sexta-feira, agosto 07, 2009

Não dá para dormir com um barulho deste.

Por Renato Vargens

Existem no mundo cerca de 100 milhões de pessoas sem teto; 1 bilhão de analfabetos; 1,1 bilhões de pessoas que vivem na pobreza, destas, 630 milhões são extremamente pobres; 1 bilhão de pessoas passando fome; 150 milhões de crianças subnutridas com menos de 5 anos (uma para cada três no mundo); 12,9 milhões de crianças morrendo a cada ano antes dos seus 5 anos de vida.


Em 1987, no Brasil, quase 40% da população (50 milhões de pessoas) vivia em extrema pobreza. Nos dias de hoje, um terço da população é mal nutrida, 9% das crianças morrem antes de completar um ano de vida e 37% do total são trabalhadores rurais sem terras. Em nosso país, a cada cinco minutos, morre uma criança. A maioria de doenças relacionadas à fome. (Cerca de 280 a 290 por dia). É o que corresponderia, de acordo com o Unicef, dois Boeing 737 de crianças mortas por dia.


Caro leitor, a injustiça social bem como a fome afrontam ao Criador. Infelizmente mesmo possuindo uma terra que tudo dá, a miséria tem sacudido violentamente nosso país. Para piorar a situação a Igreja de Cristo tem se afastado desta realidade como se nada tivesse com isso. Ora, os cristãos foram postos no mundo para ser a consciência da sociedade. A Igreja deve ser a voz do que clama no deserto a fim de fazer a diferença no mundo. Na verdade, a igreja necessita deixar o monte da transfiguração e descer até ao povo sofrido onde se encontram os excluídos da sociedade.


Isto posto, afirmo que mais do que nunca a necessidade da Igreja de Cristo em se envolver com a dor dos que sofrem colocando a disposição desta imensa multidão, os milhares de equipamentos que possuímos. Fico a pensar o quanto poderíamos contribuir positivamente com a sociedade brasileira se oferecêssemos as comunidades carentes nossos prédios e salas de escola dominical. Aliais, por acaso você já percebeu que a maioria dos nossos equipamentos ficam ociosos durante a semana só sendo utilizados aos domingos? Pois é, infelizmente essa tem sido a realidade de boa parte de nossas comunidades eclesiásticas que fundamentados numa teologia espúria só pensam nos seus próprios umbigos pregando aos quatros a doutrina da prosperidade.


Confesso que não dá para dormir com um barulho deste. Assusta-me o fato de que mesmo sendo quase 50 milhões de evangélicos neste país, tantas crianças ainda morram de fome. Ora, os adeptos desta teologia esdrúxula denominada confissão positiva advogam que a Igreja brasileira vivencia um grande avivamento. Caro leitor, por favor, pare, pense e responda: Que avivamento é esse que não corrobora coma diminuição da pobreza? Que avivamento é esse que não estende as mãos aos famintos e iletrados, oferecendo a estes a uma porta de saída da miséria?


Diante disto afirmo que este tipo de avivamento não é o avivamento da Bíblia e sim o avivamento que os evangélicos fabricaram, cujos valores são hedonistas, ensimesmados e "umbíguos".


Que Deus tenha misericórdia deste país e que por sua graça sejamos instrumentos de esperança a essa geração.


Pense nisso!


Renato Vargens

Anônimo disse...

A paz seja convosco !!!

Concordo plenamente com o pastor Renato, em relação a essa noticia. Nos evangelicos filhos de Deus, temos que ajudar as pessoas que necessitam de ajuda, pois Deus colocou essa missão pra todos nos filhos Dele !!

Daniel Grubba disse...

Bela reflexão profética. Que nos ajude a construir uma verdadeira práxis cristã.

Marcos disse...

É pastor, excelente artigo.

Confudem avivamento com unção ou manifestação de Deus.

O verdadeiro avivamento traz ação, faz a igreja se movimentar e gerar resultados, e não apenas um culto "quente".

Estamos ainda um pouco aquém do avivamento.
Mas nos resta esperar e preparar o caminho...

Abraços.

Anônimo disse...

Caro Pr. Renato, em primeiro lugar gostaria de agradecer pelo blog, tem edificado minha vida e de muitos outros irmãos.

Bem, tenho me perguntado ..... onde a igreja(dita "evangélica") deseja estar ?!?! Tenho visto muitos irmãos desejando habitar em palácios, guardar o pão, se sentir privilegiado por ser "evangélico" onde a igreja deseja estar ??? Muitas denominações tem construído grandes e suntuosos templos ..... suas portas estão abertas para quem ???? Onde a igreja atual deseja estar ??? Fiz parte de uma denominação que fechava os muros e dizia não ter vocação para evangelismo, será que se esta igreja só tivesse membros pobres, teria a mesma visão ???? Quando a igreja "evangélica" atual prega, leva muitos a conversão faz estes irmãos olharem para Cristo ??? Infelizmente muitas denominações nos fazem olhar para nosso próprio umbigo. Qual pastor quer ser chamado "a voz" do que clama no deserto, não, não abrir mão do seu nome, nem pensar ..... Quais os cantores evangélicos adorariam ao senhor sem se importar com suas "vestes" e tudo o que isto significa ..... adorar como Davi adorou ..... sem rosto, sem nome, sem cargo/título ????? As capas dos CDs "gospel" muitas vezes me espanta !!!! A verdadeira igreja foi chamada para libertar os cativos, anunciar a volta do nosso Senhor, alimentar os famintos, etc, etc e .... alegrar-se com aqueles que vão para os campos. Desculpe o "desabafo" mas continuo meditando sobre isto .....

A paz do Senhor !!!

Eliana

Rubim disse...

Caro Pastor, a Igreja de Atos já não mais existe. Aquela era a verdadeira Igreja. A de hoje é bem diferente: Apóstolos com jatinhos particulares, templos suntuosos e caríssimos, Pastores com carrões importados e mansões e o povo necessitando de ajuda para sobreviver. Dificilmente se encontra uma Igreja Missionária. Só se prega a TEOLOGIA DA PROSPERIDADE. O principal é esquecido: "Primeiro as coisas relacionadas com o REINO e as demais serão acrescentadas". Lembra-me uma velha música mundana: "Venha a nós... e ao vosso reino, NADA!"
Se faz necessário um avivamento já!
Deus tenha piedade de nós!

cleber33 disse...

Graça e paz!!!

Concordo Pr., é muito barulho para dormir.

Que o povo de Deus se levante, arregace as mangas e ponha as mãos na massa.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only