sexta-feira, junho 19, 2009

Os campos estão brancos – Parte II.

Os seguidores de Alá
Renato Vargens
O islamismo é a religião que mais cresce no mundo atualmente - e no Brasil não é diferente. O problema é quantificar o fenômeno. O Vaticano anunciou que, pela primeira vez na história, o número de muçulmanos ultrapassou o de católicos no mundo. Islâmicos somam 1,3 bilhão de seguidores ante 1,13 bi de católicos. O crescimento se deve basicamente às taxas de natalidade, mais altas em países islâmicos. Em São Paulo, estima-se em centenas o número de brasileiros convertidos nas periferias nos últimos anos. No país, chegariam aos milhares. O número total de muçulmanos no Brasil é confuso. Pelo censo de 2000, haveria pouco mais de 27 mil adeptos. Pelas entidades islâmicas, o número varia entre 700 mil e três milhões. A diferença é um abismo que torna a presença do islã no Brasil uma incógnita. A verdade é que, até esta década, não havia interesse em estender uma lupa sobre uma religião que despertava mais atenção em novelas como O clone que no noticiário.
A Revista ISTO É em 30/01/2009 publicou uma matéria tratando de especificamente do crescimento do Islã na periferia das cidades brasileiras. A revista conta a história de Carlos, Paulo e Ridson, que se converteram a Alá, e que por conseqüência tiveram seus nomes mudados para Honerê, Malik e Sharif respectivamente. Durante cinco vezes ao dia, os seus olhos ultrapassam o concreto de ruas irregulares, carentes de esgoto e de cidadania, e buscam Meca, no outro lado do mundo.
Segundo ISTO É, (1) ao buscar o coração islâmico do mundo com a mente, os jovens acreditam que o Alcorão é a resposta para o que definem como um projeto de extermínio da juventude afro-brasileira: nas mãos da polícia, na guerra do tráfico, na falta de acesso à educação e à saúde. Homens como eles têm divulgado o islã nas periferias do país, especialmente em São Paulo, como instrumento de transformação política. E preparam-se para levar a mensagem do profeta Maomé aos presos nas cadeias. Ao cravar a bandeira do islã no alto da laje, vislumbram um estado muçulmano no horizonte do Brasil. E, ao explicar sua escolha, repetem uma frase com o queixo contraído e o orgulho no olhar: “Um muçulmano só baixa a cabeça para Alá – e para mais ninguém”.
Caro leitor, há pouco assisti a um vídeo no youtube (2) sobre o crescimento dos mulçumanos no mundo, o que se realmente acontecer, proporcionará aos cidadãos deste planeta momentos de extrema dificuldade, visto que, por razões históricas os que professam a fé em Alá são intolerantes com outras práticas religiosas. Isto posto, sou levado a acreditar que o momento que vivemos é emblemático, e que mais do que nunca devemos deixar de lado o triunfalismo ensandecido que domina parte da Igreja Evangélica, arregaçar as mangas, e pregar a toda criatura o Evangelho da Salvação Eterna.

Pense nisso!

Renato Vargens

1-http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI25342-15228-1,00-ISLA+CRESCE+NA+PERIFERIA+DAS+CIDADES+DO+BRASIL.html
2- http://www.youtube.com/watch?v=e8mFeWLwJx8
Augusto Elias disse...

Acredito no Evangelho de Cristo Jesus.Maomé não é citado nas escrituras sagradas como profeta levantado por Deus.Em relação ao texto(parte II), que o senhor escreveu,preciso fazer uma remissão ao comentário que postei(parte I),que no tocante,falo da astúcia do inimigo de nossas almas.É o investimento nas áreas sencíveis,ou seja , o capiroto vai dançar conforme a música,pois esses caras que se converteram ao islamismo e que estão influenciado pelo mal se direcionam agora para as periferias,onde os investimentos de políticas públicas é escasso,trazendo graves consequência á localidade e agora penetram nos assuntos relacionados a plano de ação,ou política propriamente dita,trazendo a tona os assuntos que aflingem a população,usando isso como subterfúgio para implntar a idéia islâmica.É bem verdade que o povo de Deus precisa deixar de lado a idéia de vantagens loucas dentro do Reino e partir para o "ataque" através da palavra.SADAM HUSSEN ANTES DE SER ENFORCADO FEZ UMA DEFESA PRÉVIA PARA O MAOMÉ.HOJE ELE ESTA´ SAMBANDO NA FRIGIDEIRA COM ALGUNS COMPANHEIROS.Que o Senhor Jesus nos guarde!

elias e daria disse...

Pr. a situação é realmente alarmante.Outro dia li um artigo sobre as moças que estão se convertendo ao islamismo na busca de um homem para se casar.Segundo o artigo, os homens islamicos são serios,reponsáveis e levam a familia muito a serio.Fico pensando,o evangelho de Cristo não é capaz de transformar os valores de uma familia?Fica aqui a minha indagação e preocupação.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only