segunda-feira, maio 25, 2009

Menina que pega menina.

O preocupante comportamento das denominadas lesbiteens.
Renato vargens
Tem sido comum observarmos nas escolas, shoppings, bares e ruas, meninas beijando na boca ou andando de mão de dadas com outras meninas.

As denominadas Lesbiteens se auto-intitulam bissexuais, pois ficam com meninos e meninas. Só que, quando questionadas sobre sexo, só sabem mesmo o que é uma relação heterossexual, o que não impede que na balada se relacionem com outras meninas.

Para a psicóloga Maria Laura Gomes, o comportamento das adolescentes faz parte da identificação com o grupo: "Se a turma toda sai, fica bêbada e beija todo mundo, a adolescente tem que fazer a mesma coisa para ser aceita. Ficar com pessoas do mesmo sexo também é uma forma de se rebelar contra os padrões sociais", explica. O comportamento das Lesbiteens pode ser considerado mais uma condição social do que uma escolha própria: "A sociedade de consumo diz que ser jovem é legal. As crianças se vestem como jovens, os adultos se vestem como jovens. Então, os adolescentes se sentem na obrigação de levar todas as experiências dessa fase ao extremo, querem viver tudo com uma intensidade frenética", explica a psicóloga.

Sem sombra de dúvidas vivemos em um mundo submerso em pecado e que despreza os padrões de moral e justiça divina. A sociedade, de forma geral, encontra-se envolvida em um estilo de vida que se contrapõe aos princípios da lei de Deus. Os padrões de moralidade parecem não mais existir, a forma de se medir felicidade e sucesso difere daquela encontrada na Palavra de Deus. O objetivo de vida do ser humano não é a glorificação do nome do Senhor e sim a busca desenfreada pela satisfação pessoal, ainda que para isso seja necessário desconstruir conceitos e valores jogando-os definitivamente na lata do lixo. Pois é, comportamentos como estes afrontam os pressupostos bíblicos e cristãos. Deus não criou o homem para viver em um estado de libertinagem.

Diante de tempos tão difíceis como os que vivemos torna-se indispensável que a igreja evangélica se posicione audaciosamente contra a promiscuidade que tanto nos apavora. Para tanto, é absolutamente necessário que regressemos a Santa Palavra de Deus, fazendo dela nosso referencial de vida, como também nosso baluarte de vida e santidade.

Como cristãos, não devemos nos curvar diante da imoralidade que tem destruído parte da sociedade brasileira. Como discípulos de Senhor, temos por missão anunciar a esta geração, Cristo, o qual é único capaz de satisfazer o vazio da alma humana.

Pense nisso!

Renato Vargens
Augusto Elias disse...

Já assistir vários sofrimentos de alguns pais ao descobrirem que os seus filhos entraram para um relacionamento,bi,homossexual etc.É fato,os adolescentes e jovens,para não mostrarem que não são caretas nas rodas dos amigos acostumados a praticar mergulharem nessa desgraça e infelismente se acostumam com esse tipo de prazer ilícito aos olhos de Deus e uma alegria falsa.Certamente pessoas assim sofrerão cedo ou mais tarde,a depressão por exemplo.Deus liberta,cura,trabalha na mente.A família que tem base bíblica fica distante desse problema,porém a vigia torna-se necessária em tudo em nossas vidas,afinal vivemos neste século.Que Deus possa livrar os adolecentes e jovens contra esse mal,pois sofrem eles e a família.As igrejas precisam intensificar o combate para ajudar a essa galera a refletir sobre isso.

GILBERT RAPOSO disse...

O inimigo de nossas almas está atacando-nos mais na área do sexo, porque ?, por que tendo uma sociedade invadida por conceitos relativizados e atitudes mistas, sem valores direcionados para uma familia saudável, é notório que novas gerações surgirão sem o conceito de um individuo formar família que é a célula principal de uma sociedade e projeto maior de DEUS, vemos nos meios de comunicação a supervalorização da intimidade homossexual, temos uma senhora de + ou - 80 anos com um progra na TV que insiste em da selinhos em todas convidadas de seu programa, temos também mães que fazem questão de enfeitarem suas filhinhas de 2, 3, 4 anos com maquiagem, e não sabendo que estão
acelerando o processo natural de crescimento, jogando-as num abismo.
Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

Anônimo disse...

REPUGNANTE!
JESUS PRECISA VOLTAR BEM DEPRESSA.

Mary

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only