quinta-feira, outubro 30, 2008

Uma nova reforma já!

Renato Vargens
Há exatos 491 anos, em 31 de outubro de 1517, o monge alemão, Martinho Lutero afixou às portas do castelo de Wittenberg, as suas 95 teses denunciando as indulgências e os excessos da Igreja Católica, dando inicio a Reforma Protestante. Quase quinhentos anos depois, a igreja dita evangélica, experimenta em seus arraiais as mais estranhas doutrinas, o que com absoluta certeza faria com que o reformador alemão ficasse de rosto ruborizado. Igrejas como a Universal do Reino de Deus, nos últimos anos tem propalado heresias das mais estapafúrdias, comercializando em seus cultos, objetos mágicos, utensílios ungidos, dentre outras coisas mais, como podemos ver no link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=Tri2z4gFfzQ&mode=related&search

Como já havia escrito inúmeras vezes não agüento mais a efervescência da graça barata, o mercantilismo gospel, a banalização da fé. Infelizmente, Sou obrigado a confessar que fico impressionado com alguns devaneios por parte do povo evangélico, até porque, no quesito criatividade alguns dos nossos irmãos têm conseguido se superar.

Com dor no coração sou obrigado a confessar essa gente não têm pregado o evangelho do reino. Antes pelo contrário, o evangelho o qual estes têm pregado é humanista, megalomaníaco e patológico.

Prezado leitor, ser protestante, não é somente se identificar com o protesto feito pelos reformadores contra a corrupção eclesiástica e o falso ensinamento católico do século XVI; é muito mais do que isso. Ser protestante, é viver debaixo de um avivamento integral, é resgatar os valores indispensáveis a fé bíblica através da Palavra, é proclamar incondicionalmente a mensagem da graça de Deus em Cristo Jesus.

O lema "Eclésia reformata, semper reformanda", deveria estar sempre ressoando em nossos ouvidos e corações, desafiando-nos à responsabilidade de continuamente caminharmos segundo a Palavra, sem nos deixarmos levar por ventos de doutrinas e movimentos que tentam transformar a Igreja de Cristo, num circo eclesiástico, nas mãos de líderes inescrupulosos, que manipulam o povo ao seu bel prazer, tudo isso em nome de Deus!

Uma nova reforma já!

Soli Deo Gloria.

Renato Vargens
comunicando vida disse...

Pr Renato.

Muitos em nossos dias falam de uma necessária pós-reforma ou 2ª reforma, eu também desejo que isso aconteça, porém a coisa parece mais complicada do que parece. Creio que a grande dificuldade hoje é que as pessoas estão em busca não da salvação ou perdão dos pecados, mas daquilo que possa lhes beneficiar aqui e agora, e isso os reformadores nunca ofereceram. Me ajude a compreender como poderia triunfar neste mundo pós-reforma e materalista o retorno ao cristianismo bíblico em massa, visto que em pequena escala temos visto um retorno, porém ainda timido.
pb claudiney
http://comunicandovida.zip.net

Anônimo disse...

Caro Pr. Renato,
Infelizmente não é só a igreja universal que está praticando heresias, algumas Igrejas tradicionais já vêm fazendo isto com mais sutileza. Portanto entendo que este mal só pode ser combatido pela Palavra, pois contra Ela, não há argumentos.

Um abraço!

Gilmar

paulistha disse...

PR RENATO:

tenho incessantemente buscado a verdade para minha paz espiritual, e acho em seus comentários muita coerência e raciocínio lógico, mas devido meu pouco tempo de convertido, gostaria de saber qual igreja se aproxima da doutrina correta.

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only