Quem mandou abandonar a Palavra de Deus?

Renato Vargens

Infelizmente parte da Igreja evangélica não tem conseguido disseminar de forma efetiva entre seus membros a Palavra de Deus. Sem sombra de dúvidas afirmo que em algumas das denominações cristãs existem um enorme desconhecimento das doutrinas básicas do cristianismo. Junta-se a isso o fato de que a tradição religiosa, as experiências místicas, além de técnicas terapêuticas e estratégias de marketing, tem servido como bússola e orientação àqueles que se denominam cristãos levando-os as mais absurdas distorções.

Como não poderia deixar de ser, a soma destes fatores tem corroborado com o surgimento de significativos distúrbios na comunidade da fé, e isto se percebe nitidamente em nossos cultos, onde o evangelho pregado é extremamente humanista.

Quanto aos louvores ministrados em nossas assembléias, o que se vê são grotescos desvios teológicos, onde através de estapafúrdias canções, mandamos e desmandamos em Deus. Tenho a impressão que o chamado movimento gospel criou através de sua liturgia um novo sacramento, denominado louvor. Para estes, ainda que inconscientemente a adoração com música transformou-se num meio de graça, onde mediante canções distorcidas teologicamente, os crentes são levados a um estado de catarse.

Caro leitor, creio veementemente que boa parte dos nossos problemas eclesiásticos se deve ao fato de termos abandonado a margem da existência as Escrituras. Não tenho a menor dúvida de que somente a Bíblia Sagrada é a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; só ela é o árbitro de todas as controvérsias, como também a norma para todas as decisões de fé e vida. É indispensável que entendamos que a autoridade da Escritura é superior à da Igreja, da tradição, bem como das experiências místicas adquiridas pelos crentes. Como discípulos de Jesus não nos é possível relativizarmos a Palavra Escrita de Deus, ela é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos.

O reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro.

Em tempos difíceis como o nosso precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento, até porque, somente assim consiguiremos corrigir as distorções evangélicas que tanto nos tem feito ruborizar.

Pense nisso!

Soli Deo Gloria,

Renato vargens

4 comentários:

Pr. Renato,

Seu diagnóstico a partir dos sintomas é preciso e o tratamento recomendado corretíssimo. A questão é se os crentes concordarão com o diagnósticos e seguirão a prescrição... mais provavelmente irão atrás de uma segunda opinião.

Em Cristo,

Clóvis
http://cincosolas.blogspot.com

28 de outubro de 2008 08:24 comment-delete

GRAÇA E PAZ
Em minha igreja a uns dois anos, havia começado um movimento estranho, com base na inflencia neopentecostal, e muitos adolescentes já estavam sendo levados havia começado varias disputas e rivalidades, mas isso porque havia uma liderança imatura, o Pastor teve uma atitude rapida e eficaz, retirou, os que queriam implantar novas liturgias baseadas nestes movimentos e sem conflito que é importante, e colocou uma liderança mais madura, em suma: até os que pregavam essas novas doutrinas hoje reprovam a maioria destas mesmas praticas e buscam a essência do evangelho na Bíblia que hoje serve de crivo para esses mesmos jovens para provar essas inovações.

28 de outubro de 2008 10:18 comment-delete

graça e paz, amados.
o problema é que toda palavra pregada é tirada da bíblia, em alguns casos se lê apenas um ou dois versículos, desprezando todo o resto do texto. é assim que se distorce a idéia, o objetivo correto da sã doutrina.isso, é claro, com a finalidade de conseguir mais membros, seja liberando pecados ou dando poderes divinos ou simplesmente "exigindo" prosperidade "não aceitando" a miséria, como se Ele fosse culpado disso.
a bíblia nos ensina a viver desprendidos das coisas do mundo, não podemos buscar a Deus pelo seus milagres, suas bençãos, mas sim pela sua presença, seu amor, sua paz, seu perdão ou seja, Ele na sua essência.

28 de outubro de 2008 19:48 comment-delete

Pois é Lanes, O pior é a mídia coloca tudo como farinha do mesmo saco, aí o final vc já sabe né?

Abraços,

Renato Vargens

28 de outubro de 2008 21:39 comment-delete