terça-feira, agosto 11, 2009

Os artistas gospel, seus cachês e fãs clubes.

Por Renato Vargens
O Genizah publicou a noticia de que um famoso cantor gospel está pedindo de cachê R$ 40 mil por show. Há pouco, soube de uma cantora que cobrara R$ 2 mil para cantar numa igreja, no entanto, a clausula contratual, afirmava claramente que se a igreja desejasse que ela cantasse canções do seu novo CD, o preço seria R$ 3 mil. Outro dia soube de um cantor que havia cobrado R$ 10 mil por ministração e que não subiu ao palco, simplesmente pelo fato de que a igreja contratante só tinha levantado 9 mil.
Pois é, o número de cantores evangélicos cobrando nababescos cachês é um verdadeiro absurdo, isto sem falar nas exigências contratuais de hotéis 5 estrelas, de camarim lotado de comidas excêntricas e muito mais.
Infelizmente essa coisa chamada gospel virou febre neste tupiniquim país! A conseqüência disso é que em nome da espiritualidade a fé bíblica-cristã tem sido comercializada de modo escandaloso. Em nome de Deus, a música e a adoração, passaram a ser vendidas como um produto qualquer em nossos templos. Cantores, cantoras em nome do ministério, estipulam valores altíssimos, para adorar aquele que é digno de todo louvor.
Isso me faz lembrar do episódio em que Jesus entra no templo com azorrague nas mãos derramando o dinheiro dos cambistas no chão. “E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; tendo feito um azorrague de cordas, expulsou a todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas, e disse aos que vendiam as pombas: tirai daqui estas coisas, não façais da casa de meu Pai casa de negócio." Jo 2:14-16
No texto em questão a Bíblia nos mostra um Jesus indignado, isto porque, os valores da casa de Deus estavam absolutamente deteriorados. Vendia-se tudo que se era possível para o sacrifício. Na verdade eles estavam muito mais preocupados com o lucro do que com o sacrifício em si. Repare que Jesus repreendeu os que vendiam as pombas (vs 16), isto se deve ao fato das pombas ser geralmente oferecidas como sacrifício pelos mais pobres. Jesus aqui combate também a espoliação dos menos favorecidos pela sociedade. Sim, combate o enriquecimento de alguns em detrimento da religiosidade de outros. O Interessante é que ele joga o dinheiro no chão. Isto nos leva a entender de que o lugar que dinheiro deve estar é bem longe da cabeça e do coração. Dinheiro tem que estar no chão! Debaixo dos nossos pés, submetido inteiramente a Deus.
Caro leitor, por favor, pare, pense e responda: Qual a diferença dos chamados artistas gospel para os artistas seculares? Ambos não cobram cachês? Qual a diferença das músicas cantadas? Ambas não são para entretenimento do ouvinte? Qual a diferença entre seus fãs clubes? Ambos não adoram seus ídolos? E quanto as suas canções? Não são ambas antropocêntricas? Ora, vamos combinar uma coisa? Esta historia de artista gospel é uma verdadeira vergonha. Afirmar que seus shows fazem parte de um ministério cristão é no mínimo afrontar o conceito bíblico de serviço.
Isto posto, repudio veementemente os que em nome Deus se locupletam da fé publica cobrando valores imorais por seus shows e apresentações.
Que Deus tenha misericórdia desta geração!
Danilo Fernandes disse...

Obrigado pelo link, mas está errado . kkkk

Dougllas knnor disse...

isso é uma vergonha!!!! 10 mil? nossa e pior que e metido nem quiz 9 mil! parece ate piada!!!

Anônimo disse...

Uma pergunta: todas as críticas que você faz, pelo menos você escreve ou liga para as pessoas criticadas e de acordo com a Palavra de Deus as estimula a mudarem de vida? Em Mateus 7 aprendemos que não devemos julgar. Como muitas mensagens sua informam do caos em nosso país, acredito ser melhor postar mensagens encorajadoras do que ficar criticando.

moacir viana disse...

