Será que vai babar?

Renato Vargens

Estou plenamente convicto que um dos motivos pelo qual a igreja evangélica brasileira experimenta momentos nebulosos, se deve ao fato de ter abandonado o estudo expositivo das Escrituras Sagradas. Há pouco ouvi a pregação de um famoso pregador denominacional que não falava "lé com cré." Na verdade, durante uma hora ininterrupta o famoso pregador abusava dos jargões dizendo:
- Fique de pé e dê um grito bem alto para que o inferno estremeça.
- Dê uma grande salva de palmas a Deus e zombe do diabo.
- Amém ou não amém?
- Somos "cabeça" e não cauda.
- Decrete, determine a bênção.
-A vitória é nossa pelo sangue de Jesus.
-Atenção vaso, cuidado com o laço!
-Comprimente seu irmão, fale para seu irmão...

Pois é, infelizmente nos dias de hoje, percebemos em boa parte das nossas igrejas um número significativo de pastores que em vez de pregar a santa Palavra de Deus, transformaram-se em exímios animadores de auditório. Para piorar a situação, parte dos denominados tele-evangelistas, tem contribuído com a disseminação de heresias espúrias ensinando doutrinas que se contrapõem as verdades bíblicas.
Caro leitor, em tempos difíceis como o nosso, torna-se indispensável que nossas igrejas reinsiram em suas estruturas litúrgicas os cultos de ensino bíblico. Como já escrevi anteriormente o reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro. Isto posto, afirmo categoricamente que esta geração precisa cantar menos, e estudar mais; pular menos, e ler mais; festejar menos, e refletir mais.
Amados, mais do que nunca é imprescindível que reflitamos a luz da história sobre o significado e importância do estudo sistemático da Palavra. Acredito piamente que os conceitos pregados pelos reformadores precisam ser resgatados e proclamados a quantos pudermos, até porque, se continuarmos acomodados em nossos conceitos tupiniquins de avivamento, definitivamente essa história vai babar.

Pense nisso!

Renato Vargens

1 comentários:

TEM PASTORES QUE SE INTERESSÃO MAIS COM O CORPO DAS OVELHAS DO QUE AS ALMAS DELAS, COMO VC DISSE NO CULTO DE.5ª FEIRA!

3 de julho de 2009 09:27 comment-delete