segunda-feira, junho 08, 2009

O Namoro cristão - parte I


Renato Vargens
Na Bíblia não encontramos absolutamente nada sobre namoro, até porque, os costumes das nações antigas tratavam a relação entre homens e mulheres de forma completamente diferente dos nossos dias. Para inicio de conversa, eram os pais que definiam com quem seus filhos iriam contrair matrimônio. Junta-se a isso o fato de que tal decisão era inquestionável e irrevogável, cabendo aos filhos obedecer a determinação patriarcal.

Hoje os costumes são diferentes. Ao contrário do passado os pais já não possuem influência na decisão com quem seus filhos deverão casar. Na verdade, desde muito cedo os adolescentes são instigados pela sociedade a se relacionarem em namoro, desfrutando assim de uma relação independente e "livre" da influência familiar.

Em virtude da banalização das relações afetivas entre moças e rapazes, não são poucos os casos de adolescentes e jovens que se arrebentaram emocionalmente em uma relação errada. Ora, como já escrevi anteriormente não sou contra as relações de namoro que um jovem possa desenvolver com uma moça. Antes pelo contrário, acredito que relações afetivas entre um rapaz e sua namorada contribuem significativamente para o desenvolvimento de uma auto-estima saudável. Sou contra sim a banalização das relações, sou contra as “ficações” que contribuem para o adoecimento da alma de nossos adolescentes, sou contra o beijar por beijar!

Salomão em sua grande sabedoria afirmou: “Existe um tempo determinado para todas as coisas na vida”. Sim, isso mesmo, na vida existe momentos pra tudo! Há tempo de plantar e tempo de colher, há tempo para abraçar e deixar de abraçar, em outras palavras isso significa dizer que existe um tempo determinado por Deus para desfrutarmos de carinhos, afagos, abraços e beijos de alguém. Em contrapartida, isso significa dizer também que existem momentos na vida, que somos chamados a um momento de reclusão onde outros valores necessários a uma existência plenificada nos são trabalhados.

Caro leitor, creio que o período de namoro deve ser essencial a maturação dos que se gostam. Acredito também que deve ser um tempo de convivência diária, de conhecimento mútuo, além de iniciar um relacionamento mais próximo da família daquele que se relaciona.

Pois é, como afirmei, a Bíblia não menciona absolutamente nada sobre namoro. Na realidade ela nem faz referência a isso. Entretanto, os princípios cristãos que devemos observar quando a santidade e relacionamento pessoal devem ser obedecidos integralmente.

Pense nisso!

Renato Vargens
GILBERT RAPOSO disse...

Pois é pastor, os próprios pais jogam seus filhos na boca do lobo, vejo meninos serem estigados pelos pais de quando passa uma mulher que chama a atenção por sua beleza a olharem com olhos famintos, vejo mães enfeitarem suas bonecas com maquilagem, bijouterias, etc antes
do tempo apropriado, tornam-se telespectadores de novelas, onde o tema principal sempre é a relação
homemxmulher e sempre com objetivo
o sexo,não há limites para cada faixa etária, pais não querem perder tempo, manter dialogo para que se edifique um ser saudável e com bases para ser um adulto feliz, vemos na Tv agora perto do dia dos namorados, crianças de 9,10 anos protagonizando papéis de namorados anciosos para presentear, é uma geração apressada e vitima desse sistema de influencização pelos meios de comunicação, e aí aumenta-se as frustações do coração, problemas existenciais a mil.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Dougllas knnor disse...

hj as crianças estam perdendo a sua inocência mais sedo por conta dos ateques que a midia tem lançado ,e por causa do desacaso dos pais em ensinar os filhos o caminho correto á seguir !!!

Anderson Paes disse...

Pois é Pastor Renato, como tudo nesta vida, o namoro também tem que ser santo, a bíblia não faz menção sobre o namoro, mas nos ensina como vivermos uma vida santa. Este ensinamento serve para todas as fazes da nossa vida e o namoro não fica fora deste contesto.
Um namoro sadio e santo nos leva a uma vida equilibrada, sadia e a um casamento abençoado por Deus, feliz e maduro, nos dá também moral e respeito diante a comunidade em que vivemos e que estão sempre nos observando e prontos para nos apedrejar quando erramos.

Crianças tem que brincar, adolescentes tem que passear, estudar, se divertir e não se relacionar num namoro que, se baseado em novelas ou nas malhações da vida, será uma maldição para suas vidas.

Como disse o Pastor, há tempo para todas as coisas, tudo tem o seu tempo certo.

Que Deus guarde as crianças e os jovens desta nação.

Damaris disse...

A secularização está arraigada em muitas igrejas, em virtude disso os namoros entre os jovens cristãos resultam muitas vezes em pecado diante de Deus. Acredito que a falta de estudo bíblico tem contribuido para a distorção de valores de muitos jovens cristãos, que erram devido a falta de conhecimento da palavra de deus.

Magdiel Brazil disse...

Poderia explicar mais sobre a expressão "beijar por beijar"? Grato!

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only