é realmente está uma vergonha o que esses camaradas "gospel" tem feito com o ministério de louvor a Deus, é pouquissimas as canções que prestem , e ainda eles se acham a ultima bolacha do pacote, cobrando absurdos o que deveriam oferecer da mesma maneira que a receberam, de graça pela graça, se bem que se formos analizar será mesmo que a receberam pela graça de Deus o que estão proferindo???
bom então assim sendo estão certos de cobrar por um entretenimento barato,... quero dizer caro!!! mas não me venham dizer que estão fazendo a obra de Deus, pois essa obra não deve e nem pode ser cobrada, pois ela é a graça de Deus em nós...
está na hora desse povo tomar vergonha na cara e ir trabalhar de verdade, e se realmente amam levar o evangelho o façam pelo amor recebido de Deus...
como todos deveriam fazer, para que muitas vidas se acheguem a Deus e não o que tem acontecido que é totalmente o oposto, estão é afastando as pessoas com suas ganancias materiais...

Anônimo disse...

Caro Renato,
Como cristão, servindo na Igreja Batista do Ipiranga, em Juiz de Fora - MG, desejo engrossar a fila dos que repudiam a "comercialização" do evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo que em seu (dele) nome se enriquecem, promovendo shows e cantando canções vazias, banalizando a grandeza do sublime amor de Deus expresso na pessoa de seu Ungido Filho. Não compro nenhum CD, sequer para não presentear - são vazios. Uma bíblia me custa mais barato e tem tudo que mais quero que uma pessoa perdida saiba sobre o amor de Deus. É o que faço. O resto é com o Espírito Santo. Assim creio.

Cidinha disse...

Meu dinheiro nenhum deles leva,não compro cds , não sustento essa corja de mercenários gospel ,alguns cds que tenho eu os ganhei e nem ouço ,mas o que mais me irrita são os defensores desses cantores,não sei parece que povo gosta de ser enganado.O dia que o povo cristão deixar se ser ludribiados eu quero vêr como esses "artista" vão sobreviver.

Sergio Dias disse...

Prezado Pastor Renato,

Parabéns pelo comentário. Porém, seria bom que os nomes das "peças" fossem publicadas para que ninguém mais os chame, pois comércio com as coisas de Deus é pecado grave.

Renato Vargens disse...

Danilão,

Link devidamente corrigido.

Abraços,

Renato VArgens

Brunno Soares disse...

Isso é uma vergonha, como diria o Boris Casoy. Esses corja está enchendo seus cofres a custa da burrice do povo e dos líderes que os 'contratam'.
Repudio.

abraços

augusto elias disse...

A grande verdade é que essas pessoas que estão cada vez mais milionárias as custas do povo de Deus,que inclusive,pegando textos bíblicos para completar as canções, e que muitas das vezes sem o menor preparo,até mesmo espiritual,não tem compromisso com a verdade.Compromisso com a verdade também aponta para aquilo que Deus gosta como o senhor mesmo mencionou na mensagem.Esses "artistas" estão mais preocupados com as contas gordas no banco do que com a palavra do Senhor Jesus que trará libertação,cura,esperança para os nossos irmãos.Precisamos ser oposição as atitudes que não provém de Deus.Que compromisso é esse com Deus do então cantor que não subiu para fazer o show porque a igreja não tinha 10 mil? Quem é o louco que ainda quer ficar calado perante as atitudes assim?Fui assistir a um show daquele LÁZARO,e fiquei atônito quando aquele Vaguinho subiu no palco e gritou assim:irmão Lázaro cadê você,eu vim aqui só pra ti ver! Se não criticarmos de acordo com a verdade, continuaremos a ter canções sensuais,falando somente do que será acrescentado sem buscar o Reino,quero a minha benção,quero a minha benção...As canções vão neste rítimo.

binario10 disse...

Isso é uma vergonha... Pior que isso, é ver algumas pessoas dizendo para não julgarmos... A recomendação bíblica não é que não devemos julgar! Além do que, não estamos julgando, estamos constatando!
É triste ver os "artistas" se perdendo em meio a ganância!
Pior são os pastores e igrejas que aceitam e pagam por isso... Se tivesse que pagar R$ 10.000,00 para alguém tocar na igreja, prefiro que o Ivan Lins toque por lá... Ele é mais ungido por Deus do que estes pseudo-artistas!

