendo concessões e acomodações para não perderem prestígio e também dizimistas.

Paz seja com todos,
J.C.de Araújo Jorge

P.S. Mais detalhes sobre o tema,
ACESSE:
DIVÓRCIO

Congregação Batista de Fé Reformada disse...

A grande questão do ser humano do vil pecador é casar e dizer amar aquela mulher ou homem vizando a beleza exterior, lamentavelmente temos visto jovens pensando e se casar com certas mulheresvisando somente a sua beleza corporal, esquecem de deixar a cargo de Deus o relcionamento ou a varoa ou varão a quem Deus escolheu para o longo dos anos (até que a morte os separe).

Dias atrás estive conversando com uma senhora que relatou a mim o caso de seu irmão ( bonitão, sarado e cheio de vigor e com muitos bens materiais ), esse jovem sofreu acidente altomobilistico e veio a ficar com problemas psicologicos, com o decorrer do 4 meses de acidente sua esposa teve um caso com o médico que vinha acompanhando o caso desse rapaz e na primeira oportunidade essa mulher juntou as roupas de seu "marido" e o entregou a familia dizendo que o amor acabou e que ela era muito nova para ficar cuidando de um invalido.

Ao analisar tal fato me perguntei: Será que existiu mesmo amor? será que essa mulher não pensava somente no dinheiro, ou na beleza exterior? e cheguei a seguinte conclusão de que esse amor de fato nunca existiu, infelizmente temos visto jovens pensando somente no seu status, pensando somente em um casamento onde as questões financeiras deve estar em primeiro lugar, não importando idade do seu parceiro não que isso seja errado ( idade ), mas o que temos visto são os golpes para ficar bem na fita ( como dizem nas girias ).

Minha oração é que Deus tenha misericórdia de pessoas assim.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only