sexta-feira, maio 11, 2018

Peça teatral com pênis gigante na escola


O jornal Metrópoles (aqui) publicou sobre uma apresentação teatral numa escola de ensino fundamental em Planaltina. Durante a encenação, um ator vestido de palhaço entrou em cena com um “pênis gigante” preso à cintura. Em outro momento, o grupo cantou “pega, pega a minha r*la”.  

Cerca de 150 estudantes, entre 14 e 16 anos, acompanhavam a peça na manhã dessa terça-feira (8/5), chamada O Auto da Camisinha, da Hierofante Companhia de Teatro, de Ceilândia. Fotos e vídeos do momento caíram nas redes sociais e revoltaram alguns pais e internautas.  

Sinceramente não é possível que alguém considere isso normal. Não é possível que boa parte das escolas deste pais continue com a erotização de crianças e adolescentes. Ora, isso é um acinte um disparate, um despropósito, mesmo porque, a escola não tem o direito de fazer isso com seus alunos e é claro, com suas famílias.  

Lamentavelmente a erotização infantil é um fenômeno que está se instalando na sociedade de forma acelerada. Para nossa tristeza uma onda de libertinagem tem avançado sobre a sociedade brasileira. O tema da sexualidade nas escolas passou a ser assunto principal ganhando espaço significativo no aprendizado do ler, escrever e contar, o que é fruto de uma doutrinação de viés marxista cujo objetivo é desconstruir de forma efetiva os valores judaico-cristãos que regem a sociedade ocidental.  

Infelizmente tanto a escola como a universidade têm sido atacadas de forma severa pelo marxismo cultural. Alias, essa foi uma das estratégias traçada por Antônio Gramsci, o que para nossa vergonha e tristeza tem logrado êxito no Brasil. 

Dias complicados os nossos! Que o Senhor nos ajude! 

Renato Vargens 

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only