João Vitor

Mario disse...

Realmente e lamentavel. Com certeza chegara o dia em prestaram contas. Agora, digo ao comentarista anonimo que se expressou, alegando em nao julgarmos; Falar a verdade e julgar (pergunto).

Luiz filipe Vargens disse...

É graça aos maravilhos cachês e de todo o luxo recebido que certos cantores estão deixando o meio musical que cantão (pagode, funk, aché etc) para mudar para o gospel pois dáq dinheiro, luxo e tem menos concorrencia!!
Pior que esa gente ainda faz sucesso!
Abraços
Luiz Filipe Vargens

Anônimo disse...

Caro Renato,
Concodo totalmente quando o sr fala a respeito dos cachês e exageros, mas discordo totalmente quando o sr fala que somos um "país tupiniquim", isso pra mim soa como amaudiçoar o próprio país, sou uma serva de Deus que oro para que o meu país seja uma nação abençoada,e espero em Deusque o senhor também seja um.
Marta

texano disse...

A PAZ DO SENHOR IRMÃO RENATO.
ESTOU MUITO ABORRECIDO DE LER EM REVISTA BLOG E TV SOBRE CANTORES GOSPEL EXIGIR GRANDE SOMA EM DINHEIRO PARA CANTAR EM FESTA DE IGREJA EVANGÉLICAS......MAS TAMBÉM ESTOU MUITO ABORRECIDO DE SABER QUE MUITOS PASTORES GANHANDO 22.OOO,OO REAIS PARA SER PASTOR DE IGREJA EVANGÉLICA SOMENTE PARA PREGAR A PALAVRA DE DEUS. HOJE JA NÃO TENHO CONHECIMENTO DE PASTOR GANHAR MENOS DE 10.000,00 REAIS PARA DIRIGIR IGREJAS EVANGÉLICA E MAIS AINDA TEM CARRO, GASOLINA, TELEFONE E ENERGIA, UNIMED TUDO DE GRAÇA ISSO TAMBEM É UMA VERGONHA PARA NÓS EVANGÉLICOS QUE DEMOS O NOSSOS DÍZIMOS E GANHAMOS AS VEZES UM OU DOIS SALARIO MÍNIMO E TEMOS QUE DAR O DÍZIMOS SE NÃO NÓS NÃO SOMO BEM VISTO NA IGREJA. AQUI EM SANTA CATARINA É A REALIDADE.

camla disse...

Acho quer realmnte acontece isso, mai aqui fica uma pergnta será Por que?

Anônimo disse...

Bem acho q o senhor poderia usar seu
blog para a evangelização, pois acho interessante suas publicações mas sempre criticam.
Pq o senhor não fala de jesus ?

prcleilson disse...

Hei, texano. Eu sou pastor há 15 anos e fiquei pastoreando 6 anos sem ganhar salário da igreja. Eu trabalhava fora pra me sustentar. Quando a igreja cresceu, passei mais 6 anos recebendo um salário mínimo pra poder ficar mais disponível pra igreja. Faz 3 anos q meu salário aumentou. Hoje ganho 2 salários e meio.

Pr Marcos disse...

Tudo isso já sabemos,mas e os nomes ?? quem são? se estas com a verdade naum deve temer processos naum e mesmo?

Anônimo disse...

Isso é realmente uma vergonha! fico totalmente decepcionado com o que vem acontecendo com o evangelho =/ !! e infelizmente não é só com os musicos que acontece isso! pastores tambem cobram pra pregar a palavra de Deus... só um exemplo: o Silas Malafaia =/

Pr. Adair a serviço do Rei disse...

Em meus 21 ano de ministério passtoral, nunca levei "estrelas" nas Igrs q pastoriei. Jamais vou deixar de investir em missões p/ engordar esses exploradores. A lista não é só de cantores e atistas,mas sim de pastores q também cobram absurdos p/ pregarem em Igrs. Eu não comungo com eles. Que um dia eles deixem Deus abrir-lhes a visão.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only